24 de junho de 2017

APÓS 3 ANOS DE PRISÃO, AMIGOS CRIAM CARD EM REDE SOCIAL PARA LUIZ ARGOLO

Luiz Argolo agora está no lixo que o luxo da corrupção o submeteu 
Preso após três anos, desde abril de 2015, o ex-deputado federal Luiz Argolo foi homenageado por amigos nas redes sociais com um card que faz menção a passagem da sua data de aniversário.  Atualmente ele está em Curitiba, no Paraná. O ex-deputado foi condenado a 11 anos e 11 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além da reclusão, o ex-parlamentar do PP e SD terá que devolver aos cofres públicos o valor de R$ 1.474.422,00, que será corrigido monetariamente até o pagamento.

PABLO DIZ QUE PT VIVE DE "CONVERSA FIADA"

Pablo sabe que Lula teme já está na sarjeta!
O deputado estadual Pablo Barrozo (DEM) aproveitou a sexta-feira/23 para prestigiar o primeiro dia dos festejos do São Joao de Santo Amaro da Purificação, cidade administrada pelo seu correligionário Flaviano Bonfim. Na oportunidade, questionado sobre a instabilidade que o Brasil enfrenta e suas consequências para as eleições de 2018, o demista afirmou: "qualquer tipo de crime que esta sendo investigado, os da Lava Jato, foram oriundos desse governo do PT. A bagunça que está o País hoje e os 14 milhões de desempregados são fruto do desastre dos governos do PT e dos partidos que estavam aliados a ele". Questionado sobre a possibilidade da candidatura de Jaques Wagner no lugar de Rui Costa para uma eventual disputa com Neto para o governo em 2018, Barrozo foi categórico: "tenho certeza que com relação ao prefeito ACM Neto quem tem que estar preocupado é Rui ou Wagner porque eles têm um modelo de gestão falida e fadigada, e o prefeito Neto é um contraposto a isso". Questionado, então, sobre quem seria o candidato mais complicado para uma disputa com Neto, o deputado saiu pela tangente: "então, quem tem que estar preocupado são eles porque as pesquisas mostram que o prefeito ACM Neto está muito bem. Tenho certeza que a população quer mudança em relação a qualquer um que represente esse modelo falido. Neto trabalha com realização, diferente do PT que vive de conversa fiada". Por fim, Barrozo fez questão de parabenizar os festejos juninos de Santo Amaro e não economizou nos elogios ao prefeito: "a festa em Santo Amaro está muito bonita. Não é porque ele é do democratas, mas o prefeito é muito competente".

JUÍZA CONSIDERA ILEGAL INGRESSOS COM VALOR DIFERENTE PARA HOMENS E MULHER

Se homem e mulher ocupam o mesmo o mesmo espaço
por que o homem tem que pagar ingresso mais caro?
A juíza substituta Caroline Lima, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJ-DFT), afirmou que a cobrança de preços diferentes para homens e mulheres, prática muito comum em eventos com serviço open bar, é ilegal. A magistrada entende que “a diferenciação de preço com base exclusivamente no gênero do consumidor não encontra respaldo no ordenamento jurídico pátrio”. A declaração foi feita em resposta a um pedido de liminar feito por um consumidor a respeito dos ingressos do festival Na Praia, previsto para começar em 1º de julho. A juíza negou a urgência para decisão, mas concluiu que a cobrança era indevida. “Ocorre que no caso das mulheres a situação é ainda mais delicada, já que uma prática repetida há tanto tempo pode traduzir uma (falsa) aparência de regularidade, de conformidade. No entanto, felizmente, o tempo não tem o condão de convalidar nulidades de tal porte. Não é ‘porque sempre foi assim’ que a prática discriminatória haverá de receber a chancela do Poder Judiciário, pois o mau costume não é fonte do direito. De forma alguma”, ponderou a juíza. Para Caroline, o Código de Defesa do Consumidor proíbe a existência de cláusulas discriminatórias ou que gerem vantagens desnecessárias. Apesar do posicionamento, a juíza explicou que não poderia dar ganho de causa em liminar, pois tal ação poderia causar prejuízos e inviabilizar o evento. A ação será analisada em trâmite normal.

VEREADOR PASSA SÃO JOÃO NA CADEIA

Jamil está queimado como Judas, por ter traído o eleitorado
O vereador Jamil Ocké, presidente do PP em Ilhéus, vai passar o São João na cadeia, assim como o ex-secretário de Assistência Social Kácio Clay e o empresário Enoch Andrade. Eles estão no Presídio Ariston Cardoso desde 21 de março, acusados de montar um esquema de fraudes com licitações que gerou um prejuízo de mais de 25 milhões à prefeitura de Ilhéus. Eles entraram com vários pedidos de habeas corpus na comarca local e no Tribunal de Justiça da Bahia, mas todos foram negados por unanimidade. O vereador Jamil Chagouri Ocké, o mais votado do município de Ilhéus, foi preso pela operação deflagrada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), que apura fraudes em licitações municipais. Jamil Chagouri Ocké é ex-secretário de Desenvolvimento Social da cidade e foi eleito vereador no último pleito, em 2016, com 2.330 votos. Intitulada "Citrus", a operação cumpriu ainda seis mandados de condução coercitiva e 27 de busca e apreensão, que aconteceram em casas, empresas e prédios públicos, como a Câmara de Vereadores de Ilhéus. O objetivo da ação é desarticular um grupo criminoso que praticava fraudes e superfaturamentos em procedimentos licitatórios realizados pela prefeitura do município. De acordo com o MP-BA, a investigação começou em 2015, mas o grupo já atuava desde 2009. A suspeita é de que as empresas envolvidas tenham lucrado mais de R$ 20 milhões com as fraudes em licitações.

PETISTAS DISCUTEM PLANO B COM PSOL E MOVIMENTOS SOCIAIS E IRRITAM LULA


Nem os próprios petistas querem mais saber de Lula
Dirigentes petistas participaram de uma reunião no último domingo com integrantes do PSOL e de movimentos de esquerda para discutir um programa de governo para o país que deixou o ex-presidente Lula extremamente irritado, informa a Folha de S. Paulo. O encontro foi realizado a convite do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), de Guilherme Boulos, e da Frente Povo Sem Medo, e contou com a participação do ex-ministro da Justiça Tarso Genro e de Vicente Trevas, assessor do Planalto no governo Lula. Segundo participantes da reunião, está em discussão um “programa mais à esquerda”, que vá “além” dos governos petistas. A reforma do sistema tributário, uma auditoria do sistema da dívida e o controle da mídia são propostas em debate, segundo a Folha. Para petistas ligados a Lula que compartilham do seu desacordo com o movimento, a discussão de um programa de governo à revelia do ex-presidente colide com o discurso de que não existe um plano B para a esquerda e o fragiliza neste momento em que se espera uma decisão do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, sobre o caso tríplex do Guarujá, o qual, segundo denúncia do MP, teria sido dado ao ex-presidente pela OAS como parte de pagamento de propina.

RODRIGO MAIA RECEBEU PACOTE COM FEZES


A fedentina está insuportável no Congresso Nacional
A Coordenação de Polícia Judiciária do Departamento de Polícia Legislativa confirmou nesta sexta-feira (23) que um funcionário do gabinete parlamentar do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebeu um envelope com fezes no início da semana. Ainda não há informações sobre a identidade do remetente da correspondência e de que agência dos Correios o envelope foi postado. Os policiais analisam imagens de câmeras de segurança na tentativa de chegar ao autor. Embora não possa ser tipificada como crime, a ação poderá resultar em um termo circunstanciado, que será encaminhado à Justiça para adoção de providências. O caso é classificado como uma brincadeira de mau gosto e deverá ser enquadrado como contravenção, devido ao baixo grau de poder ofensivo.

VEREADOR INVESTIGADO APÓS ÁUDIO VAZAR: 'O POVO TRABALHA POR MIM'


Só um exame de insanidade mental explicará o que quer o edil
A Câmara de Vereadores da cidade de Capão do Leão, no Rio Grande do Sul, protocolou um pedido de investigação contra o vereador Ailton Miranda (PTB). Esta semana o parlamentar se envolveu em uma polêmica por conta de um áudio que vazou após ser enviado para amigos pelo celular. Na gravação, o vereador afirma que a população trabalha por ele. "Eu sou vereador, menina. Eu não sou dono de empresa. Eu sou vereador. O povo trabalha para mim. E tu tens que trabalhar para o povo. É diferente. A senhorita e o senhor esposo têm que trabalhar para o povo. Enquanto eu, aqui, o povo trabalha para mim, tá bom?", disse. Segundo informações do G1, o PTB decidiu afastar Miranda das atividades políticas do partido. Os vereadores ainda precisam votar pela abertura de um processo na comissão de ética da Casa para apurar o caso. O vereador admitiu que a declaração foi "infeliz" e alegou que o áudio não passou de uma brincadeira com os amigos.