Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


30 de agosto de 2013

DE DONADON A GERALDO CABEÇA DE PITU, A CORRUPÇÃO É ENDÊMICA NO BRASIL


Quando um grupo se estabelece no governo, nos órgãos do Poder Executivo e controla o dinheiro do Estado, a sociedade sofre bastante, pois ele, logicamente, age em seu próprio benefício. Por isso, a democracia exige alternância de poder e controles sociais atentos. Quando este mesmo grupo, consegue infiltrar-se nas instituições que fazem as leis que regem esta mesma sociedade, legislando em seu próprio favor e promovendo a própria perpetuação, o sofrimento é maior ainda. E quando este mesmo grupo, consegue infiltra-se no judiciário, subvertendo ou paralisando o julgamento dos litígios gerados por esta situação absurda e degradante, temos uma circunstância muito próxima do totalitarismo. O mesmo grupo define as regras, julga e executa. No Brasil, infelizmente, estamos neste estágio mais deteriorado. Trata-se de um grupo com muitas faces e muitos representantes que ocupam muitos cargos e exercem os mais variados papéis. Ele compensa os seus integrantes de maneira abastada que com isso sentem-se melhores do que os demais. Enriquecem por práticas diferentes do trabalho e nada acrescentam. Não trata-se de um partido em especial ou de uma organização, apesar deste grupo assumir muitas vezes estas características. Trata-se, na verdade, de uma ideologia perversa, de uma comunhão de valores, de conceitos e interesses, de uma similaridade de práticas e condutas disseminada por todas as regiões geográficas na imensa maioria dos municípios brasileiros, em todas as esferas do país numa espécie de infecção generalizada que está adoecendo nossa nação, levando-a à desordem absoluta. Eles estão em todos os lugares. No entanto, apesar desta diversidade de perfis, este grupo tem um nome único que reúne e identifica todos os que dele fazem parte. Um nome que especifica e distingue os brasileiros em praticamente duas naturezas antagônicas: nós e eles. Duas naturezas que não se misturam feito óleo e água, e que não servem para os mesmos fins feito o joio e o trigo. Um nome que precisa ser abominado, combatido e reduzido à sua verdadeira condição medíocre. Este grupo tem um nome e por ele devemos começar todas as reformas, todas as mudanças e a construção de uma nova sociedade livre dessa horda: ficha suja.

11 comentários:

  1. Paulo do Pontalzinho31 agosto, 2013

    Sinceramente eu não acredito que possa existir político honesto. Acho que não existe pelo simples fato de que para poder participar da vida política, no mínimo , a pessoa precisa ser omissa, cega, fazer de conta que não está vendo nada, o que já a tornaria desonesta pela omissão. O caso do PT é anacrônico, pois enquanto oposição jurou sua honestidade, sua transparência e a sua ética. Mentiu. Mentiu. Mentiu. Pior do que mentir, soube entender, “comonuncanatesnestepaís” a alma corrupta do político brasileiro e, sabendo disso, aliciou os canalhas. Hoje, temos um Brasil sucateado no que diz respeito a integridade, honestidade e amor ao país. Bandidos como Geraldo Simões são apenas mais um detalhe nesse enredo terrível de corrupção na política nacional. Aponte para uma área do Governo Federal, Estadual e Municipal que não esteja emporcalhado pela corrupção? Aponte, apenas um…

    ResponderExcluir
  2. O aparelhamento da máquina pública, colocando nos postos chaves pessoas ligadas a sindicatos, partidos políticos e amigos fazem essa bandalheira toda, fortalecendo principalmente esses partidos nanicos e os políticos corruptos. Digo partidos nanicos, pois que os grandes já tem sua fatia estabelecida na baderna.
    José Henrique Marques

    ResponderExcluir
  3. Ângelo Barbosa31 agosto, 2013

    Lula e sua camarilha sempre gostaram de títulos: “o Brasil tem um dos melhores sistemas de saúde do mundo, o SUS”, “o Brasil tem uma economia que está entre as mais fortes do mundo”, “com o Pré-Sal, seremos um dos principais países produtores de petróleo do mundo” e por aí vai o festival de sandices proferidas pelo "sapo barbudo" e a gangue a seu serviço.
    Pois bem, eis aqui mais um título a se incorporar à extensa folha corrida do PT: “o Brasil é um dos países mais corruptos do mundo”. Disso não há a menor dúvida, pois se trata de consenso nacional e internacional…

    ResponderExcluir
  4. Wellington Machado dos Santos31 agosto, 2013

    O principal motivo para a criminalidade é a certeza da impunidade.
    O Código Penal Brasileiro é a bem da verdade um emaranhado de leis que permite por uma série de subterfugios que os criminosos escapem das punições.
    Por mais horripilante que tenha sido o crime, não existe hj no Brasil nenhum criminoso que esteja preso mais de 15 anos pelo crime original.
    Quando se fala de corrupção ativa ou passiva a coisa desanda. Ninguém fica preso.
    A imprensa e a sociedade parecem estar muito mais preocupada em protejer os direitos dos criminosos do que das vitimas. Como é que um crime considerado hediondo pode ter redutor de pena?Arrependimento! E a vitima? Ressuscitou para perdoar? E assim acontece também com a corrupção...
    Vide exemplo do Geraldo Simões, que cometeu o crime da vassoura de bruxa e goza da impunidade e dos votos de pessoas ignorantes, analfabetas políticas e venais. Imaginem se o Madoff fosse Brasileiro? E o Alcapone?
    Mesmo o Estado sendo minimo, com as nossas leis a corrupção vai campear.
    Não é o tamanho do estado e sim a severidade de nossas leis...

    ResponderExcluir
  5. CULPA DO POVO, QUE VOTA EM POLÍTICO CORRUPTO COMO ESSE PEDINHA" GERAL DOS CIFRÕES...
    BRUNO BRITO JÚNIOR

    ResponderExcluir
  6. Renato Carvalho31 agosto, 2013

    Eu diria que o político brasileiro é mais corrupto que a média porque o povo não o cassa pelo voto. Enquanto a população for leniente com corrupção, eles farão a festa, pois não há ônus.

    ResponderExcluir
  7. Os partidos políticos estão se tornando o verdadeiro crime organizado no país. Têm estrutura de comando, modus operandi,suporte jurídico de qualidade, eficiente capilaridade e articulação. É preocupante saber que a nossa democracia depende deles. Valdir Barbosa Bastos

    ResponderExcluir
  8. GERALDO É LADRÃO E TODOS OS SEUS ELEITORES SABEM DISSO.
    PORTANTO, O PROBLEMA MAIOR ESTÁ NA CAUSA, QUE É A IMBELICIDADE DE PARTE SIGNIFICATIVA DO POVO.
    BEBETO

    ResponderExcluir
  9. Culpa de quem vota neles.
    Nilton Reis da Silva

    ResponderExcluir
  10. Djalma Góes Ramos31 agosto, 2013

    Os políticos refletem aquilo que o povo é.
    O executivo e o legislativo são nada mais que o resumo do caráter de boa parte de nossa população: desonesto!
    A maioria dos brasileiros gosta de levar vantagem em tudo.
    Desde de uma simples fila de supermercado até uma fila de transplantes de órgãos.
    Sendo assim, por que os políticos deveriam pensar diferente?
    Povo corrupto, políticos corruptos.
    E quem não estiver feliz assim com essa realidade, que se mude para a Suécia, Finlândia, Noruega ou Estado Unidos, que podem não ter governantes 100% honestos, mas têm um judiciário atuante e uma legislação compatível com a realidade.

    ResponderExcluir
  11. O Brasil é um País onde sua população de trabalhadores/escravos encontra-se conformada em ter o fruto do seu labor menosprezado pelos bandidos que os governam. Como pode supervalorizar a roubalheira de políticos que nada produzem em detrimento das riquezas geradas pelos semi-analfabetos que plantam, colhem transportam e produzem os bens comercializados e exportados para gerarem as riquezas surrupiadas pelosa espertalhões do poder? Ao longo do tempo, fomos condicionados a idolatrar os ladrões da política como seres superiores, assim, os respeitamos e tememos.nos sentimos inferiores e desvalorizamos aquilo que produzimos. O povo se conforma com salários aviltantes, enquanto se mata de trabalhar para sustentar os ladrões da política e, assim, eles são por nós conduzidos ao poder para nos manter escravos da ignorância e eternamente subservientes pela covardia que nos impede de tomarmos o nosso destino em nossas mãos e mudarmos definitivamente este país. Só depende de nós. Basta expugarmos os ladrões da vida pública nacional, e que seja através de nossa maior arma: O VOTO.

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.