oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Camara


28 de janeiro de 2014

“TURISTA ENSANGUENTADO É O RETRATO DA BAHIA”, DIZ DEPUTADO

Às vésperas da maior festa de rua planeta – Carnaval de Salvador – e de receber seis jogos da Copa do Mundo de Futebol FIFA, a capital baiana ainda decepciona, e assusta, no quesito segurança. A avaliação foi feita pelo deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), que na manhã desta segunda-feira (27) comentou a foto em que um turista alemão aparece 'lavado de sangue' no Terreiro de Jesus, Pelourinho, um dos cartões postais da Bahia. Para o parlamentar, a imagem do 'turista ensanguentado' retrata o que os baianos vêm sofrendo no dia a dia e joga no colo do governo do Estado toda a responsabilidade pelo o que ele chama de ‘guerra’. Lúcio disse que não se preocupa com a segurança no evento esportivo, e sim com a violência diária sofridas pelos moradores de Salvador e dos demais 416 municípios da Bahia. “Durante a Copa do Mundo a segurança vai ser reforçada para garantir a segurança dos que vêm de fora. Mas, nós que moramos aqui todos os dias não merecemos essa atenção durante todo o ano?”, questiona o parlamentar que se mostra assustado e relembra a pesquisa da ONG Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, do México, que aponta a capital baiana como a 13ª cidade mais violenta do mundo no último ano. O pemedebista também questiona os valores investidos na competição e os ‘legados’ que a mesma deixará para os baianos. “Se os investimentos fossem feitos em transporte público, saúde e até mesmo na própria segurança teríamos resultados positivos. O Pelourinho é um espaço cultural aberto. Nossos jovens poderiam utilizar aquele espaço como um grande livro cultural, mas, por falta de incentivo, virou uma praça de guerra”. “O único legado que ficará para a população são os roubos, balas perdidas, homicídios e explosões. A foto que vi desse alemão serve para refletir sobre o caminho que estamos trilhando. A imagem ganhou destaque da mídia porque se trata de um turista, mas isso vem acontecendo todos os dias e nada é feito”, criticou. Segundo informações de testemunhas, a violência sofrida pelo homem, que não foi identificado, ocorreu depois de um arrastão no Centro Histórico, após o evento Femadum (Festival de Música e Artes do Olodum). Ele teve os pertences levados e ainda foi espancado quando tentou escapar da ação do grupo de bandidos. De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o roubo seguido de agressão, não foi comunicado à Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), mas agentes da unidade seguem procurando o alemão para que o caso seja registrado. Ainda segundo a polícia, 13 ocorrências foram computadas durante os dois dias de festival, sendo 11 furtos, uma briga e uma agressão, números que – segundo a unidade – são avaliados como positivos diante das 12 mil pessoas que compareceram ao evento. A delegacia também não recebeu comunicado de arrastão na festa. Câmeras de segurança instaladas no Centro Histórico podem ajudar na identificação dos agressores que fugiram. (Bocão News).

Um comentário:

  1. NÃO MAIS POSTAREMOS OPINIÕES (ANÔNIMAS, OU NÃO) – Estávamos como um dos blogs com maior quantidade de postagens de opiniões dos leitores. Nunca censuramos, ou deixamos de inserir os comentários enviados sobre nossas matérias, artigos e notícias. Inclusive aqueles que nos ofendiam, caluniavam, difamavam, injuriavam... Entretanto, tivemos diversos dissabores com pessoas enfurecidas com comentários caluniosos, que os prejudicavam, constrangiam e cujos autores eram anônimos, ou se identificavam com o subterfúgio de nomes fictícios e irreais. Diante destes fatos e das sérias consequências decorrentes destas atitudes insanas e inaceitáveis, decidimos suspender a postagem de todos comentários e esperamos contar com a tolerância e compreensão de todos, pois não temos como identificar quem são os leitores que só querem bagunçar, ou nos criar situações embaraçosas. Pesquisaremos um sistema que possamos integrar aqui, para identificar, verdadeiramente, os autores dos comentários nos enviados e assim fazer cada qual responder por eventuais ilícitos. Eventualmente, postamos as matérias em nossa página de facebook e lá é impossível a postagem de comentários anônimos e de autoria inverídica. Portanto, sugerimos este espaço para os leitores educados, bem intencionados e conscientes das consequências de tudo o que é escrito para o conhecimento público. Agradecidamente, Val Cabral.

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.