Máscara

Camara

oi

oi

28 de fevereiro de 2019

QUAL A LIGAÇÃO DE CUMA COM A BIOSANEAR?

A relação de Cuma com a Biosanear, é suspeita de ilícito!
Até hoje estou sem compreender, o que faz um prefeito pagar gato por lebre, na relação insólita e extravagante de contrato superfaturado com empresa de limpeza pública! No caso específico de Itabuna, não deve haver explicação convincente e lógica para pagamento por sua prefeitura, em valor dobrado do serviço contratado por Ilhéus, através da empresa Solar Ambiental, que é uma cidade muito maior e cujo valor é menos da metade do que é pago por Cuma a Biosanear. Outro aspecto suspeito na ligação comercial envolvendo a prefeitura de Itabuna e a empresa Biosanear, é o fato de que essa mesma empresa recebia no governo do ex-prefeito Vane do Renascer, apenas um terço do que recebe atualmente com Cuma como prefeito. Estes fatos, por si só, já deveriam ter despertado o interesse do Ministério Público, em investigar este contrato. E se houvesse em Itabuna, uma maioria de vereadores comprometida com seus deveres de fiscalizar as finanças da prefeitura, o prefeito já teria sido alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com consequência de cassação do mandato. Mas a Câmara Municipal está sob controle de Cuma e nada será feito com propósito de evitar a permanência da impunidade que beneficia o prefeito. E enquanto sobra dinheiro para pagar a Biosanear, salários de servidores da prefeitura estão atrasados e faltam até esparadrapos nos postos de saúde. 

O JEITO SANTO E PROFANO DOS APLICATIVOS NO CELULAR

O celular também se tornou um arma em mãos de bandidos!
É difícil encontrar alguém que não tenha o aplicativo WhatsApp instalado em seu aparelho celular, em seu smartphone. É quase impossível hoje em dia viver sem esta facilidade, que é um meio de comunicação que facilita muito a vida, por possibilitar a troca de mensagens de texto instantaneamente, além de compartilhamento de vídeos, fotos e áudios, de forma relativamente barata, bastando para tal estar conectado à internet. O “negócio” é mesmo uma maravilha pelas facilidades que apresenta. Só que a tentação de compartilhar de forma irrefletida tudo que nos chega pode desencadear uma grande dor de cabeça. A questão é que muitos usuários têm se utilizado dessa plataforma de forma descompromissada, afobada, e o que é pior, de maneira agressiva e até mesmo ilegal. Explico: Como praticamente todas as pessoas têm acesso ao aplicativo, uma postagem pode rapidamente alcançar um número indefinido de pessoas, porque cada indivíduo pode replicá-la (a mensagem, a foto ou o vídeo) para cada um dos vários grupos em que esteja adicionado, e cada membro pode também compartilha-la para diversos outros grupos e a coisa pode alcançar dimensões impensáveis, sem possibilidade de ser posteriormente deletada. Enfim, tudo isso faz aumentar sobremaneira a rapidez com que uma postagem é divulgada, não importando se verdadeira ou falsa, e é aí que está o grande problema. Ou seja, embora estejamos acostumados com o smartphone, não temos ideia do estrago que seu uso inadequado pode provocar, nos outros e em nós mesmos. A era da informação precisa ser devidamente compreendida pelos seus usuários, especialmente nos aspectos da ética e do Direito. A celeridade não pode ser confundida com a pressa, com a afobação, e não dispensa a reflexão, atributo que fundamentalmente nos distingue dos demais seres. Há de se ter cuidado, com os comentários, publicações e compartilhamentos feitos no WhatsApp, seja na forma individual ou nos grupos dos quais participe, pois um que compartilha com outro, que encaminha para o outro, rapidamente a notícia se propaga para o mundo externo e numa fração de segundos pode ganhar repercussão mundial e atingir a honra e a boa fama de alguém, pessoa física ou jurídica, causando-lhe dano de ordem moral, e consequentemente nascendo para o infrator o dever de indenização. Cuidado, não saia por aí falando tudo que pensa por mensagens de WhatsApp, ainda que, ao seu ver, se trate de “crítica construtiva”, porque, por vezes, pode na verdade, estar denegrindo e ofendendo a honra e a imagem do outro.

500 CALOS NUM SÓ PÉ DE QUEM FINGIA-SE DE FÉ

Deus nunca se disfarça de satanás, mas satanás se finge de Deus e até usa seu Santo Nome!
Há um grande perigo em usar o nome de Deus, a fé, crença ou religião como meio para atingir interesses individuais e egoístas. Pior ainda quando se trata de interesse criminoso. O caso de maior destaque recentemente abordado pela mídia tem sido o do médium João de Deus. Ele é acusado de crimes sexuais. Muito conhecido em todo o Brasil, as denúncias dão conta de que João se valia das crenças e da fé das mulheres para abusá-las. São mais de 500 relatos semelhantes. As vozes, que antes eram abafadas pelo medo, foram ganhando força à medida que as peças vão se encaixando. Os depoimentos são fortes e enojam só de imaginar. Quando as vítimas tomaram o primeiro passo para denunciar os abusos sexuais, logo surgiu gente para chamá-las de mentirosas e oportunistas. E não foram poucos. Agora, mais de 500 mulheres contam o que sofreram nas mãos do médium e me intriga pensar que alguém possa duvidar delas. Não estou falando de 5, 10, 15 mulheres, mas de mais de 500 vítimas denunciando abusos sexuais. Qual o argumento dos incrédulos? E ainda questionam quando uma mulher não procura denunciar abusos de um homem à polícia. Se quinhentas não conseguem apoio, quem dirá uma! João de Deus está sendo investigado e ainda será julgado. Caso seja sentenciado culpado, terá que pagar por ter brincado com a fé dos outros, por ter abusado de quem acreditou nele, em seu “dom”. Quem brinca de usar o nome de Deus, de usar a religião ou mesmo a fé das pessoas está trilhando um caminho perigoso, mexendo com vidas, sonhos, crenças. Toda cidade têm os seus falsos profetas. Os que usam esses instrumentos para abusar sexualmente, para arrancar dinheiro dos fieis, para aliená-los, para forçá-los a votar no candidato “X”. Há gente assim onde menos se espera. Pode estar em casa, no trabalho ou na sua igreja. Pode ser quem você menos espera. Essa vontade de viver de aparências, sempre enganando os outros é doentia. Por isso, muito cuidado com os lobos vestidos de cordeiro. Cuidado com quem se passa de bonzinho usando palavras doces apenas para tirar vantagem sua. É preciso manter os olhos bem apertos.

27 de fevereiro de 2019

MINHA AMIZADE E SOLIDARIEDADE AO VEREADOR POCADO DE ITAPÉ

Poltronas que quebram, não derrubam majestades!
Em um mundo marcado, sobretudo pela alta competitividade, isolamento e individualismo, um conceito muito caro à filosofia e que merece nossa atenção nos dias atuais: AMIZADE. Não foram poucas as pessoas que se debruçaram na definição de amizade. Por exemplo, certa feita li de um autor desconhecido, que para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolver em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos. Em minha opinião, a amizade é uma virtude. Sem um amigo, a vida é diminuta e, em muitos momentos, praticamente impossível superar as dificuldades que cruzam os nossos caminhos. Com o amigo, desenvolvemos a nossa própria personalidade, aprendemos a nos conhecer pelo seu olhar e a conhecer o mundo sob novas perspectivas. A amizade é cooperação, ética, respeito, ausência de pré-julgamentos e preservação da vida. A base da amizade está na descoberta do avesso, das dúvidas e angústias, da valorização das qualidades e da aceitação dos próprios defeitos e dos defeitos do outro. Está implícito, portanto, o sentido de tolerância, o respeito às diferenças e limites de cada um. O amigo não espera um benefício ou retorno qualquer pela dedicação e cuidado que oferece. O amor da amizade é um amor a si mesmo e ao outro, por ele ser mais do que o próprio reflexo no espelho. Ama-se o outro “eu”, a quem se doa para a sua felicidade. Ensinamos o outro e aprendemos com ele. Construímos juntos uma história em comum e desenhamos a trama da felicidade para ambos. Tão importante quanto ter amigos do peito é fazer novas amizades durante toda a vida. Mas você já reparou que, conforme vai envelhecendo, fica mais difícil fazer novos amigos – e as amizades antigas parecem muito mais fortes? Em todo o caso, o que importa é ter amigos, pois, eles trazem leveza para nossa vida.

CARNAVAL NÃO COMBINA COM BEBEDEIRA

O mais triste é que geralmente o bêbado que provoca
 
o acidente matando inocentes, acaba sobrevivendo!

Segundo o que tenho lido de especialistas, o consumo moderado de álcool protege contra doenças cardiológicas, mas o excesso tem consequências graves, principalmente em comemorações como o Carnaval, onde bebe-se muito e em pouco tempo. Uns 5 drinques são suficientes para provocar embriaguez e após esta quantidade de álcool, o indivíduo perde o discernimento e se expõe a riscos, como agredir ou ferir alguém, ou ferir-se, a violência doméstica, a acidentes de carro, e também a hipertensão arterial, infarto e acidente vascular cerebral hemorrágico. Há outros riscos: os jovens frequentemente associam bebidas energéticas ao álcool. Elas podem lhe dar asas, mas a que preço?  Por isso, caro leitor, lembre-se de que há muitos carnavais pela frente para serem curtidos, vá com moderação no álcool, hidrate-se bem com água ou sucos, alimente-se regularmente e deixe de lado os energéticos. Use e se contagie com a boa e saudável energia que vem de seus companheiros de alegria.

A IMPRENSA COMO ESTÍMULO, INVOLUNTÁRIO, DO FEMINICÍDIO

O sensacionalismo das reportagens da brutalidade de Luiz Felipe
contra a esposa Tatiane, fez aumentar o feminicídio dias depois!

A jovem advogada Tatiane Spitzner, que foi espancada, torturada e atirada pelo marido, Luis Felipe Manvailer, do quarto andar de um prédio no município de Guarapuava em 22 de julho de 2018, foi um crime horrível, tendo a câmera de segurança filmado, e disponibilizado às imagens posteriormente. Pois bem. Uma semana após a ocorrência desse delito, outra mulher foi atirada do terceiro andar pelo companheiro. Outras mulheres passaram a relatar que sofreram ameaças de serem arremessadas, também, pelos ex-companheiros. O efeito cascata em algumas situações fica totalmente visível, piorando sobremaneira as violências domésticas a que as mulheres se sujeitam. O padrão passa à repetição nefasta, piorando as diversas violências a que mulheres ficam exposta. O jornalismo tem papel muito importante na divulgação de fatos descritos como delitos de violência doméstica e familiar. É preciso que as manchetes das notícias sejam preparadas para impactar o crime de violência doméstica e familiar mostrando a realidade, a fim trabalhar a prevenção. Na violência doméstica e familiar é importante que critérios sejam seguidos, no afã de se evitar citado resultado. Evitar detalhes ou omitir elementos que venham a despertar a sanha do agressor é uma forma de impedimento em desencadear processo imitativo. O impacto em mentes voltadas para a violência, e mais, na violência contra as mulheres, mostra que não falar de maneira sensacionalista é melhor. A sensibilidade no trato é o melhor caminho. Não trazer fotografias para as matérias jornalísticas, ou vídeos da vítima também se perfaz em forma preventiva de possível repetição. É importante mostrar o arrependimento do agressor e a pena para o delito, por exemplo. Em momento algum, um homem que agrediu ou matou sua companheira pode ser tratado como alguém que agiu por amor, aliás, muito pelo contrário. A matéria pode trazer incentivos aos agressores de que a história trágica poderia ter ocorrido de modo diverso, com cada qual levando a vida tranquilamente, sem que alguém tivesse cometido assassinato. Falar que as separações acontecem todos os dias, minimiza a vontade daquele que não se conforma com o término do relacionamento, levando-se em consideração que esse é o maior motivo dos homens para cometer feminicídio contra as companheiras. Expressar corretamente as emoções pode diminuir problemas que, por ora, são de difícil solução.

26 de fevereiro de 2019

CUMA É O MAIOR SANGUESSUGA DE ITABUNA

Não há só setor no governo de Cuma, que esteja funcionando
bem. Mas ele está cada vez mais rico... muito mais milionário!
Há quatro décadas, o atual prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (Cuma), era apenas um simples, pobre e mal assalariado vaqueiro em uma fazenda, que posteriormente viria a pertencê-lo. E todos os vaqueiros de 40 anos atrás, hoje são vaqueiros aposentados, com rendimentos que mal servem para fazê-los terem condições mais agradáveis de subsistência. Mas com Cuma a realidade resultou em situação confortável de glamour, burguesia e fortuna. Tanto que Cuma se vangloria de ostentar e propagar possuir uma fazenda que vale mais de um bilhão de reais. O que Cuma tem atualmente, o tornar um dos homens mais ricos do sul da Bahia. E o que ele possui de patrimônio, vale muito mais que tudo o que a prefeitura arrecada de dinheiro em um ano. Estes fatos nos condicionam a questionar o que deve ter feito o prefeito ser tão rico, enquanto a prefeitura que era rica está pobre! Esta é uma equação complexa e que não se explica! Se o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Receita Federal e Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), não fossem inertes, cegos e surdos, para o que acontece em Itabuna, Cuma hoje seria apenas um simples, pobre e mal assalariado vaqueiro.

TEM ELEITOR QUE SE VANGLORIA DE FAZER DE PRIVADA URNA ELEITORAL

Quem apoia e vota em corrupto, não deve reclamar da corrupção!
Você levaria para casa, para apresentar e/ou conviver com a sua família, um indivíduo truculento, mandante de assassinato, ladrão, adúltero, um assediador de mulher ou nocivo para pessoas indefesas? Tudo bem, eu já sei a sua resposta. Mas ela me remete a outra pergunta: por que você votaria em alguém que tivesse qualquer um dos atributos acima? Quem assim age, tolerando pústulas nas casas legislativas ou nos governos, em qualquer nível, não prejudica apenas a si próprio. Condena várias gerações ao atraso, à fome, à ignorância, ainda que depois reclame até cansar de que “todos os políticos são bandidos”. Isto é injusto, por que nessa atividade, que deve ser nobre, tem gente da melhor qualidade e que não pode ser comparada com ladrões de merenda escolar, com saqueadores dos cofres públicos, ou pistoleiros do poder. Sugiro que busque no partido da sua preferência (se você tiver) alguém que você não se envergonharia de levar à sua casa, conversar com os seus mais próximos, com seus filhos, ainda que isso seja só um exercício de imaginação (o texto não trata de afetos). Se você sabe ou tem motivos para desconfiar que um candidato a prefeito ou a vereador é só mais criminoso que quer se dar bem nessa seara, rejeite o seu nome. Diga não, mesmo que alguém próximo lhe peça o voto para o delinquente. Adote um candidato que você considere uma pessoa de bem, honrada. Um mau caráter não pode resultar num bom político. Não faça da permissividade com a escória humana uma arma contra você mesmo, respingando em toda a comunidade. Lugar de bandido não é a Câmara de Vereadores ou a Prefeitura.

SERÁ QUE SUAS MALDADES FAZEM CUMA DORMIR?

Há quem acredite que Cuma durma bem com suas estripulias!
O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (Cuma), pode, clinicamente, ser definido como psicopata, por dar demonstração de possuir altos índices de falta de empatia, culpa e remorso nas constantes maldades que pratica na cidade. Ele é muito impulsivo e tende a não pensa antes de agir e falar. Isso prova que, como se fosse um psicopata, Cuma tem falta de habilidade emocional e intelectual. Chega a ser chocante ver como Cuma é tão malvado, fazendo tanta coisa ruim há tantos anos e está aí, vivendo bem, ostentando riqueza, saúde e poder. O que parece acontecer é Cuma ter prazer sádico ao exercer o poder que lhe foi conferido por mais de 34 mil eleitores e entre os quais, estão muitas vítimas suas próprias eleitoras. Não há em Itabuna, nenhum seguimento satisfeito com o prefeito. Isto comprova, que não deve haver nenhuma dúvida sobre Cuma sofrer de distúrbios psicológicos que o distancia de qualquer sentimento de compaixão, humildade, humanidade, ou de identificação com o próximo. E este é o estado de espírito de porco, que mais o identifica dos animais irracionais. Cuma é de tanta maldade e tão virulento em suas bravatas e mazelas, que sequer se importa com o pudor em expô-la às claras. Cuma é um caso de maldade explícita.  Longe de mim me aventurar a ensaios psicológicos sobre o que leva ele a esse estado de absoluta falta de compaixão e humildade. Mas a  natureza da sua maldade é a mesma do agente penitenciário que se compraz em torturar prisioneiros; ou dos policiais que participavam de sessões de tortura contra ladrões pretos e pobres, para me limitar aos operadores do poder de Estado. Apenas as circunstâncias diferem. A casualidade e circunstâncias, o dotaram de uma saga privilegiada. Por fatores diversos, conquistou entrar para a história de Itabuna, como quem mais mandou e desmandou na prefeitura. Mas nada foi capaz de civilizar a brutalidade abrigada em seu peito, o prazer sádico de infligir o dano a terceiros, o sadismo de demitir pais de famílias e perseguir até instituições como o Banco do Brasil, ao desalojar sua agência do prédio da prefeitura, apenas para saborear as consequências dos seus erros sobre suas vítimas. Gente como Cuma acaba nos fazendo temer gente!

25 de fevereiro de 2019

ESTÁ EQUIVOCADO QUEM NÃO PARTICIPA DA POLÍTICA

Considero estupidez o eleitor não votar . Isto fez Cuma ser eleito
com apenas 34 mil votos, enquanto quase 50 mil não votaram em
nenhum dos outros oito prefeituráveis nas eleições de 2016.

Dias atrás estava lendo uma reportagem que falava sobre o que os jovens acham da política. O que me chamou a atenção foi o fato de que a cada dez jovens entrevistados, apenas um se dizia ansioso para começar a votar. A grande maioria afirmava que só iriam tirar o título de eleitor aos 18 anos e só o fariam por ser obrigatório. Eles eram categóricos em afirmar que não gostavam de política. A frase pode até parecer clichê, porém, é verdadeira: os jovens são o futuro da nação. O fato de crescer o desinteresse desses jovens pela política me preocupa e muito, pois, se realmente eles são o futuro, então, o que podemos esperar deles? Acho que deveria se abrir um amplo debate nas escolas sobre a importância da participação consciente da juventude na política. Há 22 anos, a juventude brasileira tomava as ruas de todo o País, vestidos de preto, com as caras pintadas de verde e amarelo, gritando “Fora, Collor”. Acreditavam que iam derrubar o presidente e, foi exatamente isso que aconteceu, eles conseguiram tirar do poder o maior representante de uma nação, o presidente da República. Mas de lá pra cá, parece que está caindo a quantidade de jovens interessados em participar de política. Se números permitem constatar o desinteresse do jovem no exercício de um direito seu, é o caso de perguntar as razões desse fato. Por que os jovens parecem ter perdido o interesse pela política? O que explica o crescente número de jovens que não faz questão de tirar o título de eleitor e de votar? Acho lamentável este desinteresse, pois, a renúncia ao exercício de um direito, tão imprópria do idealismo juvenil, mostra o grau da frustração do adolescente. É um tiro na democracia e uma vitória dos demagogos, dos desonestos, dos oportunistas e dos que vivem de costas para a ética.

O SILÊNCIO ENSURDECEDOR QUE NÃO AJUDA

O silêncio é aliado da violência doméstica!
A violência não tem lugar determinado para aparecer. Pode surgir entre inimigos, no meio de uma discussão, no trânsito, na escola, na rua e até mesmo no que deveria ser mais improvável: no lar. Infelizmente, notícias de violência doméstica chegam às delegacias diariamente. No Brasil, a cada dois segundos, uma mulher é vítima de alguma forma de violência. Um… dois! Neste exato momento alguém sofre e pode estar muito próximo de você. Talvez uma vizinha, uma colega de trabalho, uma amiga ou até mesmo alguém sob o mesmo teto. Com tristeza, deparei-me com a matéria sobre uma mãe que precisou fugir de casa com os filhos para protegê-los do esposo, padrasto das quatro crianças. A família vive na zona rural de Buerarema, e, como o local é de difícil acesso, a polícia demorou para conseguir chegar após ser acionada. A mulher e as crianças foram localizadas andando por um ramal. No boletim de ocorrência, os relatos são de que o homem, que já possui um histórico violento, quebrou a costela de um dos meninos e a mão de outro. Essas quatro crianças cresceram cercados pela violência e foram vítimas de um homem cruel. Enquanto deveriam ter carinho, elas receberam dor, medo, sofrimento. Então, como quebrar esse ciclo da violência se tudo o que elas conhecem é isso? A mãe, com medo, agora aguarda por ajuda, proteção, seja ela das autoridades ou divina. Tudo é bem-vindo. Quantas mulheres e crianças vivem um verdadeiro inferno dentro da própria casa? Quantas ainda precisam ser feridas ou mortas para o sistema conseguir por um fim a isso? É necessário urgentemente enfiar a colher na briga de marido e mulher! A ninguém cabe se omitir diante da violência! E a você que sofre algo parecido, quero que saiba que não está sozinha. Denuncie.

"QUEM SABE NÃO ESPERAR ACONTECER"

A força de vencer está em jamais desistir de lutar!
Dizem que o segredo está em não desistir, mesmo quando nada parece dar certo. Ao menor sinal de fraqueza, a ideia é não desistir. Persistir e insistir. Seja lá qual for sua meta ou objetivo, meu conselho é: não desista. Parece clichê ou até frase pronta de livro de autoajuda, aliás, gosto muito desse tipo de leitura. Me julguem! Mas, voltando ao assunto, não desistir é uma luta diária, por mais que pareça que só se encaixa em “grandes sonhos”, não é? A luta diária de treinar, praticar um esporte ou fazer uma caminhada. É difícil acordar cedo, eu sei. É difícil ter disposição depois de um dia inteiro de trabalho, eu sei. Mas, se não for você a fazer algo pelo seu bem-estar, quem o fará? Não desista. Calça o tênis, veste uma roupa leve e vai. Vai sem pensar, só vai. Desistir parece mais fácil, e é. É mais cômodo. É muito mais confortável ficar em casa do que suar uns 40 minutos, né? Verdade. Mas eu, por exemplo, não gosto do que é fácil. Eu gosto do difícil, do desafio. A idade nos traz maturidade suficiente pra entender que o processo (seja qual for) é lento, mas desistir não acelera. E essa minha “filosofia de vida” não se aplica só a treinar, mas em tudo que eu planejo/sonho fazer um dia ou todos os dias. Contudo, nem sempre foi assim. Eu já desisti de festas, jogos, cursos, planos, investimentos, viagens, amizades, amores e até de mim. Desisti de ir ao show com o ingresso comprado, desisti de sair com amigos depois de arrumado, desisti de ir pra aula quando cheguei em frente à escola. E até então, eu estava bem com tudo isso. Foi quando eu percebi a quantidade de oportunidades que a vida estava me dando e eu simplesmente desistia. O pior é que eu nem sabia o porque das minhas desistências. O meu acerto foi não desistir de entender o motivo de tudo isso, e eu entendi. Entendi que os fins e começos, oportunidades e dificuldades sempre vão existir, mas a escolha de não desistir me levará rumo aos meus sonhos.

24 de fevereiro de 2019

O AVANÇAR SÓ DEPENDE DE ESTUDAR

Povo com Educação, não se submete aos tirânicos de plantão!
Nós nascemos, biologicamente, iguais, para além das diferenças genéticas; talvez essa seja a única igualdade que temos permissão para ter nesse país tão cruelmente dessemelhante. À medida que os anos passam as diferenças vão ficando óbvias e implacáveis: negros e brancos, pobres e ricos, mulheres e homens, homossexuais e heterossexuais são colocados no cardápio com um maniqueísmo sórdido que dita as regras sociais. Com isso, se você quer ser respeitado e prosperar, estude! Ou seja, é através da Educação sim, do conhecimento, que nosso lugar de fala é respeitado. É por meio daquilo que sabemos, e que ninguém pode nos tirar, que seremos sempre tratados com dignidade, independente do lugar em que estejamos. Para quem não tem vez, a Educação traz; para quem não tem voz, a Educação proporciona sonoridade. A invisibilidade impressa em algumas pessoas é pintada de muita cor por meio da Educação. Além disso, o conhecimento nos ajuda a sonhar, a querer mais da vida e especialmente, acreditar que é possível haver um mundo novo. Quando os privilegiados também olharem para a Educação como transformação de vida todos seremos pares, todos andaremos juntos porque o conhecimento trará uma leitura que permite enxergar que não há pessoas incapazes, menos importantes ou menos dignas. Quando as minorias virem a Educação como saída, o mundo novo se abrirá rapidamente e cada um ocupará o lugar ao sol que lhe é de direito. Assim, mesmo com todos os preconceitos existentes, é possível mudar o mundo com Educação e coragem. Transgrida, rebele-se, fuja às regras, infrinja porque é preciso fazer a verdadeira abolição e imprimi-la na sociedade. Saia do lugar que os outros te dão e seja o dono da sua própria revolução porque um dia diremos todos que a Educação mudou este país.

MINHA SOLIDARIEDADE E APLAUSOS A CARMINHA DO SIMPI E SUA GENTE

Nenhuma sociedade avança quando não prioriza a Educação
e coloca os educadores como atenção número um do governo!
Sabemos a importância do professor na vida de cada um de nós, reconhecemos as “marcas” que podem deixar em nossa vida. Sabemos que seu trabalho não para na sala de aula, mas mesmo assim, vemos o quanto são desvalorizados em sua missão em diversos aspectos. Vivemos um momento em que muitos valores estão invertidos, onde a formação humana e a educação básica são vistas como “obrigação” da escola e não como um dever familiar. E essa falta de parceria escola/família tem prejudicado nossos professores em sala de aula, pois em muitos momentos precisam parar a aula, a explicação, para solucionar situações de conflitos relacionados à falta de educação, de interesse dos alunos, e até mesmo, algum tipo de atrito físico ou verbal. E quando solicitada a presença dos pais, esses apontam como um dever do professor mediar esses conflitos, sem incomodá-los, e ainda tiram de seus filhos a responsabilidade diante da falta de respeito com a autoridade do professor. Diante dessa realidade, o desgaste físico e mental é inevitável no dia a dia dos professores que, aos poucos, acabam adoecendo, somatizando e, consequentemente, se afastando da sala de aula. O estresse e o desgaste emocional passam a prejudicar o desempenho e o envolvimento do professor nas suas tarefas diárias e, com isso, pouco a pouco a qualidade do ensino vai sendo prejudicada e a cobrança sobre a capacidade do professor é posta à prova. Contudo, nós, enquanto sociedade, precisamos valorizar nossos mestres e ensinar nossas crianças a respeitar o professor, porque ele não é apenas transmissor de conteúdo, mas formador referência para o senso crítico, o respeito mútuo e o desejo de fazer a diferença na sociedade. O mesmo deve acontecer com os gestores, que precisam caminhar junto com seus professores e fazer com que se sintam fortes o bastante para enfrentar esses desafios e seguros de sua atuação, sendo valorizados, mesmo que tenham recursos limitados para desenvolver sua função. Não existe motivo isolado para que os professores se estressem com a dinâmica de uma sala de aula, mas sim, uma somatória de situações que fazem com que eles se sintam incapazes, indiferentes, desmotivados, cansados, entre outros sentimentos que talvez seja muito difícil para eles descreverem. Porém, o que não podemos esquecer é que a educação se constrói com amor, companheirismo, dedicação e, principalmente, valorização. Assim como o aluno precisa de reconhecimento para avançar no processo de ensino e aprendizagem, o professor precisa de motivação para não desistir nunca de sua bela vocação: transmitir conhecimento e formar cidadãos conscientes do seu papel na sociedade.

SATANÁS TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS

Nem sempre a comunicação nas redes sociais são do bem!
A gente conhece desde os tempos dos bisavôs a máxima, “espírito de porco”. Aprendemos com nossos descendentes que esses personagens fazem parte do elenco de invejosos, excessivamente ambiciosos, traiçoeiros e impuros. Impuros de alma e atitudes. Os porcos, importantes para a economia pelo volume de exportação, contribuem para nossa riqueza e nem mereciam essa comparação. São mais produtivos que certas figuras reverenciadas por uns tantos. Espíritos malevolentes vagam por aí, espalhando lama no lugar da harmonia. Não querem paz, odeiam os acertos, comemoram erros que remetem aos fracassos. Torcem para não dar certo. Com ameaça de perder poder, se os tiverem, entram em pânico, semeiam discórdia. As redes sociais, com destaque para as plataformas Twitter e Facebook, são os maiores hospedeiros dessa “vara” de malfeitores. O que deveria ser canal importante de relacionamento, comunicação e informação, transforma-se em mensageiros de aberrações, sem controle. Nos textos e nas imagens violadas. Qualquer cidadão de bem, num piscar de olhos, pode ter sua reputação arranhada e profunda cicatrizes. Ataques mentirosos, falsidade ideológica, calúnias, injúria e difamação. Fotos editadas com objetivo de denegrir o outro. O mau uso na política dessas ferramentas lamentavelmente é um exemplo desonroso. Antagonistas se insultam com expressões chulas, agressões impróprias para menores. Gente capaz de desejar a morte de uma autoridade moribunda, pelo simples fato de não compartilhar com sua ideologia. Pela ideia fixa do culto a uma seita cujo belzebu não passa de uma grande farsa. Nada pode ser tão nocivo aos avanços que tanto precisamos. Já não bastam as aventuras que nos levaram a desembocar no mais profundo dos abismos? O agora é agora. Um erro a mais e afundaremos na lama dessa pocilga infame. Resmungos, gritaria e escândalo de vereadores, secretários, prefeito, blogueiros e estreladas lideranças regionais, nada disso contribuirá para Itabuna sair do atraso e da incômoda posição de uma das cidades mais violentas do país. “Quanto mais vazia a carroça, maior barulho faz”, falam os sábios mais velhos. Assim são as retóricas dos discursos que cultivam simplesmente o seu egocentrismo, achando-se o centro da sociedade, completamente vazios, só fazendo barulho para nada. Itabuna precisa mesmo é de carroças cheias de ideias, humanismo, atitudes. Já não é possível conceder tribuna para o “ranzinzismo” de espíritos de porco que complicam e só causam constrangimento. Ninguém é mais importante que os nossos jovens, trabalhadores, idosos, homens e mulheres que sonham uma cidade com espaço para aconchegar a todos. Os excluídos sem teto, sem terra, sem educação, saúde e salário. É para todos que os poderes devem direcionar seu olhar menos egocentrista e mais humano. Estimular autoestima saudável para que o povo algum dia tenha orgulho e respeito pelas instituições.

23 de fevereiro de 2019

CARAVANA DE BOLSONARO AVANÇA SOB OS CÃES QUE LADRAM

Enquanto petistas e comunistas relincham e
latem, a caravana de mudanças do Mito avança!
O antigo provérbio "Em festa de Jacu, Inhambu não pia", expressa bem o momento que vivemos por ressaltar as diferenças no trato sócio-político das pessoas. Se você imaginava que sob um novo governo, sob uma nova mentalidade, as coisas seriam como dantes, tira o seu cavalinho da chuva e aprenda a viver nessa nova fase da sua existência. Não precisa ser tão ingênuo ou crédulo para imaginar que a vida mudou e que no Brasil as velhas práticas foram extintas, mas tenha a certeza de que aquele mundinho formatado a partir da primeira eleição do hoje presidiário e ex-presidente Lula, se foi como numa rajada de vento. As críticas e gracejos, piadas e comentários que circulam nas redes sociais refletem exatamente o desconforto dos que acreditaram naquele período como se acredita em Papai Noel e fadinhas e então despertaram após um sono mal dormido apenas para descobrirem que seus pesadelos estavam presentes na vida real. A esquerda através do PSOL, PCdoB e PSB, principalmente, afinada com o governo petista que se foi, afundou no lamaçal que construiu para si mesma, agora, entre incrédula, rancorosa e raivosa, passa a expressar suas emoções da mesma forma que sempre fez quando eterna oposição, com críticas e mais críticas, muito blá, blá, blá e mi, mi, mi e nenhuma ação séria ou reação inteligente ao que está presenciando. Faltam lideranças e quando falo lideranças entenda por inteligências capazes de aproveitar as fraquezas normais do governo Bolsonaro e sobre elas montar as bases de um possível retorno, se bem que, diante dos crimes cometidos no passado recente, não vejo como isso iria acontecer tão cedo... Fato é que resta aos Inhambus do momento apenas e tão somente o sacrossanto direito de espernear e criticar. Ocorre que isso não se faz sem uma boa dose de dor na alma em razão das crenças, benesses e oportunidades perdidas. Como diz a canção, o seu mundo caiu e com ele tudo em que acreditava ou fingia acreditar. Para os Jacus tudo é festa e se em suas ações acertarem minimamente, se manterão donos do terreiro por muito mais tempo do que um dia sequer imaginaram. É a festa dessa democracia tão festejada e odiada ao mesmo tempo, dependendo, é claro, do momento em que você se encontra, se um senhor Jacu ou um infeliz Inhambu.

PREFEITURA DE ITABUNA ESTÁ INCAPAZ DE HONRAR DÍVIDAS

Cuma não tem tido inteligência para evitar a
prefeitura permanecer como mal pagadora!
A prefeitura de Itabuna está sendo considerada como incapazes de honrar dívidas pelo Tesouro Nacional e está proibida de receber garantias da União para a contratação de empréstimos. Itabuna está entre os 215 municípios baianos que receberam classificação C na tabela sobre Capacidade de Pagamento. Ainda segundo o levantamento, apenas 58 têm notas A ou B. Outros 144 não têm notas porque não atualizaram informações junto ao Tesouro. Dos 20 maiores municípios, 11 são considerados maus pagadores, incluindo Itabuna, Juazeiro, Simões Filho, Valença, Porto Seguro, Eunápolis e Candeias. ENTENDA O PROCESSO DE HONRA DE GARANTIAS - Como garantidora de operações de crédito, a União, representada pelo Tesouro Nacional, é comunicada pelos credores de que o Estado ou município não realizou a quitação de determinada parcela do contrato. Diante dessa notificação, o Tesouro Nacional informa o mutuário da dívida para que se manifeste quanto aos atrasos nos pagamentos. Caso o ente não cumpra suas obrigações no prazo estipulado, a União paga os valores inadimplidos. Após essa quitação, exceto nos casos em que houver bloqueio na execução das contragarantias, a União inicia o processo de recuperação de crédito na forma prevista contratualmente, ou seja, pela execução das contragarantias indicadas pelos Estados e Municípios, quando da assinatura do contrato. Sobre as obrigações em atraso incidem juros, mora e outros custos operacionais referentes ao período entre o vencimento da dívida e a efetiva honra dos valores pela União.

22 de fevereiro de 2019

É BURRICE VOTAR EM QUEM VERDUGO MANDA

Votar e apoiar Rui Costa, foi burrice tão grande, quanto
apoiar e votar em prefeiturável indicado por ele em 2020
O eleitor que apoiou e votou em candidato que foi eleito, diplomado e empossado e não cumpriu as promessas que o fizera e que voltou a apoiar e votar neste político na eleição subsequente, não é eleitor e sim "jumento"! O termo pode parecer ofensivo, mas agravo maior é insistir na prática "masoquista" de revigorar chicotadores e prejudicadores de si mesmo. O fato é que "sem o intrujão não existe o ladrão"! E se há ofensa neste termo, esta deve ser contra o quadrúpede e não ao eleitor, pois jumentos são úteis para as pessoas, para as cidades e não roubam e enganam a população. Mas, por que os eleitores abominam os políticos corruptos e frequentemente os reelegem? Por que itabunenses elegeram Fernando Gomes (Cuma) e Geraldo Simões (Cabeça de Pitu), mesmo depois deles terem sido processados e condenados por improbidade administrativa? O “paradoxo” é uma provocação à lógica. Não há eleitor que não esteja indignado com “tudo isso que está aí” (corrupção, roubalheira nos órgãos públicos, financiamentos eleitorais indecentes, morosidade da Justiça etc.). Os padrões de convivência civilizada sempre estão deteriorados. O moderno convive com o arcaico. Os serviços públicos são indecentes. As humilhações, consequentemente, são constantes. O indivíduo anda descontente, angustiado, indignado e revoltado com essa situação, com a corrupção, com os políticos desonestos, com as falsas promessas, com o nepotismo, fisiologismo (troca de favores e benefícios) e tantas outras coisas, é o mesmo que tem apoiado e votados nos mesmos corruptos de sempre. Todos com quem conversamos querem mais ética e mais justiça, mais igualdade, mais eficiência no serviço público; mais ordem, mais segurança, mais hospitais, mais médicos. Cada um de nós protesta, reclama, amaldiçoa, abomina, critica. Individualmente não concordamos com “nada do que está aí”. Temos a crença e o sentimento de que somos pessoalmente muito melhor do que essa bandalheira que grassa mais intensamente nos tempos recentes. Ninguém aceita, ninguém está de acordo com o mar de lama, o deboche e a vergonha da vida pública e comunitária que nos aflige. Coletivamente, no entanto, o resultado final de todos nós juntos é tudo isso que está aí (esse é o “paradoxo”). Pessoalmente (e no plano dos discursos: orais ou nas redes sociais) somos (e vendemos) a imagem do que gostaríamos de ser (honestos, probos, íntegros, avançados, progressistas, amistosos, cordiais etc.). Discursamos sempre de acordo com essa imagem. Coletivamente não somos nada (ou somos muito pouco) dessa imagem que gostaríamos de ser. É por isso que o todo é muito menos que a soma das partes. Se o produto final (nós como um todo) é horroroso, indecente, indolente, mal-afamado (a classe política nada mais é que uma síntese ou espelho da sociedade que temos), como isso pode acontecer, se nos nossos discursos somos éticos, exemplares, leais, cordiais e probos? Por que discursamos como suecos civilizados e nossa sociedade como um todo é, em termos civilizatórios, tão indecente, tão aberrante, tão tupiniquins? Por que bradamos por honestidade e elegemos Fernando, Geraldo e tantos outros políticos conhecidos e reconhecidamente desonestos?

SE HOUVESSE MORO EM ITABUNA, CUMA JÁ ESTARIA PRESO

A patifaria de Cuma, não resistiria Moro e sua galhardia!
O que faz o prefeito Fernando Gomes (Cuma) permanecer impune e sem ser incomodado pela justiça, talvez sejam a inércia, morosidade e inabilidade dos promotores públicos, juízes de Direito, Desembargadores e membros da Receita Federal, Tribunal de Contas dos Municípios, Controladoria-Geral da União, Conselho de Controle de Atividades Financeiras, Supremo Tribunal Federal, Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e Câmara Municipal de Itabuna. Se a Bahia tivesse um juiz da qualidade técnica e obstinada como é o caso do destemido e incansável ex-Juiz Sérgio Moro, políticos e governantes como o prefeito Fernando Gomes, jamais permaneceriam sendo símbolos de impunidade e contrariedade de que o crime não compensa. É a falta na Bahia de um Juiz de Direito insatisfeito com o que prefeitos fazem de mal feito com o dinheiro público, que resulta em quase 100% de arquivamentos e absolvições de processos judiciais envolvendo gestores municipais. Mas o que podemos identificar como mais negligentes que os órgãos e autoridades que não exercem suas responsabilidades de processar, condenar, prender e fazer corruptos ressarcirem o erário roubado, são seus próprios eleitores e apoiadores. E não há quem possa contestar este fato!

21 de fevereiro de 2019

ARTICULAÇÕES PODEM RESULTAR EM MANGABEIRA E AZEVEDO JUNTOS

Há possibilidade de Azevedo ser vice de Mangabeira
e ambos com apoio de Augusto Castro são favoritos!
Os esforços dos opositores itabunenses do governador Rui Costa (PT) e do prefeito Fernando Gomes (Cuma), é formar uma chapa majoritária imbatível para as eleições municipais de 2020. Neste sentido já juntaram num mesmo palanque, o tucano Augusto Castro e o pedetista Antonio Mangabeira. Mas necessitam agregar a essa dupla, o ex-prefeito Capitão Azevedo. Os três juntos são muito fortes e dificilmente perderão as eleições. A ideia é Mangabeira ser cabeça de chapa, com Azevedo vice e Augusto Castro tendo apoio de ambos, para deputado estadual, dois anos depois. As demais forças políticas e partidárias, que orbitam em torno do carlismo, seriam aglomeradas com distribuição de fatias do bolo do poder a ser conquistado. Isto significa que os partidos não contemplados com vagas na composição majoritária, teriam o benefício de ocupações em secretarias, diretorias e coordenações da estrutura administrativa. As expectativas são favoráveis, para a oposição ser vitoriosa em Itabuna, pois a cidade está enfrentando grandes problemas em áreas cruciais, como Saúde, Educação, Assistência Social, Infra-estrutura e Segurança. Rui e Cuma não estão conseguindo resolver esses problemas e a tendência é a população expressar suas insatisfações através do voto de indignação em candidato da oposição. Sempre foi assim e assim deverá permanecer!

RUI QUER CUMA REELEITO EM ITABUNA

Cuma com apoio de Rui, terá muito menos votos que sem ele!
Rui Costa é um governador baiano muito ruim para a Bahia, mas possui um excepcional senso de gratidão e reconhecendo os relevantes serviços prestados pelo prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (Cuma), para sua campanha de reeleição, age para retribuir o estimulando a aceitar ser candidato a um sexto mandato. Rui Costa não esconde seu compadrio com Cuma e seu interesse em ter ele como seu candidato majoritário em Itabuna em 2020 e para tanto, pouco está se preocupando com opiniões e posições contrárias de petistas, comunistas e aliados como os dirigentes do PSD e PSB. Para ter Cuma como seu prefeiturável, Rui terá que se opor aos seus tradicionais aliados e correligionários, que historicamente possuem relações intempestivas e de oposição sistemática contra o alcaide. A confusão aumentará com a pretensão dos partidos situacionistas, PT (Júnior Brandão, ou Vane do Renascer), PCdoB (Jairo Araújo), PSB (Aldenes Meira) e PP (Erick Júnior), também terem pretensões de manterem suas candidaturas próprias para prefeito. Além da histórica rejeição dos aliados de Rui a Cuma, há também mais obstáculos para esse ajuntamento com a proibição de coligações para as eleições proporcionais e os partidos terão necessidades de terem suas chapas majoritárias, para poderem, no mínimo, eleger vereadores e estes fatos deverão dificultar o governador convergir estes partidos para uma suposta campanha de reeleição de Cuma. Considerando que Rui Costa e Fernando Gomes, estão muito mal avaliados pelos itabunenses, é provável que a oposição de ambos esteja festejando esse "saco de rato e gato", que funcionará como seu maior cabo eleitoral.

20 de fevereiro de 2019

VANE ESTÁ SENDO DISPUTADO POR CARLISTAS E PETISTAS

ACM Neto quer Vane prefeito de Itabuna. Mas Rui Costa também o quer. E
um dos dois, é a única alternativa para Vane ser eleito prefeito ano que vem!
O ex-prefeito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB), tem sido seduzido por petistas e carlista, para os representar como prefeiturável no próximo ano. E para Vane, optar por um desses grupos, é sua única possibilidade de voltar a governar a prefeitura de Itabuna. Sozinho, ou tendo outros grupos políticos e partidários agregados à sua campanha, não deverá fazer Vane contar com recursos e militância suficientes para conquistar a vitória. Se a decisão de Vane for se aliar ao prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, ele poderá ter em sua campanha, partidos como PSDB, PTB, PPS, PV, outros que orbitam em torno do carlismo e o próprio PRB. Isto significará que ele contará com melhores condições competitivas. Mas se sua opção for pelo petismo, Vane terá que voltar a se filiar ao PT e contará com partidos situacionistas, como PSD, PP, PSB, PCdoB e outros menos expressivos. Portanto, aguardaremos o desfecho dessa disputa, para analisar as expectativas de Vane voltar a ser prefeito de Itabuna. 

NIL NÃO DEVE PERMANECER NO VEXAME DE SER SECRETÁRIA

Cuma é como cascas de banana no caminho de Nil
O governador Rui Costa (PT) e o prefeito Fernando Gomes (Cuma), tem algo em comum: não querem que os itabunenses tenham educação pública de qualidade. Em Itabuna, ambos abandonaram as escolas públicas municipais e estaduais. Rui há mais de 4 anos não constrói uma só sala de aula na maior cidade sulbaiana e Cuma já fechou 8 escolas nos últimos 2 anos. O governador e o prefeito podem ser considerados como nocivos a Educação. E não há porque se surpreender com isto, pois ambos são políticos, governantes e de péssima qualidade moral, ética e de gestão. Mas o que é inaceitável e inexplicável, é uma educadora se submeter à condição de protagonizadora de malvadeza contra a educação e educadores. E isto é que está acontecendo com a professora Nilmecy Santos Gonçalves (Nil), como secretária municipal de educação e responsável direta pela manutenção e avanço do sucateamento das escolas e vertiginoso declínio da qualidade do ensino fundamental em Itabuna. Para demonstrar compromisso com o ensino público, só restará para Nil, pedir exoneração do cargo, pois se submeter como subalterna de Cuma, é um despautério constrangedor para quem estudou, se formou e se qualificou para atuar como educadora e defensora da educação! 

MAIS DUAS ELEIÇÕES E O MORIBUNDO PT ESTARÁ CADAVÉRICO


O PT para sobreviver, terá que desaparecer e depois
renascer com outra denominação e com escrúpulo!
A eleição presidencial do ano passado foi um nocaute para a velha e carcomida política brasileira e fez quadrilhas organizadas de bandidos do colarinho branco entrarem em desespero. Os motivos do pavor dos petistas e comunistas são muitos já que a fatura do desmantelamento da estrutura social, econômica e política tem eles como protagonistas e o preço a pagar está sendo muito caro. Pelo lado petista o desespero é assustador. Do Partido dos Trabalhadores ainda sobra um pouco da figura escarnecida do seu fundador, o presidiário Lula. Libertá-lo é tudo que precisam seus seguidores para tentar salvar alguns trapos do que foi o partido mais ilusionista, corrupto e enganador da história política do Brasil. Sem o chefe, o bando está perdido e não há nenhuma figura no PT que possa substituí-lo ou ao menos representá-lo em pleitos eleitorais. Lula está pagando por sua soberba, oriunda da ignorância e ganância pelo Poder totalitário de toda a máquina partidária. Com pequenas doses de mel ofertada aos seguidores, os manteve sob cabresto e aqueles com qualquer tentativa de gula, foram afastados, senão banidos e desprezados. Com a confirmação da expectativa promissora que está e permanecerá sendo o governo do presidente Jair Bolsonaro e rigidez de combate a corrupção, é possível que logo o PT e seus líderes criminosos, não tenham mais folego e habeas corpus, para voltarem a ludibriar o povo brasileiro.

19 de fevereiro de 2019

VOCÊ CONHECE A PARÁBOLA DA VACA NO PRECIPÍCIO?

Contra-reagir é única opção para quem não quer desistir de lutar
"Um sábio mestre e seu discípulo andavam pelo interior do país há muitos dias e procuravam um lugar para descansar durante a noite. Avistaram, então, um casebre no alto de uma colina e resolveram pedir abrigo àquela noite. Ao chegarem ao casebre, foram recebidos pelo dono, um senhor maltrapilho e cansado. Ele os convidou a entrar e apresentou sua esposa e seus três filhos. Durante o jantar, o discípulo percebeu que a comida era escassa até mesmo para somente os quatro membros da família e ficou penalizado com a situação. Olhando para aqueles rostos cansados e subnutridos, perguntou ao dono como eles se sustentavam.
O senhor respondeu:
- Está vendo àquela vaca lá fora? Dela tiramos o leite que consumimos e fazemos queijo. O pouco de leite que sobra, trocamos por outras mercadorias na cidade. Ela é nossa fonte de renda e de vida. Conseguimos viver com o que ela nos fornece.
O discípulo olhou para o mestre que jantava de cabeça baixa e terminou de jantar em silêncio.
Pela manhã, o mestre e seu discípulo levantaram antes que a família acordasse e preparavam-se para ir embora quando o discípulo disse:
- Mestre, como podemos ajudar essa pobre família a sair dessa situação de miséria?
O mestre então falou:
- Quer ajudar essa família? Pegue a vaca deles e empurre precipício abaixo.
O discípulo espantado falou:
- Mas a vaca é a única fonte de renda da família, se a matarmos eles ficarão mais miseráveis e morrerão de fome!
O mestre calmamente repetiu a ordem:
- Pegue a vaca e empurre-a para o precipício.
O discípulo indignado seguiu as ordens do mestre e jogou a vaca precipício abaixo e a matou.
Alguns anos mais tarde, o discípulo ainda sentia remorso pelo que havia feito e decidiu abandonar seu mestre e visitar àquela família. Voltando a região, avistou de longe a colina onde ficava o casebre, e olhou espantado para uma bela casa que havia em seu lugar.
- De certo, após a morte da vaca, ficaram tão pobres e desesperados que tiveram que vender a propriedade para alguém mais rico. – pensou o discípulo.
Aproximou-se da casa e, entrando pelo portão, viu um criado e lhe perguntou:
- Você sabe para onde foi à família que vivia no casebre que havia aqui?
- Sim, claro! Eles ainda moram aqui, estão ali nos jardins. – disse o criado, apontando para frente da casa.
O discípulo caminhou na direção da casa e pôde ver um senhor altivo, brincando com três jovens bonitos e uma linda mulher. A família que estava ali não lembrava em nada os miseráveis que conhecera tempos atrás. Quando o senhor avistou o discípulo, reconheceu-o de imediato e o convidou para entrar em sua casa. O discípulo quis saber como tudo havia mudado tanto desde a última vez que os viu.
O senhor então falou:
- Depois daquela noite que vocês estiveram aqui, nossa vaquinha caiu no precipício e morreu. Como não tínhamos mais nossa fonte de renda e sustento, fomos obrigados a procurar outras formas de sobreviver. Descobrimos muitas outras formas de ganhar dinheiro e desenvolvemos habilidades que nem sabíamos que éramos capazes de fazer.
E continuou:
- Perder aquela vaquinha foi horrível, mas aprendemos a não sermos acomodados e conformados com a situação que estávamos. Às vezes precisamos perder para ganhar mais adiante.
Só então o discípulo entendeu a profundidade do que o seu ex-mestre o havia ordenado fazer."
(Autor desconhecido)

SULBAIANOS NO PRIMEIRO ESCALÃO É BOM OU NÃO!

Veremos em breve, se os sulbaianos serão, ou não, "Malas sem Alças" para o sul da Bahia!
No governo de Antonio Carlos Magalhães, o itabunense Sérgio Habib foi Secretário de Segurança e o sul da Bahia não herdou nada da sua pasta. E no primeiro governo do petista Jaques Wagner a região cacaueira teve Geraldo Simões na Agricultura, mas sem nenhum programa, obra, ou verba da pasta; Adeum Sauer na Educação, que não construiu uma só sala de aula em Itabuna, ou Ilhéus e Edmon Lucas na extinta pasta do Desenvolvimento e Integração Regional, que também nada fez pelos sulbaianos. Mas a reforma do secretariado do Governo Rui Costa poderá fazer o sul da Bahia ter a oportunidade de ser inserida no mapa dos investimentos estaduais, pois além de Davidson Magalhães e João Carlos Oliveira nas pastas do Trabalho e do Meio Ambiente, respectivamente, está confirmada Adélia Pinheiro na Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Portanto, o sul da Bahia contará com 3 secretários no governo estadual. Talvez a região tenha investimentos e realizações de programas, que a viabilize sua recuperação do tempo que perdeu nas administrações anteriores. Talvez Davidson, João Carlos e Adélia se revelem tão inexpressivos e insignificantes, quanto todos sulbaianos que os antecederam. Queira, ou não, o tempo dirá!

NEILMA E CUMA PARECEM TURISTAS EM ITABUNA

Neilma e Cuma são como turistas para problemas
em Itabuna. Eles nunca visitam áreas degradadas!
Há em Itabuna, um paraíso de quem gosta de luxo. Ainda existem na cidade, bons casarões, mansões, arranha-céus e luxuosíssimos condomínios com piscinas, saunas e quadras poliesportivas. São locais onde moram muitas pessoas que enriqueceram às custas da política. Entretanto, há também uma realidade diferente, longe da luxuosíssima Cidadelle, Jardim das Acácias e Góes Calmon, onde sobrevivem em condições sub-humanas, pessoas pobres, desempregadas e deserdadas que não foram beneficiadas pelo erário. É aí onde se chega a conclusão de que as belezas propagadas pelos governantes são totalmente artificiais e enganosas. A Itabuna que turistas como o marajá prefeito Fernando Gomes (Cuma) e a marani secretária de Assistência Social, Sandra Neilma, não conhecem, tem outro nome. É chamada de Nova Esperança, Nova Califórnia, Nova Itabuna, Novo Horizonte, Nova Ferradas e outros bairros nem tão novos da periferia e que estão distantes do luxo dos arranha-céus e da grande riqueza que propaga a maior cidade do sul da Bahia. Pessoas de cidades mais atingidas pelas gravíssimas consequências do crime da Vassoura de Bruxa, migraram para Itabuna com a esperança de construir um futuro para as suas famílias. A capital da região cacaueira, no entanto, oferece-lhes apenas miséria, baixos salários e trabalho exaustivo em bairros sem ruas pavimentadas e com esgotos a céu aberto e em condições bem próximas às da escravidão e condições sub-humanas. Muitos jovens desses imigrantes não conseguem inserções no mercado de trabalho e alguns acabaram em níveis abaixo da condição de favelados e foram forçados a integrarem facções criminosas. Uma escolha óbvia para qualquer um que não tem outra alternativa. E enquanto turistas visitavam a parte glamourosa de Itabuna e Cuma com seus parentes e aderentes se tornavam muito ricos a prefeitura se tornava pobre e o povo itabunense comia e ainda come, "o pão que Cuma está massando"!

18 de fevereiro de 2019

JÚNIOR BRANDÃO ENFRENTARÁ BARRABÁS NO PT

Júnior terá que vencer a "batalha de Armagedom" no PT,
para livrá-lo da submissão do calhorda "Cabeça de Pitu"!
Há dois mil anos, houve uma disputa em que Barrabás acabou eleito por pelegos e lacaios do então governador Pôncio Pilatos. Os tempos atuais parecem revelar que muitas pessoas não conseguiram enxergar o quanto é prejudicial se submeter ao "canto da sereia" de pústulas de índole diabólica como a do ex-prefeito de Itabuna, Geraldo Simões (Cabeça de Pitu). Talves seja este fato, que esteja interferindo na perspectiva do único vereador petista itabunense, Júnior Brandão, obter viabilidade de candidatura a prefeito pelo PT nas próximas eleições municipais. E o obstáculo maior está na constrangedora realidade do partido ter Geraldo como proprietário e manipulador da maioria dos seus filiados. A desvantagem do parlamentar, paradoxalmente, está no seu caráter decente e antagônico ao seu correligionário oponente, de não ludibriar, enganar, mentir e venalizar acordos, cooptações e articulações. É a nobreza de conduta e retidão de índole, que cria a suspeita de que Júnior Brandão terá muitas dificuldades de se tornar prefeituráveil por um partido, cuja maioria dos filiados, é de gente que pouco se importa com questões morais e éticas, e que vota por moedas de troca e isto nos faz lembrar das 30 moedas de Judas e do desfecho do plebiscito que fez os adeptos e lacaios de Pilatos, Herodes e Caifás, gritarem Barrabás, Barrabás, Barrabás... 

A VENDA DA EMASA É A MÁGICA DA MULTIPLICAÇÃO DA RIQUEZA DE CUMA

É necessário ficar de "olhos arregalados" em tudo o que
houver de garras de ave de rapina de Cuma sobre o erário
Quem quiser que pense que o prefeito Fernando Gomes (Cuma) está com intensões humanitárias e nobres ao atuar com vigor pela urgente privatização da Emasa. O que se pode imaginar neste contexto, é que a concepção dos seus interesses pessoais e inconfessáveis, estão os dividendos milionários que resultarão das negociações que o terão como protagonista. Privatizar a Emasa é o que melhor pode acontecer para a empresa se tornar séria, eficiente e útil à cidade. Mas vendê-la tendo Cuma como prefeito, é "entregar o ouro ao bandido"! Não consigo descrer que Cuma "não dá um prego na estopa", sem primeiro se locupletar do erário e este fato nos faz "ficar com uma purga atrás da orelha", pois a privatização da Emasa deve ter como pressuposto, beneficiar o povo itabunense e não governantes maquiavélicos, gananciosos e corruptos. Com Cuma prefeito, a privatização não deverá se condicionar às regras de uma Agência Reguladora, que determinará percentuais justos de reajustes de tarifas, investimentos em tratamento de esgoto, revitalização das bacias hidrográficas, renovação de toda rede de canalização da cidade e novas aplicações financeiras para crescimento da empresa e estes fatos nos fazem recear que pretensões sórdidas, estejam como pressuposto na negociação. Portanto, somos favoráveis a privatização da Emasa, mas com rigoroso monitoramento das negociações, conversações e com os órgãos sérios e incorruptíveis de monitoramento atuando com "olhos arregalados" e ouvidos meticulosos, para cada passo, palavra, ação, reunião e assinatura do prefeito, nos pormenores que ocorram relacionados à venda da Emasa. 

17 de fevereiro de 2019

O CORONEL NA CORDA-BAMBA

A queda de Santana significará a saída do "último dos moicanos",
num governo acéfalo, inútil, corrupto e prejudicial aos itabunenses
O Secretaria de Segurança Transporte e Trânsito (Sesttran), Gilberto Santana, tem enfrentado muitas dificuldades para administrar a pasta e seus maiores obstáculos, não estão no que ele mesmo anuncia de assédio moral de alguns servidores, inconformados com as mudanças na gestão, que resultaram em punições e descontos na folha de pagamento de subalternos, que chagavam a ter salário maior que o dele próprio; e nem na reorganização do transporte e do trânsito da cidade; e nem nos desafios de reordenar o uso de vagas de estacionamentos no centro da cidade e nem na falta de recursos para implementação de seus projetos no gerenciamento da pasta. O que tem asfixiado a administração do secretário, são as tentativas de imposições de interesses pessoais e inconfessáveis do prefeito Fernando Gomes (Cuma) e a ingerência do "todo poderoso sobrinho do alcaide", Diney Oliveira. Embora Santana não confesse pra ninguém, é sabida sua insatisfação sob a conduta de Cuma e Diney. Mas quem conhece o caráter íntegro e ético do secretário, sabe que ele jamais se submeteria a assinar documentos que não correspondam à lisura de gestão. E sabe também, que sua permanecia na pasta, está focada em não permitir que sua saída represente a vacância de espaço para ser ocupado por quem tem comportamento canino de subserviência. Portanto, a possível breve exoneração do secretário Gilberto Santana, estará explicada na defenestração de dificuldades que ele impõe para não prevalecer mazelas e ilícitos na Sesttran. Por estes fatos, julgamos o caráter de Gilberto Santana e sua compostura, dignas e merecedoras de nossos aplausos. 

A HOMENAGEM QUE DESONRA NOSSAS AUTORIDADES

Itabuna está sob terror das facções criminosas e
sem nenhuma ação pública de combate ao crime!
A situação de temeridade a que a insegurança submete Itabuna, tem níveis tão absurdos, que não seria excêntrico, as facções criminosas denominadas de Raios A, B e DMP, se juntarem numa só confederação e constituírem um Troféu de Honra ao Mérito, para instituições e personalidades, que muito tem contribuído para os ajudar em suas ações de terror em Itabuna. Seria algo que funcionaria como achincalhamento para o "Estado de Direito" e acinte à sociedade em geral. Algo tão vergonhoso para Itabuna, quanto o fato da cidade está entre as 13 mais violentas do país. Neste contexto, o comando do 15* Batalhão de Polícia Militar, o Ministério Público, os Juízes de Direito, os vereadores, o prefeito, os clubes de serviços, os secretários estaduais e ministro de segurança e justiça, o governador e o presidente da república, teriam que ser agraciados com Troféus de Honra ao Mérito do Crime Organizado, pois eles são responsáveis direto, para desorganização e inércia do Estado e órgãos públicos de policiamento, punição, proteção e combate ao crime, que não estão cumprindo suas obrigações. Paradoxalmente, os Raios A, B e DMP estariam sendo justos ao homenagear quem tem contribuído para o fomento e desenvolvimento de suas atividades criminosas. Essas outorgas seriam como "um tapa de luva" nas caras de quem é muito bem pago pelo erário para agir e "dorme em berço esplêndido".

ESPORTES: FALTA ÓLEO DE PEROBA NA CARA CÍNICA DE CUMA

Cuma é quem mais tem estragado o esporte na história de Itabuna
O ilegítimo prefeito Fernando Gomes (Cuma) esbraveja em entrevistas que onde tem o Esporte, a criminalidade não existe entre os jovens e quem o ouve fazer esta afirmação e não sabe o quanto ele é mentiroso, farsante e maquiavélico, chaga a acreditar, pois ele fala com firmeza e semblante de seriedade. Mas o fato é que Cuma acabou com a Secretaria de Esportes, com a Vila Olímpica, com o jogos estudantis, com o campeonato inter-bairros, com o torneio bom de bola e abandonou o estádio Luiz Viana Filho. A gestão de Cuma para os esportes, tem sido "um gol contra" para a juventude itabunense! Além de mau-caráter, Cuma é muito cínico, pois fala uma coisa e faz o inverso. Mesmo reconhecendo e afirmando que "onde tem o Esporte, a criminalidade não existe entre os jovens", ele desmonta e sucateia o setor, não investe em categorias de base e deixa a cidade sem nenhuma atividade governamental de desportos. Assim ele se torna um carrasco para os jovens de Itabuna e age como se estivesse os empurrando para o precipício da ociosidade, cuja consequência é a submissão ao tráfico de drogas e práticas delituosas. Dizer e reconhecer que os esportes são importantes para paz de uma cidade e ter este conceito apenas para enganar e não fazer nada para promover eventos esportivos, é o que se pode fazer de mais prejudicial e dramático para toda a população. As consequências destes fatos resultam em ocorrências policiais que implicam em danos para a qualidade de vida de crianças, jovens, idosos e famílias em geral. Ter Cuma como prefeito, é como estar num time que somente perde e perde de goleada!

16 de fevereiro de 2019

OS FATOS DESMENTEM A PROPAGANDA PETISTA DO HOSPITAL DA COSTA DO CACAU

Rui Costa propaga que está tudo bem no Hospital,
todavia, até os salários dos médicos estão em atraso!
O governador da Bahia, Rui Costa (PT), tem gastado milhões de reais do erário que deveria servir para melhorar os serviços públicos de saúde, para propagar em todo estado, que construiu o Hospital da Costa de Cacau, a 10 quilômetros do centro ilheense e com isso massificar a mentira de que está investindo bem para cuidar melhor dos sulbaianos. E esta excessiva e muito cara publicidade enganosa, deve está ludibriando quem não sabe que este hospital surgiu do fechamento do Hospital Luiz Viana Filho, que possuía mais leitos e profissionais e que estava fincado no centro de Ilhéus. E a situação é tão precária na gestão do Hospital da Costa do Cacau, que o juiz da 3ª Vara do Trabalho de Ilhéus, José Cairo Junior, deferiu medida liminar determinando que o Estado da Bahia suspenda o pagamento da fatura de janeiro à Gerir, empresa que administrava o hospital e na decisão, esta justificado que o objetivo do bloqueio é garantir o pagamento de salário e verbas rescisórias dos trabalhadores. A liminar foi solicitada pelo sindicato dos trabalhadores da área da saúde de Itabuna e região. Vale lembrar que Gerir administrou o hospital por mais de um ano, e a gestão foi marcada pelo atraso dos salários. Estes fatos revelam, que nada do que propagam de positivo sobre o Hospital da Costa do Cacau, corresponde a sua dramática e desumana realidade.

O MPF É CEGO PARA O QUE ACONTECE EM ITABUNA?

A suspeita é que Cuma esteja dominando a Justiça!
Ou o prefeito Fernando Gomes (Cuma), possui o extraordinário poder da invisibilidade, ou os órgãos públicos de fiscalização do erário são displicentes, tendenciosos, ou cooptados. Talvez isto explique o Ministério Público Federal (polo Ilhéus/Itabuna), ter denunciado 13 pessoas em inquéritos que apuram crimes de organização criminosa, falsidade ideológica e corrupção ativa e passiva em ao menos 14 municípios do Sul da Bahia e Itabuna não constar nessa relação. A suspeita desse grupo ter desviado aproximadamente R$ 30 milhões, por meio de ao menos 15 empresas de fachada, a fim de obtenção de vantagens indevidas em fraudes de licitações, é assunto para Juizado de Pequenas Causas, se comparada por exemplo, aos mais de R$ 90 milhões somente com o contrato da prefeitura de Itabuna com a empresa de limpeza Biosanear. Isto significa que apenas em Itabuna, o montante a ser fiscalizado é três vezes superior a dinheirama subtraída das 14 cidades investigadas. Entre as cidades investigadas algumas são muito distantes de Itabuna e este fato está nos mais de 200 quilômetros, que separam Itabuna a Piraí do Norte, Nazaré e Eunápolis. Ou seja, o MPF viajou pra muito longe, para investigar possíveis fraudes de valores inferiores ao que se suspeita está sendo fraudado a pouquíssimos metros do seu escritório na maior cidade sulbaiana. Na ação, o MPF sustenta que a organização criminosa agia de forma estruturalmente ordenada, com divisão de tarefas entre seus membros, a fim de obter vantagens indevidas. “Foram diversas as modalidades de fraudes cometidas: simulação de concorrência, conluio de empresas, modificação ilegal de contratos, sobrepreço/superfaturamento, subcontratações ilícitas, falsidade documental ou ideológica, atos de corrupção e outros ilícitos praticados mediante ajustes, com o concurso de agentes públicos e em conexão eventual com outra organização criminosa independente”, assinala a procuradoria. E tudo isso é o que merece ser investigado na prefeitura de Itabuna. Mas não é! E por que não é? Esperamos que esta resposta não encontre guarida na necessidade de ser constituída uma investigação especial; a averiguação para se descobrir o porque de não haver investigação na prefeitura de Itabuna. 

CUMA CAUSA INSÔNIA A JOZIMAR NA CÂMARA

Enquanto o secretário de Saúde dorme diante das lorotas de Cuma,
o povo "come o pão que o diabo amassou" em Postos e Hospitais!
O insosso e enfadonho discurso do prefeito Fernando Gomes (Cuma) aos vereadores itabunenses ocorrido ontem, sexta-feira (15), na abertura do Ano Legislativo 2019, causou exaustão e sono até à aglomeração de sectários do alcaide. Tanto, que até o secretário de Saúde, Jozimar Salles (foto) não conseguiu manter os olhos abertos. Ele protagonizou na pequena platéia da Câmara Municipal, o "sono dos anjos", que significa dormir em paz e tranqüilo. E isto chamou mais atenção que a cochilada em si. Como pode alguém dormir diante das bravatas e lorotas de Cuma? E como um secretário de Saúde pode ter paz e tranquilidade, diante de declarações mentirosas de que o setor está funcionando bem e com postos com médicos, equipamentos e medicamentos? Como pode Jozimar estar em "sono dos anjos", com centenas de pessoas perdendo noites em busca de fichas para consultas e exames? - Centenas de pessoas são expostas diariamente, às intemperes do clima e risco de serem vítimas de criminosos, para conseguirem exames no laboratório do Hospital Manoel Novais e esta situação desumana não é diferente em todos Postos (foto) - Como pode o secretário de saúde dormir como anjo, com UPA e hospitais sucateados, fechados, fechando, ou em estado deplorável de funcionamento? Qualquer que seja as respostas para essas indagações, elas jamais se sustentarão numa situação, que não seja de indignação, pois a ninguém é dado o prazer de adormecer, com enfermos com incapacidade de dormir adequadamente, simplesmente, porque o secretário de saúde e o prefeito, tratam a saúde e os doentes, com a mesma insignificância a que eles submetem suas responsabilidades e condições humanas e humanistas!

15 de fevereiro de 2019

ABUNDA EM ITABUNA LISTA DE PREFEITURÁVEIS

A maioria dos prefeituráveis em Itabuna, é desclassificável!
Embora as eleições municipais só vão acontecer em outubro de 2020, Itabuna até o dia de hoje já conta com 23 nomes relacionados como candidatos a prefeito. O prefeito Fernando Gomes (Cuma), tem declarado que não concorrerá à reeleição. O seu grupo político não definiu quem será o candidato, dois nomes são cogitados, o do secretário de administração, Son Gomes, e o da primeira dama, Sandra Neilma. Os ex-prefeitos Capitão Azevedo (PTB), Vane do Renascer (PRB) e Geraldo Simões (PT) pretendem voltar ao comando da prefeitura. E até vereadores querem concorrer à sucessão de Cuma: Charliane (PTB), Aldenes (PC do B), Chico Reis (PSDB), Guinho (PDT), Ronaldão (PMN) e Junior Brandão (PT). O deputado federal Josias Gomes (PT) também pode ser candidato, assim como Augusto Castro (PSDB). Alguns nomes novos estão na lista de prefeituráveis, como o empresários Ronaldo Abude (Novo), o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Eric Ettinger Júnior (PP), o Pastor Elias Fernandes (PTC), Chico Franca (PSDB) e o agente da polícia Civil, Lúcio Serra (PSL). Já se anunciam como pré-candidatos, o professor Max (Psol), o assistente social Lourival Vieira (PRB) Irland Correia (Rede) e o ex-candidato a prefeito e suplente de deputado federal, Mangabeira (PDT).