oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Camara


30 de setembro de 2011

“ESCONDIDOS ATRÁS DA TOGA” IRRITA PELUSO

Cesar Peluso ficou irritado com as declarações da Ministra Eliana Calmon, que disse que a magistratura hoje “está com gravíssimos problemas de infiltração de bandidos que estão escondidos atrás da toga”. Segundo Peluso, em 40 anos de magistratura nunca tinha lido uma coisa tão grave.” E prosseguiu, conforme relatos dos conselheiros presentes: “É um atentado ao Estado Democrático de Direito”. A Corregedora do CNJ disse que não se referiu a toda a categoria: “Falei de alguns poucos que estão querendo se esconder atrás da toga, para causar esse estrago absurdo”. Ela se disse “preocupada com o esvaziamento da correge doria, com a dificuldade que temos de investigar”. E que considera o CNJ “uma luz no fim do túnel para fazer as devidas correções de rumo”. A corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, afirmou nesta quarta-feira (28) à Folha que não recuará das declarações que fez sobre a magistratura brasileira. "Eu não tenho que me desculpar. Estão dizendo que ofendi a magistratura, que ofendi todos os juízes do país. Eu não fiz isso de maneira nenhuma. Eu quero é proteger a magistratura dos bandidos infiltrados", disse. "A quase totalidade dos 16 mil juízes do país é honesta, os bandidos são minoria. Uma coisa mínima, de 1%, mas que fazem um estrago absurdo no Judiciário", reiterou. Segundo a ministra, todos precisam perceber que "a imagem do Judiciário é a pior possível, junto ao jurisdicionado" --público que recorre aos tribunais. "Eu quero justamente mostrar que o próprio Judiciário entende e tenta corrigir seus problemas." Sobre o julgame nto de hoje do Supremo, que poderá limitar os poderes da corregedoria, ela disse que está muito triste. "As portas estão se fechando. Parece haver um complô para que não se puna ninguém no Brasil." Em recente entrevista, Calmon fez duros ataques a seus pares ao criticar a iniciativa de uma entidade de juízes de tentar reduzir, no STF (Supremo Tribunal Federal), o poder de investigação do CNJ. "Acho que é o primeiro caminho para a impunidade da magistratura, que hoje está com gravíssimos problemas de infiltração de bandidos que estão escondidos atrás da toga", declarou em entrevista à APJ (Associação Paulista de Jornais).

9 comentários:

  1. SE EU COMENTAR A MINHA VONTADE EU SEREI PRESO E CONDENADO A 30 ANOS DE PRISÃO SEM DIREITO A CONDICIONAL. POR ISSO OS JUIZES SEMPRE TEM OS MAIORES REAJUSTES SALARIAIS ATÉ MAIORES QUE OS POLITICOS. OS JUIZES SÃO AINDA MAIS PODEROSOS QUE OS POLITICOS POIS OS POLITICOS SÃO LADRÕES MAS PELO MENOS SÃO ELEITOS PELO POVO. OS JUIZES PRATICAMENTE SÃO DONOS DAS LEIS.
    EDMILSON MARQUES

    ResponderExcluir
  2. O STF é uma máfia.

    ResponderExcluir
  3. Val Cabral, todos os juízes brasileiros são ou vão se tornar bandidos... agora ficam procurando meios de calar a boca de quem ousa desafiar esses intocáveis.
    Antonio Cerqueira

    ResponderExcluir
  4. Até que fim!!!
    Alguém resolveu enfrentar os 'deuses'! e muitos deles do mal!
    Pena que que não vai dar em nada... A corrupção está enraizada, nesse Poder também.
    A doutora que se cuide... veja que fizeram com a doutora Patrícia Accioli!
    Reginaldo Duarte da Silva

    ResponderExcluir
  5. Wilson Marques de Lima03 outubro, 2011

    Acho que existe alguma errada nisso tudo. Espero que tudo se resolva de forma limpa, ordeira e honesta. Que esse togados estranhos com a douta Eliana Calmon enxerga, sejam expurgados das cátedras que ocupam para que outros de grande saber e ações jurídica em prol da limpeza sejam elevados.

    ResponderExcluir
  6. Todo mundo que tem um mínimo de discernimento sabe que existem muitos bandidos togados ( nas instâncias superiores, principalmente), até juízes. Esse Peluso diz que a declaração da presidente do Conselho Nacional de Justiça foi "um atentado ao estado de direito?" Atentado ao estado de direito é a existência de picaretas (incluindo o Peluso) no STF e juízes corruptos nos tribunais superiores. CADEIA PARA ESSES BANDIDOS. MUDANÇA NA LOMAN JÁ"
    João Pedro Ernesto Santos

    ResponderExcluir
  7. Ela os vê porque os há. Como a digna magistrada pode ser censurada se toda semana saem decisões de nossas altas cortes que parecem ter o único objetivo de proteger da lei as piores espécies de bandidos que pululam dentro desse país?
    Se juristas são indicados para a suprema corte não em função de seu notório saber jurídico, mas em função das demandas que ali estão encalhadas, pensar o quê? O judiciário hoje é tão desacreditado quanto o legislativo e o executivo, conseguiram o tão sonhado equilíbrio entre os três poderes. Nivelaram por baixo e o Lula nomeou oito deles.
    Otávio Lopes

    ResponderExcluir
  8. Ela foi corajosa e merece a nossa solidariedade.
    Nunes

    ResponderExcluir
  9. Antonio Fonseca03 outubro, 2011

    Corregedora Eliana Calmon, honra a toga que veste, e honestidade política. Isso foi um tapa na cara dos corruptos, e respeito à esse povo tão sofrido...

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.