Câmara Itabuna


Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Aniversário de Ilhéus, câmara

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


16 de junho de 2021

JUSTIÇA DIZ QUE PRISÕES DE CLÁUDIA E ROBÉRIO FORAM NECESSÁRIAS E AS MANTÉM

Imagem do camburão conduzindo Robério para sua nova morada
no presídio de Eunápolis, sob aplausos da população eunapolitana

A Justiça Federal manteve as prisões preventivas do casal milionário e corrupto, ex-prefeito preso em Porto Seguro, Claudia Oliveira (PSD) e ex-prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira (PSD), apontados na "Operação Fraternos" como líderes de uma quadrilha que roubou mais de 200 milhões de reais dos cofres públicos municipais. Eles foram conduzidos à delegacia da Polícia Federal de Porto Seguro, na manhã de terça-feira (15) e

logo após recambiados para Eunápolis (Robério) e Teixeira de Freitas (Cláudia).

Segundo a PF, entre os demais alvos de mandados de prisão preventiva, apenas um deles foi preso. São eles, Humberto Adolfo Gattas Nascif Fonseca Nascimento, ex-vice-prefeito de Porto Seguro, conhecido como Beto do Axé Moi, que assumiu quando Claudia Oiveira foi afastada; Ricardo Luiz Rodrigues Bassalo; Marcos da Silva Guerreiro; e Edmilson Alves de Matos.

As prisões preventivas dos ex-gestores foram necessárias, uma vez que, além de o Inquérito já ter sido concluído, haver perigo de fuga, como já ocorrera em tempo passado, quando ambos estiveram submetidos a essa mesma situação. 

Os três elementos da preventiva foram observados: Indício da materialidade do crime. Perigo de fuga e maus antecedentes.  

Segundo opiniões dos eunapolitanos, "O que aconteceu na terça-feira (15), foi uma resposta da Justiça, contra a corrupção fora do normal. Os elementos da preventiva foram observados. A decisão foi totalmente justa, necessária e com fundamentos lícitos e inquestionáveis. A Justiça foi feita. Se existe comprovação e há possibilidade de fuga, é necessário que ocorra a prisão preventiva", concluiu um comerciante, ex-eleitor de Robério, que não quis se identificar, receoso de represárias.

As prisões de Robério e Cláudia Oliveira foram um fato empolgante para a maioria absoluta do povo de Eunápolis, Porto Seguro e toda região. O casal de ex-gestores de Eunápolis e Porto Seguro, criaram fortuna nesta comunidade e fizeram história na política baiana, como campeões de investigações, processos, condenações e prisões por práticas de corrupção, prevaricação, perseguição e malversação.

A sociedade espera que as prisões sejam prolongadas e eles nunca voltem para o poder público, pois constantemente, roubam e deixam roubar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.