oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

12 de novembro de 2020

VEREADOR É EFEITO; A CAUSA É SEU ELEITOR!

Eleger bons candidatos é muito importante para Itabuna ser uma cidade melhor e entre todos candidatos, além do desportista Romero 45.555, raros são mais qualificados e confiáveis.

O Vereador é muito importante para a sociedade e para o desenvolvimento sustentável de um Município. Não se pode rebaixar o mandato de um Vereador, como se a Câmara Municipal fosse composta por homens que não tiveram seus nomes respaldados e qualificados por meio do voto direto da população. Se há o Vereador hoje nas Câmaras Municipais é por que alguém os colocou ali. Lembrando que esses Vereadores saíram do seio da população, e todos sabiam quanto cada um deles iria receber para desempenhar sua função.

Sem entrar no mérito político da questão, o

Vereador quando eleito deve sim, representar toda a população de uma cidade. Não há que falar em representação de grupos, de bairros, de templos religiosos, ou qualquer outro segmento que represente individualidade por parte do Vereador. Sua ação perante a Câmara deve ser ética, moral e, acima de tudo, compromissada com as reais necessidades de um Município. Posto isso, concluo que é de suma importância o papel do Vereador para a sociedade, pois é ele que tem o dever de votar matérias que de todas as formas atinjam positiva ou negativamente a população. Isto por si só, já é o suficiente para justificar a sua existência e garantir-lhe subsídio digno. O voto inadequado para uma proposição no Plenário, grosso modo é nitroglicerina pura. Com consequência impensável e irreparável para a sociedade como um todo.

Não se esqueçam de que o Vereador sai do meio da população. Ele é um amigo seu, um vizinho, um líder comunitário, um empresário, um professor, um tratorista, entre vários outros. E a escolha desse candidato é responsabilidade do eleitor, que tem o dever de saber escolher aquele que melhor irá representá-lo. Conhecer o papel de um vereador perante o Poder Legislativo, é o mínimo que um eleitor tem que saber, para depois poder se pronunciar contra ou a favor a sua atuação perante a Câmara Municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.