Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara Ilhéus Itinerante

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Câmara de Ilhéus - Acompanha sessões remotas

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

Prefeitura Ilhéus


30 de julho de 2012

NA BAHIA, ELEIÇÃO JÁ ESTÁ DECIDIDA EM TRÊS MUNICÍPIOS

Nas eleições municipais deste ano haverá apenas um candidato a prefeito em 122 cidades em todo o Brasil. É o caso, por exemplo, de Mato Queimado (RS), onde o resultado da eleição municipal de outubro já é conhecido mais de dois meses antes da contagem dos votos. Curiosamente, o cenário se repete há quatro pleitos. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Minas Gerais é o estado com o maior número de cidades com candidatos únicos. Em seguida, aparece o Rio Grande do Sul. Na Bahia, três municípios engrossam a lista do TSE. Os eleitores das cidades de América Dourada, Ibipeba e Lafaiete Coutinho terão apenas uma opção de voto para prefeito nas eleições de 2012. Os cartórios eleitorais registraram candidaturas únicas para ocupar as respectivas prefeituras, o que antecipa o cenário político municipal das localidades. Com 15.961 habitantes, a cidade de América Dourada, que fica a 430 km de Salvador, tem como candidato único à prefeitura o atual vice-prefeito do município, Joelson Cardoso do Rosário (PT), da coligação “América de Todos”. Em Ibipeba, a 515 km da capital baiana, que possui 17.021 habitantes, o único candidato é Israel Chaves Lelis (PP), que em 2008 concorreu e perdeu para o atual prefeito, Nei Amorim de Souza. Neste ano, os partidos dos antigos rivais se uniram e lançaram a candidatura única de Israel. Em Lafaiete Coutinho, cidade a 365 km de Salvador, com população estimada em 3.901 habitantes, o único candidato é o atual prefeito Zenildo Brandão Santana (PP), conhecido como “Zé Cocá”. Dados do TSE mostram que a falta de disputa alcança o equivalente a 2,2% dos municípios brasileiros nas eleições deste ano. No pleito passado, em 2008, 180 municípios escolheram seus prefeitos sem disputa. Os números oscilam a cada eleição, sem uma tendência de crescimento ou de queda. É um fenômeno suprapartidário: os candidatos únicos desta eleição estão filiados a nove partidos diferentes. Os dados do TSE revelam também que, onde vai haver disputa, os candidatos declararam a intenção de gastar R$ 11,9 bilhões para ser eleitos. O orçamento das campanhas de prefeitos equivale à metade dos gastos do programa Bolsa Família, de distribuição de renda, durante o ano. Com informações do Estadão.

3 comentários:

  1. Rogério D. Costa Duarte01 agosto, 2012

    Em Itabuna as eleiçõpes também já estão decididas: Vane prefeito; Azevedo atrás e Juçara na terceira colocação!!!!!
    O povo é phoda!!!!!

    ResponderExcluir
  2. ISSO É MUITO RUIM PARA A DEMOCRACIA E DEPÕE CONTRA O POVO DESSAS TR~ES CIDADES! SERÁ QUE NÃO EXISTEM PESOAS QUE PENSAM POR LÁ? POR MELHOR QUE SEJA O POLÍTICO, ELE NUNCA DEVE SER UNANIMIDADE!!!! ISSO É MUITO ARRISCADO PARA UMA SOCIEDADE. Bruno Bastos

    ResponderExcluir
  3. AQUI SÓ DÁ AZEVEDO!
    PARECE ATÉ QUE ITABUNA SÓ TEM UM CANDIDATO. VALDIR FONSECA

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.