Câmara Itabuna


Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


25 de fevereiro de 2018

CUMA TENTA APUNHALAR RONALDÃO PELAS COSTAS

Cuma conseguirá comprar Otto e trair Ronaldão e Alcântara?
Será que ele usará as moedas do erário, para crucificar amigos?
 
Postei ontem um artigo, sobre "judas iscariortes" e "amigo da onça", referindo-me a quem engana, trai e dissimula. E descrevi o ilegitimo prefeito, Fernando Gomes (Cuma), como a pessoa em Itabuna, que melhor poderia ser classificada como maior protagonista de imperdoável conduta ruim. As justificativas para tanto, estão nas decepções de todos os seguimentos sociais e maioria dos seus dirigentes, que o apoiaram em sua campanha de busca do quinto mandato. E se seu comportamento de ingratidão vitimou pessoas que ele tinha obrigação moral de agradar e não decepcionar, o que esperar dos demais cidadãos e cidadães itabunenses, que não ajudaram e nem votaram para ele? Estes fatos, por si só, já demonstram o caráter abusivo, reprovável e repugnante de Cuma. Ocorre que nada é suficiente no sadismo de quem trai, engana e decepciona. Isto explica o que tem acontecido com o vereador Ronaldão, como sendo vítima de mais uma traição de Cuma. O vereador é tutor de Alcântara Pelegrino como presidente local do PSD, cujo comando estadual, está com o senador Otto Alencar. Ronaldão e Alcântara são como irmãos siameses, embora o segundo seja liderado do primeiro. Ronaldão é o maior aliado de Cuma na Câmara. E mesmo assim, o prefeito trata o vereador como inimigo e uma barata que deve ser pisada e esmagada. Cuma está tentando tirar Alcântara da direção do PSD e para tanto, já enviou diversos interlocutores, incluindo o filho Sérgio Gomes, para persuadir o senador Otto e nomear a secretária Maria Alice, como presidente do partido em Itabuna. Todos receberam respostas negativas, com o atenuante de conseguirem o intento, se houver a anuência de Ronaldão e  Alcântara. A posição do senador desagradou o prefeito, que já está de viagem marcada para Brasília, com o exclusivo propósito de depor Alcântara e mostrar para Ronaldão, que o "rei" é ele e em seu reinado, os feudos devem se submeter aos seus caprichos e injunções. A esta situação se dá o nome de deslealdade, que somente um "judas iscariortes", ou "amigo da onça", infligiria a um parceiro. Cuma é escroto, traidor, ingrato e não creio que Ronaldão e Alcântara se submetam à condição passiva, diante de tamanho despautério. Com a palavra, Otto Alencar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.