oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

30 de dezembro de 2013

SALÁRIO DE DEPUTADO NO BRASIL É MAIOR QUE NO JAPÃO, NA ALEMANHA E NO CANADÁ

Conforme levantamento realizado pela revista The Economist, referenciado pelo blog Achados Econômicos, o "salário básico" de parlamentares brasileiros é maior que em países ricos e desenvolvidos, como Japão, Alemanha e Canadá. Caso se considere proporcionalmente ao PIB (Produto Interno Bruto) per capita, isto é, pela "média" de renda dos cidadãos brasileiros, o salário dos parlamentares brasileiros superam o de 24 dos 29 países analisados. Atualmente, os ganhos atingem, apenas em relação ao salário básico, US$157,6 mil por ano (13 vezes a média de renda dos brasileiros). Na França e na Suécia, o salário básico equivale a, no máximo, duas vezes o PIB per capita. Na Espanha e na Noruega, a remuneração é muito próxima do PIB per capita e, em outros países ricos, como Estados Unidos e Alemanha, o valor não chega a quatro vezes o PIB per capita. Na Espanha, o salário de um parlamentar corresponde a US$43,9 mil por ano. No entanto, tal conta não corresponde, ainda, ao total de verbas destinadas aos parlamentares brasileiros. Há, ainda, verbas indenizatórias, verbas de gabinete ou cargos de confiança, cota parlamentar, plano de saúde ilimitado, passagens aéreas, auxílio-moradia, carro oficial, entre outros, chegando a atingir mais de R$140.000,00 por mês. Desse modo, somando-se os custos das casas legislativas, o Brasil "supera", em despesas, mesmo os colocados acima do mesmo em ranking de salários. Qual é a sua opinião a respeito de tais despesas? São necessárias e convenientes para o conforto e a motivação de parlamentares, os quais desempenhariam função essencial ao país? São perdulárias ou até mesmo imorais, tendo em vista a desnecessidade, o excesso e a disparidade para com a renda média dos brasileiros? Tais despesas deveriam ser diminuídas, de forma a reverter as verbas remanescentes em benefícios para a população, como saúde e educação? Manifeste sua opinião e contribua para o diálogo democrático. [Fábio Marinho].

Um comentário:

  1. NÃO MAIS POSTAREMOS OPINIÕES (ANÔNIMAS, OU NÃO) – Estávamos como um dos blogs com maior quantidade de postagens de opiniões dos leitores. Nunca censuramos, ou deixamos de inserir os comentários enviados sobre nossas matérias, artigos e notícias. Inclusive aqueles que nos ofendiam, caluniavam, difamavam, injuriavam... Entretanto, tivemos diversos dissabores com pessoas enfurecidas com comentários caluniosos, que os prejudicavam, constrangiam e cujos autores eram anônimos, ou se identificavam com o subterfúgio de nomes fictícios e irreais. Diante destes fatos e das sérias consequências decorrentes destas atitudes insanas e inaceitáveis, decidimos suspender a postagem de todos comentários e esperamos contar com a tolerância e compreensão de todos, pois não temos como identificar quem são os leitores que só querem bagunçar, ou nos criar situações embaraçosas. Pesquisaremos um sistema que possamos integrar aqui, para identificar, verdadeiramente, os autores dos comentários nos enviados e assim fazer cada qual responder por eventuais ilícitos. Eventualmente, postamos as matérias em nossa página de facebook e lá é impossível a postagem de comentários anônimos e de autoria inverídica. Portanto, sugerimos este espaço para os leitores educados, bem intencionados e conscientes das consequências de tudo o que é escrito para o conhecimento público. Agradecidamente, Val Cabral.

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.