Câmara Itabuna


Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


20 de julho de 2021

O PODER DE CORDÉLIA FAZ EUNÁPOLIS CRESCER, SEM PERDER A FÉ

Cordélia tem um jeito muito especial de operar sua fé em Deus, com
compartilhamento de humanização e fé em suas ações sociais e políticas

Ao se recusar trabalhar nas sextas-feiras à noite e sábados, durante o dia, por acreditar e respeitar dogmas adventistas), a prefeita Cordélia Torres (DEM) acaba pautando os meios de comunicação, notadamente os ligados aos satânicos Fraternos. Para quem a critica por essa conduta, sua resposta surge através da citação do apóstolo Tiago: “Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês!

            A fé é um dom, que ajuda as pessoas a passarem pelos momentos difíceis e pelas circunstâncias penosas, que sempre ocorrem na vida, quando menos se espera. Para superar essas dificuldades, para ter algum alento ou esperança, é preciso ter fé. Quanto maior a perda, mais necessária é a fé e quanto maior é a fé, maior será a bênção. Bênção, do ponto de vista público, é um favor imerecido.

            Por causa de sua importância, é possível afirmar que a fé é um merecimento, que vem direto de Deus, para aqueles que precisam enfrentar perdas, perigos e momentos de tensão e medo. A fé é como uma luz na escuridão.

            O ser humano que tem fé é aquele que, em geral, já nasce dotado dessa capacidade. Para ele, tudo tem a marca divina e com sua fé consegue entender e orar, buscando coragem e força para poder atravessar o período de angústia, de tristeza e de perdas. Sem fé, não se conversa com Deus, nem se percebe que só Deus pode minorar as perdas e dores pelas quais passamos. Afinal, como pedir ajuda para alguém que nem sequer acreditamos?

            Procurar a verdade das coisas, observar a coincidência dos caminhos, é o primeiro passo para se entender como chegar a ter fé, aquela fé que transpõe todas as dificuldades, sendo tão forte que liberta o indivíduo de suas penas.

            A conduta da Prefeita Cordélia nos lembra a história de um homem que tinha um filho especial, mas não conseguia ter fé. Por não ter fé, o homem sofria muito mais. Se ele tivesse fé, talvez seu sofrimento fosse minorado e, talvez ele não recebesse o desafio, que era ter um filho nas condições que ele teve. Nesse caso, a falta de fé, aumentou, ainda mais, seu sofrimento.

            Mas um certo dia, o garoto perguntou ao pai: Qual o tamanho de Deus? A pergunta fez o homem refletir bastante e passou a ter fé em Deus, a acreditar em Deus. Então ao olhar para o céu o pai avistou um avião e perguntou ao filho: Que tamanho tem aquele avião? O menino disse: Pequeno, quase não dá para ver. Então o pai o levou a um aeroporto e, ao chegar próximo de um avião, perguntou: E agora, qual o tamanho desse avião?

            O menino respondeu: Nossa pai, esse é grande, é enorme! O pai então disse: Assim é Deus, meu filho. O tamanho vai depender da distância que você estiver dele. Quanto mais perto você está e Deus, maior Ele será na sua vida! Quanto maior for a fé, mais bênçãos você receberá.

            Portanto, a Prefeita está certa ao se resguardar no por do sol dos finais de semana; ir à Igreja, ouvir a palavra divina e pedir aos eunapolitanos que se aproximem mais de Deus. A Prefeita sabe que, sem a fé, as obras não são concretizadas. Sabe também que se não fosse sua fé, Deus não estaria operando em sua gestão.

            Ela assumiu um governo endividado, desacreditado e, portanto, sem muitas perspectivas. Como se não bastasse, desde que foi eleita teve que encarar problemas de saúde do esposo, Paulo Dapé, reorganizar a máquina pública, formar uma equipe técnica para assessorá-la, se livrar dos fakes news de blogs e rádios dos Fraternos e, há mais de seis meses, lutar contra a pandemia do novo coronavírus.

            No entanto, com fé em Deus, está equilibrando as contas contraídas na gestão anterior junto aos servidores, fornecedores e prestadores de serviço. Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor. Feliz é o Município que tem uma Prefeita verdadeiramente temente a Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.