Câmara Itabuna


Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


29 de março de 2021

VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA

Wesley Góes foi assassinado por clamar por honra, dignidade e
expressar os sentimentos de policiais militares escravizados por
comandos tirânicos, desumanos e perseguidores de trabalhadores!

Nem sempre heróis vestem capas e voam. E muitos são os heróis nesses tempos temerosos de pandemia do coronavírus. Profissionais da Saúde, rodoviários, trabalhadores de supermercados, farmácias, policiais... POLICIAIS.

Infelizmente, não há como identificar aqui e agora, todos os policiais que protagonizam o heróico ato de evitar saques, assaltos, roubos, assassinatos e proteger a sociedade.

Entre todos os milhares de heróis fardados da Bahia, há um que AGORA e sempre, merece nossa deferência e referência: WESLEY GÓES, Policial Militar itabunense, que

ontem saiu de Itacaré e chegando no farol da Barra, em Salvador, pintou o rosto de verde e amarelo e disparou tiros para cima, chamando atenção dos baianos, contra a indignidade de ser submetido a prender comerciantes e camelôs, que se rebelavam contra o tirânico decreto do governador Rui Costa (dos 49 milhões de reais dos respiradores fictícios), que exige o fechamento do comércio na Bahia.

Atingido por 28 tiros deflagrados por militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Wesley foi sepultado hoje, segunda-feira (29) no cemitério da Santa Casa de Itabuna.

O Policial Militar Wesley Góes foi assassinado por Policiais Militares, defendendo a honra do policial militar do estado da Bahia e caiu assegurando que "Não vou permitir que violem a dignidade e honra do trabalhador".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.