oi

oi

Prefeitura Ilhéus

Saúde Ilhéus

Saúde Ilhéus

29 de dezembro de 2009

POLÍCIA ALAGOANA PRENDE PAI DE ELOÁ

O ex-cabo da Polícia Militar de Alagoas Everaldo Pereira dos Santos, pai da estudante Eloá Pimentel, morta a tiros pelo namorado em outubro do ano passado em Santo André (SP), foi preso nesta segunda-feira, 28, na periferia de Maceió. Everaldo estava foragido desde a morte da filha. Ele é acusado de integrar a gangue fardada, organização criminosa composta por policiais militares e civis, que durante os anos 90 foi acusada de vários crimes de pistolagem, assaltos, roubos e desmanche de veículos. Em novembro deste ano, Everaldo Pereira foi condenado a 33 anos e seis meses de prisão pelos assassinatos do ex-delegado Ricardo Lessa e do seu motorista, Antenor Carlota da Silva, crime ocorrido em 1991. Além de Everaldo, que é conhecido como Amarelo, outro ex-cabo também foi condenado. Os dois foram julgados à revelia, durante um mutirão promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e realizado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL). Everaldo Pereira foi preso após uma denúncia anônima. Ele foi encontrado numa casa da periferia de Maceió e estaria acompanhado de uma mulher, que também teria sido detida.

3 comentários:

  1. Bem dizem os mais velhos, que aqui se faz e aqui se paga!

    ResponderExcluir
  2. O pai de Eloá cometeu muitas atrocidades, fez muita gente chorar a morte dos seus entes queridos. Hoje é ele que está passando por isto, até pior, pois nem pode estar presente no velório nem no enterro da sua filha.

    ResponderExcluir
  3. Eu acredito que tudo que fazemos aqui na terra pagamos, mas, pena que quem pagou foi a filha dele inoscente, que não tinha culpa do pai ser quem é.

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.