21 de abril de 2021

SEIS FATORES QUE JUSTIFICAM EUNÁPOLIS NÃO ADERIR AO CONSÓRCIO DA POLICLÍNICA REGIONAL

Cordélia forma com Jânio a dupla implacável contra
as mazelas implicadas nas artimanhas da Policlínica! 

  A prefeita Cordélia Torres (DEM), tem reiterado sempre que o Município de Eunápolis não vai aderir ao Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS) da Costa do Descobrimento, mantenedor da Policlínica Regional que está situada na cidade, com  procedimentos de consultas e exames médicos de média e alta complexidade.

Os motivos da recusa de Cordélia são muitos, mas podemos avaliar que os mais preponderantes são os seguintes

PRIMEIRO: O Consórcio é

dirigido pelo prefeito (Sub judice) de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos (PSD), que pode ser preso a qualquer momento sob acusação de ser um dos líderes da Quadrilha dos Fraternos, que segundo invetigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, roubou mais de 200 milhões de reais dos cofres públicos municipais.

SEGUNDO: Agnelo Santos se tornou "dono dos cofres do Consórcio da Policlínica", por conta de uma manobra malandra e ilegítima da irmã e então prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira (PSD), que renunciou ao mandato para o eleger seu substituto (só 3 prefeitos atuais votaram em Agnelo).

TERCEIRO: A decisão de não aderir ao Consórcio Intermunicipal de Saúde é de caráter técnico, racional e visa direcionar melhor os recursos que serão investidos exclusivamente para os cidadãos e contribuintes eunapolitanos.

QUARTO: Eunápolis bancar um valor anual de quase R$ 2 milhões para contar com os mesmos serviços de saúde oferecidos atualmente pelo município.

QUINTO: Haveria redução na oferta de serviços, a exemplo de exames de tomografia computadorizada. Enquanto o município hoje realiza uma média de 200 por mês, a Policlínica do Consórcio ofereceria apenas 92 exames mensais desse tipo.

SEXTO: Nas unidades médicas e hospitalares no Brasil, é vedado negar o atendimento, independentemente do que aconteça, sob pena de responsabilidade civil, penal e administrativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.