oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

25 de dezembro de 2010

PENTIMENTO: O NATAL DO POETA

Antiga pintura na tela, na medida em que envelhece, por vezes se torna transparente. Quando acontece, é possível em algumas pinturas ver as linhas originais. Uma árvore irá se mostrar através do vestido da mulher. Um barco não está mais sobre um mar aberto. Isso é chamado de “pentimento” porque o pintor de repente mudou de idéia. Ando experimentando um “pentimento” natalino através da minha primeira ÁRVORE DE NATAL - Toda feita de cipó do sertão potiguar do Seridó. Eu mesmo pintei-a de dourado. As bolas rubras são de vidro, antigas, pesadas, de antiquário. Nunca antes havia pensado em colocar uma árvore de Natal na minha sala. Prefiro luzes coloridas que piscam, velas, anjos barrocos, linho e bordados, flores e frutos. Este ano resolvi quebrar essa tradição sem eira nem beira. Por que não uma árvore de Natal quando se tem vontade e a monta como um pedaço de nossa alma? Em 2011 talvez faça um presépio nordestino. Não sou muito de Papai Noel, prefiro o culto ao lúdico Menino Deus. Esse é um tempo de bons vinhos, saudosos familiares, cardápio farto, canções nostálgicas, perdões e declarações. Tempo bom. Um Natal cheio de Paz e Alegria para todos nós. Sorrisos no Ano Novo. Abraço Bom. (Antonio Nahud Júnior, www.ofalcaomaltes.blogspot.com).

Um comentário:

  1. Val Cabral, quero aproveitar esta oportunidade e desejar feliz Natal para todos que acessam este seu blog. E parabenizar o Antonio Júnior por esta postagem. Mário Cerqueira

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.