Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


25 de setembro de 2015

DILMA ESTÁ ACOÇADA E NA CORDA BAMBA

Dilma está assustada com a possibilidade de se ver no olho da rua
A queda vertiginosa da popularidade da presidente Dilma, que iniciou o seu segundo mandato com 56% de aprovação e agora tem o governo avaliado como bom e ótimo por apenas 9% da população, deve-se a razões que viraram motivo de aflição para o povo brasileiro. O desgaste, comparável apenas ao do final do governo José Sarney, reflete prioritariamente a degradação da economia e as consequências de escândalos como o da Petrobras na política. Como, em ambos os casos, a tendência é de a situação se agravar ainda mais, o resultado só pode ser visto como preocupante para Dilma, exigindo ações firmes e imediatas por parte do seu governo. Diante da situação criada, não faltam atitudes açodadas da oposição cobrando a renúncia da presidente e o esforço de interlocutores de Dilma de minimizar os resultados, prevendo reversão breve. O que atemoriza a população e a leva a rejeitar o governo, indicam as pesquisas, são as dificuldades econômicas, percebidas mais nos preços altos, no crédito caro e escasso e no temor do desemprego. E esses são problemas que ainda tendem a se aguçar com as recentes medidas econômicas de ajuste fiscal. Nesse cenário inquietante, a fragilidade política do governo, agravada pelas denúncias de corrupção, torna-se uma preocupação adicional. Os primeiros esforços oficiais para criar uma agenda positiva, com ênfase em programas de impacto popular, mostraram-se insuficientes para dissipar ou mesmo para atenuar o pessimismo. A presidente Dilma precisa se mostrar capaz de conciliar a dureza de um ajuste necessário para corrigir erros de gestão com a capacidade de reconquistar a confiança dos brasileiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.