20 de abril de 2021

O SUJO RUI CONTINUA LIMPO PARA A JUSTIÇA

A "Justiça" fará o sujo Rui sair limpo do lamaçal do seu governo!

Desde o início da pandemia de Covid-19 no Brasil, investigações são feitas com o objetivo de apurar desvios de verba destinadas ao combate da doença e os brasileiros assistem governadores sendo cassados e afastados dos seus cargos e não compreendem as causas que fazem o governador da Bahia, Rui Costa (PT), permanecer impune diante de crimes maiores e mais prejudiciais, que aqueles que afastaram o governador de Santa Catariba (SC), Carlos Moisés da Silva (PSL), que é o primeiro a ser afastado duas vezes do cargo por causa de pedidos de impeachment desde a redemocratização do país, em 1985. O pedido de impeachment está relacionado à

compra dos 200 respiradores por R$ 33 milhões com dispensa de licitação, feita no início da pandemia da Covid-19.

Já o afastamento de Wilson Witzel (PSC) do cargo de governador do Rio de Janeiro e sua proibição de acesso às dependências do governo do estado, decorreu de esquema de proprina para a contratação emergencial e para liberação de pagamentos a empresas que prestam serviço ao governo, especialmente na área de saúde.

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), está na mira do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e pode ser o próximo a ser afastado do cargo. Além de Barbalho, também podem ser afastados os governadores do Amazonas, Wilson Miranda (PSC) e o do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), sendo os dois primeiros já investigados em operações da Polícia Federal.

Todavia, somente os 61 desembargadores e a maioria dos deputados estaduais da Bahia, não enxergaram crime de corrupção na compra de 300 respiradores no valor de 49 milhões de Reais, pagos antecipados a empresa Hemcare. Esses equipamentos nunca foram entregues ao governo estadual baiano. Dinheiro público roubado, desperdiçado, escorrido pelo ralo. E Rui ri...!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.