Câmara Itabuna


Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Aniversário de Ilhéus, câmara

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


16 de julho de 2021

A HIPOCRISIA NO USO DOS FAMINTOS

Todo político corrupto enriquece com dinheiro público,
que deveria ser investido para evitar que a fome na cidade

Pensar que, para acabar com a fome, basta oferecer bolsas disto ou daquilo e fazer campanhas para arrecadar alimentos, vestuário e calçados, podem estar com a melhor das intenções, mas é uma solução momentânea. Mais uma vez, estarão tratando o sintoma e não a doença. É o mesmo que uma pessoa com febre tomar um antitérmico. A febre baixa, mas a doença continua. O correto é

procurar um médico para diagnosticar o motivo da febre e combater a doença.

Para atacar de forma objetiva a fome, tem-se que reduzir o número de nascimento de famintos ao mínimo. E onde eles estão? Lógico que, o maior contingente, está nas periferias das grandes cidades. Enquanto não houver um programa do poder público, apoio da iniciativa privada e população, com um trabalho social intenso nas periferias, não haverá a mínima possibilidade de se chegar a um bom termo.

Equipes disciplinares com médicos, enfermeiros e assistentes sociais devem ser colocadas a campo para uma campanha intensa de planejamento familiar. Estas equipes deveriam orientar as famílias, quanto aos problemas que podem ser gerados quando tiverem grandes proles. Elas são passíveis de ter uma residência ínfima, insalubre e sem as menores condições de higiene, alimentação, agasalho, saúde, etc. Nessa campanha, deve-se debater a “paternidade e a maternidade responsáveis”.

Só colocar no mundo os filhos que poderão educar. Assim, estarão evitando que abandonem a escola e ingressem no crime. A Lei que permite a Ligadura de Trompas para homens e mulheres com mais de 25 anos, com dois filhos vivos, deveria proteger o médico, caso a paciente se arrependa e venha processá-lo. Igualmente, mostrar aos homens os prós e contras da vasectomia.

É uma ação que reduziria os abortos em clínicas clandestinas, onde tantas mulheres são vítimas de charlatães e ficam com graves sequelas para o resto da vida. Esse é um trabalho de longo prazo e, enquanto não iniciar e apresentar bons resultados, continuará sendo um programa de campanha para políticos a cada eleição, oferecendo algo imprevisto que jamais resolverá o problema.

Deixando o tempo passar, se tornará insolúvel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.