Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


31 de agosto de 2014

THIAGO PROVOCARÁ A DERROTA DO PAI FICHA SUJA

Há um adágio revelador para o que pretende o "deputado" ficha suja Geraldo Simões (PT), nestas próximas eleições, com a candidatura do seu parasita primogênito Thiago Feitosa: "Quem quer muito nada tem, e no fim da historia acaba, ficando sem." E se aplica a ele os sete pecados capitais, com predominância à avareza (apego ao dinheiro de forma exagerada, desejo de adquirir bens materiais e de acumular riquezas). O rebento o arrebentará nas urnas. É esta cobiça que o derrotará. E no mesmo barco à pique estará naufrago o seu pupilo. O projeto anterior do Geraldo, era fazer da esposa, Juçara Feitosa, prefeita de Itabuna. Mas o povo itabunense rechaçou a cobiça dele e deflagou duas derrotas humilhante a dita cuja. É óbvio que Juçara não mais ousará se expor ao ridículo de tentar uma nova candidatura. Com o desgaste da esposa, Geraldo passou a investir no filho mais velho. Justamente o mais desequilibrado, desordeiro e irresponsável. Enquanto Geraldo ainda está com sua candidatura sem deferimento da Justiça Eleitoral, por conta de condenações por roubo do dinheiro público (fato que o submete à condição de Ficha Suja), Thiago Feitosa responde em liberdade, processo judicial sob acusação de tentar matar uma família, cujo apartamento ele invadiu na orla de Ilhéus. A vida pregressa do Thiago e a sua candidatura em si, causam estragos insanáveis para as pretensões do pai em se reeleger. Enquanto Geraldo pode viabilizar milhares de votos para Thiago, o vice-versa é de resultado contrário. Thiago deve fazer Geraldo perder milhares de votos. Com sua candidatura, o pai fica impedido de repetir parcerias que o fizeram obter na eleição anterior, mais de 20 mil votos através de Rolemberg e Jota Carlos. E consequentemente acaba sendo condicionado a redobrar esforços e recursos, para si e para o filho. Os deputado federais baianos João Leão e Mário Negromonte foram vitoriosos em serem candidatos e agregarem herdeiros às suas campanhas. Mas eles não eram e nem são bandidos do colarinho branco e nem seus filhos são processados por crime contra a vida e nem são parasitas. 

Um comentário:

  1. Val Cabral31 agosto, 2014

    NÃO MAIS POSTAREMOS OPINIÕES (ANÔNIMAS, OU NÃO) – Estávamos como um dos blogs com maior quantidade de postagens de opiniões dos leitores. Nunca censuramos, ou deixamos de inserir os comentários enviados sobre nossas matérias, artigos e notícias. Inclusive aqueles que nos ofendiam, caluniavam, difamavam, injuriavam... Entretanto, tivemos diversos dissabores com pessoas enfurecidas com comentários caluniosos, que os prejudicavam, constrangiam e cujos autores eram anônimos, ou se identificavam com o subterfúgio de nomes fictícios e irreais. Diante destes fatos e das sérias consequências decorrentes destas atitudes insanas e inaceitáveis, decidimos suspender a postagem de todos comentários e esperamos contar com a tolerância e compreensão de todos, pois não temos como identificar quem são os leitores que só querem bagunçar, ou nos criar situações embaraçosas. Pesquisaremos um sistema que possamos integrar aqui, para identificar, verdadeiramente, os autores dos comentários nos enviados e assim fazer cada qual responder por eventuais ilícitos. Eventualmente, postamos as matérias em nossa página de facebook e lá é impossível a postagem de comentários anônimos e de autoria inverídica. Portanto, sugerimos este espaço para os leitores educados, bem intencionados e conscientes das consequências de tudo o que é escrito para o conhecimento público. Agradecidamente, Val Cabral.

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.