Câmara Itabuna


Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


25 de abril de 2015

GOVERNO DILMA GASTOU MAIS DE DOIS BILHÕES DE REAIS COM PUBLICIDADE EM 2014

O PT COMPRA VOTOS COM DINHEIRO ROUBADO DO POVO
A administração pública federal, que inclui ministérios, autarquias e empresas públicas, gastou R$ 2,32 bilhões em publicidade ao longo de 2014. A cifra é 5,7% menor do que o governo federal destinou à rubrica em 2013, quando os gastos somaram R$ 2,46 bilhões, em valores corrigidos pelo IGP-M, ou R$ 2,31 bilhões, em valores correntes. Os dados foram divulgados pela Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República) nesta sexta-feira (24.abr.2015). Chama a atenção que a queda nos valores destinados à publicidade em 2014 não seja tão expressiva em relação ao ano anterior, tendo em vista que 2014 foi um ano eleitoral e o governo estava obrigado a suspender a publicidade durante a campanha e que a economia já não estava bem e exigia alguma contenção geral de gastos. Comparado a 2010, quando a presidente Dilma Rousseff foi eleita pela 1ª vez, o apetite do governo com publicidade em ano eleitoral cresceu 11%. Em 2010, a administração pública havia destinado R$ 2,09 bilhões a propaganda, em valores corrigidos. A proibição de veicular publicidade durante a campanha não atinge empresas que enfrentam concorrência no mercado, como Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O gasto desse tipo de empresas com propaganda em 2014 cresceu 5,3% em relação ao ano anterior, de R$ 1,51 bilhão para R$ 1,59 bilhão. Tirando essas empresas, o dispêndio da administração pública com publicidade caiu de R$ 947 milhões para R$ 724 milhões no período, recuo de 24%. Além dos R$ 2,3 bilhões gastos em publicidade, o governo destinou outro R$ 1,42 bilhão em patrocínios, totalizando R$ 3,74 bilhões em ações de mídia. O patrocínio estatal também rende exposição pública para o governo, mas tem regras diversas da publicidade. Não é necessário licitar uma agência de publicidade –basta aceitar o argumento da entidade ou evento que deseja ser patrocinado e ter sua marca exposta. Na prática, o patrocínio é também uma publicidade para o governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.