oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

30 de maio de 2016

LULA DEFINIA PESSOALMENTE PROPINA PAGA

Até quando a Justiça manterá o gangster Lula impune 
“O ex-presidente Lula gerenciou pessoalmente o esquema de corrupção da Petrobras,” afirmou em depoimento o ex-deputado Pedro Corrêa, condenado do mensalão e preso na Lava Jato. Corrêa disse que Lula coordenada tudo, inclusive a indicação dos diretores corruptos da estatal e a divisão do dinheiro desviado entre os políticos e os partidos. A revista Veja teve acesso aos 72 anexos do depoimento de Pedro Corrêa. Em seus depoimentos, sob acordo de delação premiada, o político pernambucano descreveu situações em que Lula tratou com os caciques do seu partido, o PP, sobre os contratos da Diretoria de Abastecimento da Petrobras, comandada por Paulo Roberto Costa, “Paulinho”, preso e condenado. Uma das passagens mais emblemáticas, segundo o delator, se deu quando parlamentares do PP se rebelaram contra o avanço do PMDB nos contratos da diretoria de Paulinho. Um grupo foi ao Palácio do Planalto reclamar com Lula da “invasão”. DESCOMPOSTURA - Lula, de acordo com Corrêa, passou uma descompostura nos deputados dizendo que eles “estavam com as burras cheias de dinheiro” e que a diretoria era muito grande e tinha de “atender os outros aliados, pois o orçamento”, a diretoria era “capaz de atender todo mundo”. Os caciques do PP se conformaram quando Lula garantiu que “a maior parte das comissões seria do PP, dono da indicação do Paulinho”. Se Corrêa estiver dizendo a verdade, é o testemunho mais contundente até aqui sobre a participação direta de Lula no esquema da Petrobras. Ele aponta como beneficiários de propina senadores, deputados, governadores, ex-governadores, ministros e ex-ministros dos mais variados partidos e até integrantes do Tribunal de Contas da União. Além de novos personagens, Corrêa revela como era discutida a partilha de cargos no governo do ex-presidente Lula, conversas e combinações sobre pagamentos de propina dentro do Palácio do Planalto. O depoimento aguarda homologação pelo Supremo Tribunal Federal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.