oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

24 de dezembro de 2010

PAPAI NOEL PRIMEIRO FOI À BRASILIA

Embora o domínio seja o de Papai Noel, a Igreja Católica, desde que eu me entendo de gente, bate na tecla do Natal como a comemoração do nascimento de Jesus. Na concepção cristã, aquela criança nascida numa estrebaria de Belém, seria ninguém menos que o próprio Criador, gestação que teria seu início anunciado nove meses antes, à própria mãe, por uma figura que habitaria os céus: o Arcanjo Gabriel. Este ano não tem sido diferente. Padres, bispos, cardeais, leigos católicos e até o papa têm se devotado a mais uma vez criticar o consumismo que cerca o Natal, centrado apenas na figura do “bom velhinho”. Uma das minhas lembranças prediletas do Natal da minha infância caminha para uma manjedoura que o Padre Auxêncio, minuciosamente construía na Igreja de Nossa Senhora da Conceição. Havia a família (Maria, o resignado e solícito José e a criança). Em volta, os bichos de sempre (bois, ovelhas, galinhas, cachorros). Para provar a transcendência do momento, miniaturas de galinhas, carneiros e patos também lá estavam em submissa atitude, convivendo em fraterna harmonia. Para completar, imagem do Papa João Paulo-II – ao lado, reis magos – também ali marcavam presença na adoração ao Menino Deus. Em permanente exposição na igreja, sempre que podia ficava horas a apreciar e conjecturar sobre tudo aquilo que, aos olhos do jovem que eu era, parecia belo e real. O Papai Noel não tinha grande prestígio, pelo menos na minha casa. Acho que ele não gostava das crianças do meu bairro, porque meus amigos também não recebiam sua generosa visita. Não precisei de muitos natais para ter dolorosas certezas: 1º ) que ele me esnobava; 2º ) de sua inexistência. Há três anos estas convicções seriam seriamente abaladas. É que estive conversando com meu filho Pedrinho, justamente sobre a noite de Natal. É uma festa muito bonita, com variadas atrações, cujo máximo apelo é o desfile de Papais Noeis, e a apoteótica presença do “legítimo” Papai Noel, com direito a carruagem puxada por encantadas renas. Meu filho, um especialista no ramo, foi taxativo: “Pai, esse é o verdadeiro!” O nosso Noel, como costuma fazer quase todo ano, antes de vir a Itabuna, já andou por Brasília e concedeu um aumento aos deputados de quase sessenta e três por cento. Aproveitou e diplomou Paulo Maluf, o “mais ficha limpo do País” e Geraldo Simões, que ficou milionário como trabalhador assalariado de uma rede de supermercado, que já faliu. Brasília agora está gloriosa. Ali estão: o Cabeça de Pitu, Tiririca, Maluf, Papai Noel, Lula e Dilma.

6 comentários:

  1. Val Cabral

    Essa conversa de Natal em Brasília, só serve para festejar o ano "gordo" dos nossos congressistas.
    A mafia do GOVERNO sempre espoliou os aposentados, esses urubus da lei, nos deixa sem saida, o que estao fazendo, sera algo de bom para os aposentados,mais esta ficando caro para o contribuinte esse movimento do fim do fator, esses politicos venderam a mae para o diabo e agora querem ganhar votos com os aposentados.
    E fazem festa com o dinheiro publico tem acabar com a corrupcão antes de qualquer coisa não existe ALI BABA E OS 40 LADROES que ajudem o povo, enquanto estiver na impunidade os politicos jamais vão fazer algo que preste para os brasileiros...
    Daniel Cordeiro dos Santos

    ResponderExcluir
  2. Vamos acreditar no papai Noel, Maluf, Geraldo Simões, Wagner, Fernando Gomes, Capitão Azevedo... nós estamos num mato semcachorro!!!
    Haroldo Gomes

    ResponderExcluir
  3. Isso que tá ai é mesmo que o samba do crioulo doido!!!!!!!!!! E o povo no meio da roda... Carlinhos

    ResponderExcluir
  4. Esse nosso governo vai entrar para a historia...
    + que mentiu
    + que robou
    + passivo
    + corrupto
    + matou
    + formador de carteis
    + inteligente
    + eleitores burros
    + aposentado enganado
    + leis que não se cumpre
    + pobres
    + sem vergonhas
    - distribuicão de rendas
    - carater
    - justica
    - empregos
    ........PORRA CHEGA.

    Wilson Borges

    ResponderExcluir
  5. É incrível, mas a lixeira moral na vida pública espalha o mau cheiro por todos os lados. É uma vaza fétida que transborda como fossa entupida... e que não tem natal que nos faça ficar livres dessa terrível relidade!!!! Guilherme Santos

    ResponderExcluir
  6. e voçe val cabral,que ficou falando 4 anos de Wagner, GERALDO E LULA,contando todo os dias, quantos dias faltavam para eles sairem, e agora comece a contar de novo, pois 2011 já vai começar e voçe vai contar novamente, KKKKKKK´SÓ DANDO RISADA DA SUA CARA DE PAU, PASSE OLEO DE PEROBA, SEU MAMADOR, FALE DE AZEVEDO, FALE DA CAMARA MUNCIPAL, POR QUE NÃO FALA ESTÁ MAMANDO NAS TETAS DA VACA NÃO É, MAIS VAI SECAR SÓ FALTA DOIS ANOS, AGORA CONTO EU E VOÇE VAI PARA ONDE MAMAR HEIM, ESQUEÇA O PT E DEIXE ELES OS ELEITOS TRABALHAREM, VOÇE É FÃ DE GERALDO, WAGNER E LULA E AGORA DILMA O PROJETO DO PT É PARA GOVERNAR 20 ANOS E COLOCAR A BAHIA E O BRASIL NO CAMINHO CERTO, ITABUNA HOJE ESTÁ SOFRENDO POR CULPA SUA, AGORA RESOLVA, NÃO FOI VOÇE QUE NÃO QUERIA JUÇARA HEUM SEU ABESTALHADO

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.