oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

26 de julho de 2012

ELEIÇÃO É OPORTUNIDADE DE EXERCER CIDADANIA

Consciente de seus direitos básicos (saúde, educação, moradia, água, segurança etc.,) vote somente em candidatos que tenham compromisso com Itabuna, que visem o bem comum, o interesse do povo. Para isso, conheça a sua história de vida, suas atitudes éticas, cristãs. Reflita: por que fulano A ou B quer ser prefeito, ou vereador? Quais suas intenções? Quais suas propostas de governo? Candidato A ou B é digno do meu voto? Por que eu devo votar nele (a)? Não vote aleatoriamente, cegamente. Use sua inteligência, seu raciocínio. Pense antes de se comprometer com qualquer candidato. Não vote movido pela paixão, pelos brilhos festivos das campanhas, pelas as aparências físicas, pelo tradicionalismo familiar. O futuro de sua cidade está em suas mãos. Por isso, vote com muita responsabilidade. Valorize seu voto, que é sua arma cidadã. Não vote em políticos com ficha suja (ou alguém que lhe seja marionete), oportunistas, mentirosos, hipócritas, que usam o poder político como caminho fácil para beneficiar a si próprio (enriquecimento súbito e ilícito), a seus familiares (emprego, mordomias, vida boa…) e a seus correligionários (emprego, privilégios, dinheiro). Político ficha suja é sinônimo de desgraça na vida do povo. Estamos em plena crise humanitária, com jovens sendo assassinados quase todos os dias. Muitos candidatos poderão querer tirar proveito dessa dramática situação. Trata-se do famoso “pão e circo” ou a famosa “conversa pra boi dormir”. Para muitos politiqueiros, fome, insegurança e miséria rendem votos. Abra seus olhos, fique atento para esse tipo de coisa. Cuidado com os espertos. Não comercialize seu voto, que é sua arma. Vender ou trocar voto por quaisquer coisas (Cesta Básica, material de construção, passagens, óculos, urna fúnbre, remédio, roupa, presente, areia etc.) é um grave atentado a sua dignidade, a sua cidadania, além de ser crime eleitoral. Eleitor sério, honesto, responsável não vende ou troca seu voto. Cuidado para não cair nessa tentação diabólica. Vender voto é coisa do diabo, não deve ter perdão. Candidatos que compram votos na calada da noite, ou em pleno dia, não têm compromisso com a população. Políticos compradores de votos têm como único objetivo o poder pelo o poder, para dele desfrutar das muitas mordomias. Se por acaso, algum candidato quer negociar o seu voto, grave a conversa, tire fotos, depois denuncie à Justiça eleitoral. Não se deixe ser tratado como boiada, massa de manobra. Diga um Não ao voto de cabresto. Você não é animal. Diga um NÃO ao coronelismo. Ninguém manda no seu voto. Você é livre, por isso, vote sem medo no seu candidato ideal. É você quem manda em seu voto. Nem prefeito, vereador nem cabo eleitoral, seja quem for, é dono do seu voto. Seja livre para votar em quem quiser. Assim como urubus gostam de carniças e bruxas detestam mocinhas e crianças, políticos com cabeça de pitu, descompromissados, oportunistas, que só pensam no poder e suas mordomias, gostam de tirar proveito do sofrimento do povo. Faça o seguinte questionamento: por que muitos políticos visitam minha comunidade só em tempo de campanha eleitoral? Quando na minha comunidade faltavam médicos, dentistas, água, escolas, segurança, saneamento básico etc., onde estavam esses ditos políticos? Eles agora estão aparecendo com suas promessas de mil maravilhas. por quê? Se na sua comunidade, a Saúde não funciona como convém, Educação de qualidade não existe, a violência assombra, a corrupção é escancarada, o esgoto corre a céu aberto, o povo não tem qualidade de vida, a fome e a miséria reinam etc. de quem é a culpa, do gestor, ou sua, que não soube escolher? Pense antes de escolher seu candidato. Dê um basta à dependência, à humilhação. Troque os verbos pedir e humilhar, pelo os verbos exigir, cobrar, reivindicar, lutar. O prefeito nada faz por caridade ou favor, porque é bonzinho, mas por estrita obrigação. Você é cidadão (â), portador (a) de plenos direitos. Exerça sua cidadania, lutando pelos seus direitos. Após as eleições, você tem um compromisso com sua cidadania, com seu município: exija dos seus eleitos (prefeito, vereadores) compromisso, trabalho, responsabilidade, transparência e seriedade com a coisa pública. Exija aplicação correta e honesta dos recursos públicos.

12 comentários:

  1. Amigo Val Cabral
    Itabuna é uma grande Sucupira! Por isso é necessário que seu povo eleja vereadores arrojados como vc.
    Washington Reis

    ResponderExcluir
  2. Podem me chamar de ignorante político, mas voto sempre, em branco, chegando lá eles entram para a gang, me aponte um político ou partido que nunca entrou num escândalo. Daniel Teixeira de Almeida

    ResponderExcluir
  3. VOTO CIDADANIA É VOTO PARA QUEM PRATICA CIDADANIA: VANE 10!
    ERIVALDO BASTOS

    ResponderExcluir
  4. Leonardo Duarte de Souza28 julho, 2012

    Exercer a cidadania para compactuar com a vitória desses corruptos que aparecem por aí? meu voto é nulo!

    ResponderExcluir
  5. QUEM VOTA NULO ESTÁ ABRINDO MÃO DE PODER RECLAMAR, CRITICAR, APLAUDIR OU APOIAR.
    QUEM VOTA NULO SE ANULA COMO CIDADÃO, AFINAL NÓS TEMOS OS POLÍTICOS QUE MERECEMOS, O GERALDO, O FERNANDO, AZEVEDO, RUY PORQUINHO, DIDI DO INPS, CLOVIS LOIOLA, , RICARDO BACELAR, RIMUNDO PÓLVORA E OUTROS, SÃO INVENÇÃO DOS ITABUNENSES QUE FAZEM M... NAS URNAS ELEITORAIS... ELES NÃO SURGIRAM DO NADA, FORAM CRIADOS E MANTIDOS NO PODER PELA VONTADE DO POVO DE ITABUNA.
    MANOEL CONRADO

    ResponderExcluir
  6. Sou contra o Voto Nulo e Branco, pois você se absteve em escolher alguem que te represente, e assim não pode reclamar, pois não quis que os problemas da sua cidade se resolvessem... quem vota assim não pode reclamar de nada. Reinaldo Fontes

    ResponderExcluir
  7. Não voto nulo, salvo em casos extremos.
    Quem vota nulo ou em branco, ou justifica, deixa a opção para os outros. Tudo bem, quem não gosta de política não deveria ser obrigado a votar. Mas eu gosto de conhecer e opinar sobre aqueles que pegarão meu dinheiro e decidirão o que fazer com ele.
    Além disso, se eu pesquiso e descubro o candidato menos ruim, voto nele e diminuo a chance do pior ganhar. Se os indignados deixam de votar, deixam a decisão para os conformados, os comprados e os mal informados.
    Abraços,
    Solivaldo Vieira dos Santos

    ResponderExcluir
  8. VOTO CIDADÃO É DIZER NÃO Á CORRUPÇÃO!
    XÔ PT
    SISSI

    ResponderExcluir
  9. Romulado Santana28 julho, 2012

    Todo Cidadão tem o dever de exercer a sua Cidadania participando do processo eleitoral para escolher seus representantes políticos e depois efetuar as cobranças que achar que sejam necessárias, se os escolhidos não corresponderem com os nossos interesses visando o melhoramento de nossa sociedade haveremos de descarta-los em uma próxima eleição, o cidadão que não participa do processo eleitoral escolhendo os seus representantes políticos não terá o direito de reclamar depois das ações que possam contrariar os seus interesses.
    Eu no exercício de minha Cidadania irei depositar o meu voto em José Roberto - 16, para Prefeito de Itabuna, acreditando na sua capacidade de combater a corrupção e exercer um mandato diferente de todos que já tivemos em Itabuna e também por acreditar na sua integridade pessoal e política e na sua formação educacional e política.

    ResponderExcluir
  10. Val Cabral, o VOTO NULO é um protesto válido. Ele quer dizer que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em um ou outro. Esse tipo de voto é importante e é o que efetivamente faz a democracia, pois a existência dele permite que o eleitor manifeste a sua insatisfação. Eu sempre faço questão de exercer minha cidadania, votando em alguém. Caso não encontre esse alguém, com certeza votarei nulo. Rodrigo Costa de Oliveira

    ResponderExcluir
  11. SÓ PRA VER COMO É QUE VAI FICAR, EM "COCADA" EU VOU VOTAR... RSRSRSRSRS...!
    DENELÍSIO CARVALHO DE LIMA

    ResponderExcluir
  12. SÓ PRA VER COMO É QUE VAI FICAR, EM "COCADA" EU VOU VOTAR... RSRSRSRSRS...!
    DENELÍSIO CARVALHO DE LIMA

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.