28 de março de 2018

NAZAL NEGA TER PEDIDO DE DINHEIRO

Nazal jura de pés juntos, que quem clonou seu celular
é o autor das mensagens indevidas, usando seu nome!
O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal (Rede), emitiu um comunicado hoje, quarta-feira (28) para negar que tenha pedido dinheiro ou qualquer outro benefício por meio de mensagens de celular. Em nota, o gestor alega que teve o celular clonado por pessoas não identificadas. Nazal pede que as pessoas que têm o contato dele não aceitem qualquer pedido ou orientação que parta do referido número. Ainda segundo o vice-prefeito, uma queixa vai ser registrada na polícia para que sejam tomadas as medidas judiciais cabíveis. CLONAR CELULAR É CRIME - Um telefone celular clonado se trata de uma cópia fiel de um aparelho, que possui exatamente o mesmo “DNA” de um aparelho legalizado – no caso, ambos compartilham o mesmo número de discagem e a identificação de série usada pelo fabricante. A diferença está no fato de que a pessoa que utiliza o dispositivo clonado não tem que se preocupar com contas, que são enviadas somente para o dono legal da linha e nem com lisura e boas intensões em suas pretensões de contatos. Aparelhos com essa característica são usados por fraudadores como uma forma de enviar mensagens, fazer ligações telefônicas, que resultam em gravíssimas complicações para o proprietário do aparelho clonado e este é o caso a que Nazal está submetido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.