oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Camara


29 de julho de 2016

SEM O ELEITOR VIGARISTA, NÃO EXISTE O POLÍTICO VIGARISTA E VICE-VERSA

Quem vende voto é pior que o mais ladrão dos políticos
Há quem diga que existem dois tipos de eleitores: os que ainda não sabem em quem vão votar, e aqueles que, definitivamente, não sabem votar – e, por isso, fazem as piores escolhas. Eleitores desinformados estão sujeitos a toda sorte de assédio de políticos nem sempre bem intencionados: ouvem promessas que não serão cumpridas e têm a sensação de que ganharam alguma coisa – uma cédula de 50 a 100 reais, uma cesta básica, uma sandália, um tapinha nas costas, santinhos – quando, na verdade, são os que mais perdem depois que são conhecidos os resultados das urnas. A caça ao voto é um vale-tudo sem tamanho. Houve um tempo em que o eleitor ganhava dentaduras – a de cima antes de votar e a de baixo depois que seu candidato era eleito. E, para os portadores de deficiência, primeiro uma muleta e depois a outra. Ainda hoje, candidatos a cargos eletivos dão dinheiro para churrascadas regadas a cerveja para garantir uma dezena de votos – além de prometer vagas em escolas, milheiros de tijolos, vale gás e diversos mimos para conquistar o eleitor. É fato que a vitrine de candidatos também não é das melhores. O que sobra em quantidade falta em qualidade. Este ano não vamos escolher somente o prefeito e seu vice. Mas também vereadores. Em Itabuna serão eleitos (e reeleitos) 21 vereadores. Daqui a dois anos tudo recomeça com eleições para Presidente, Governador, Senadores, deputados estaduais e federais. É muita responsabilidade. E muitos escrutínios – convenhamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.