31 de março de 2017

ITABUNA TERÁ APLICATIVO PARA MONITORAR ÔNIBUS POR GPS

João e Elvis, da AETU, anunciaram novos ônibus para Itabuna 
O público que utiliza os ônibus coletivos de Itabuna poderá conferir, através de um aplicativo para smartphone, informações sobre itinerários dos veículos que circulam pela maior cidade sulbaiana. O objetivo é que, com a ferramenta, os passageiros diminuam o tempo de permanência nos pontos de ônibus de Itabuna. O usuário do aplicativo precisará ter acesso à internet para utilizar o aplicativo e deverá deixar o GPS ligado. Estas foram informações do diretor da Associação das Empresas de Transporte Urbano (Aetu), João Duarte, que também anunciou em sessão na Câmara de Vereadores de Itabuna, a existência de projetos, que resultarão em melhorias no transporte coletivo na cidade. João Duarte também destacou que, entre as mudanças que estão sendo programadas, Itabuna contará com um novo sistema de bilhetagem e que qualquer assento será prioritário para idosos. As empresas anunciaram que em 15 dias os 26 veículos novos já estarão circulando na cidade. As empresas São Miguel e Sorriso da Bahia, que ganharam a última licitação pública do transporte coletivo em Itabuna, deverão incorporar à frota  mais 25 novos ônibus para atendimento à população com mais segurança e conforto. A São Miguel entrará com mais dez e a Sorriso Bahia, com a incorporação de mais quinze unidades.  Ele adiantou que hoje, 85 ônibus compõem a frota no município, mas, no momento, serão necessários 126 unidades para cobrir à demanda, sinalizando ainda que até o fim do governo, toda a frota de Itabuna será renovada, inclusive, incluindo com a colocação em operação de ônibus com ar condicionado. 

DAVIDSON MAGALHÃES CUSTA R$ 1 BILHÃO POR ANO AO CONTRIBUINTE

O Cururu hoje é aliado de Cuma, a quem ele chamava de Marajá
O deputado federal itabunense, Davidson Magalhães (PCdoB), tem salário de R$ 33.763, auxílio-moradia de R$ 4.253 ou apartamento de graça para morar, verba de R$ 92 mil para contratar até 25 funcionários, de R$ 30.416,80 a R$ 45.240,67 por mês para gastar com alimentação, aluguel de veículo e escritório, divulgação do mandato, entre outras despesas. Dois salários no primeiro e no último mês da legislatura como ajuda de custo, ressarcimento de gastos com médicos. Esses são os principais benefícios de qualquer um dos 513 deputados federais brasileiros, que somam R$ 168,6 mil por mês. Juntos, os deputados custam, em média, R$ 86 milhões ao contribuinte todo mês. Ou R$ 1 bilhão por ano. Os dados são de levantamento do Congresso em Foco com base nos valores atualizados dos benefícios dos parlamentares na Câmara. 

A CORDA QUEBRA DO LADO DE QUEM TEM CARNE FRACA"

Patrões, políticos e governantes roubam e a dor é do trabalhador
Além dos riscos de desmonte de um dos setores mais sólidos da economia brasileira, com prejuízos incalculáveis com a suspensão da importação da carne por mais de 20 países, outra consequência perversa dessa desastrada Operação Carne Fraca é o desemprego. Como se assistiu, nesses últimos dias, frigoríficos do Sul e Sudeste, diante dos prejuízos e da incerteza, simplesmente, fecharam as portas demitindo todos os seus funcionários, que vão se somar aos 13 milhões de desempregados que a crise econômica e política já deixou no seu rastro. Nada mais grave do que uma consequência dessas por conta de uma operação atabalhoada, conduzida por um delegado da Polícia Federal classificado de incompetente até pelos seus colegas. Contudo, para este delegado e seus comandados da Operação Lava Jato, pouco importa o desemprego e outras consequências sociais graves. Eles têm seus empregos assegurados, recebem bons salários e, pelo menos, até agora estavam sendo tratados como “estrelas” pela imprensa. Sim, a corrupção deve ser combatida sempre como fazem os países civilizados, mas sem o desmonte de suas economias. No caso brasileiro é burrice ou má fé.

DEPUTADO LÚCIO VIEIRA COMPRA 75 PASSAGENS COM DINHEIRO PÚBLICO

Lúcio tem preguiça para atuar em benefício do povo sulbaiano
mas voa alto e muito, para se beneficiar de vantagens pessoais
Mesmo com o Congresso em recesso desde o dia 22 de dezembro, a semana entre o Natal e o Ano Novo foi agitada na agência de viagens que atende à Câmara dos Deputados. Ainda que nenhum deputado federal estivesse presente, passagens aéreas eram impressas às centenas. O motivo era a proximidade do último dia do ano. De acordo com as regras da chamada cota –um adendo aos vencimentos do deputado, destinado a reembolsos–, a verba destinada a cada parlamentar pode ser acumulada de um mês para outro, mas não de um ano para o seguinte. O dia 31 de dezembro seria o último para aproveitar o dinheiro que “sobraria” do destinado a cada parlamentar. Naquele dia, o parlamentar poderia comprar passagens aéreas até março. A data limite para o uso delas é amanhã, sexta-feira (31). Os bilhetes aéreos emitidos no dia 28 de dezembro de 2016, uma quarta-feira, em nome do gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (do PMDB-BA e irmão do ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo de Michel Temer, Geddel Vieira Lima), no entanto, fugiram da média. Foram 75 passagens em nome do parlamentar ou no de seu assessor André Luiz Avelar F. Sant’Anna. Os trechos eram de Brasília para Salvador, domicílio eleitoral do deputado, e da capital baiana para o Distrito Federal. Duas passagens iam e voltavam de Brasília a Teresina (PI). Somados os trechos, são 79.935 km, considerando a distância aérea entre as localidades. O número praticamente equivale a dar duas voltas inteiras na circunferência da Terra, que é de 40.075 km. Sobre as passagens, afirmou que “o preço das 75 passagens deve ter sido uma ninharia”. “Se comprasse diariamente, daria umas dez passagens. Se todos pudessem fazer isso, seria ótimo.” Com as compras dos bilhetes, o gabinete do deputado gastou R$ 48.695,78 naquela quarta-feira.

30 de março de 2017

CÂMARA APROVA COMENDA PARA PROFISSIONAIS DA IMPRENSA DE ITABUNA

Adervan no infinito das boas recordações e justas homenagens
Por meio de resolução, os vereadores de Itabuna aprovaram nesta quarta-feira, 29, a criação da Comenda José Adervan de Oliveira. A honraria, proposta por vereador Júnior Brandão (PT), em coautoria com Babá Cearense e Júnior do Trator (PHS, ambos), será concedida a personalidades, entidades e profissionais de imprensa que se destacarem na comunicação social itabunense. Anualmente, cada vereador poderá indicar 01 nome que para receber a homenagem. Depois disso, a indicação terá que passar pelo crivo de 2/3 da Câmara (14 votos), em votação secreta. A Comenda José Adervan de Oliveira contempla 11 categorias indo de repórteres de rádio, TV, fotográfico, cinematográfico, mídia imprensa até jornalismo na Internet, incluindo blogs. O diploma será entregue em sessão solene em 10 de Setembro. Originariamente seria em 1º de Junho, Dia Nacional da Imprensa. Essa mudança partiu do relator da matéria, Beto Dourado (PSDB). O tucano alegou o acúmulo de comendas legislativas no primeiro semestre com a Otaciana Pinto (em março) e as de Cidadania e Honra ao Mérito (em julho). Semana passada, noutra proposta dos mesmos parlamentares, a Câmara incluiu o Dia da Imprensa (01/06) no seu Regimento Interno. “Com essa comemoração e a Comenda buscamos reconhecer o trabalho dos profissionais da comunicação em Itabuna que disseminam as informações cruciais para a formação crítica do nosso povo”, ressaltou o petista Júnior Brandão. As duas resoluções entrarão em vigor assim que promulgadas pelo presidente Francisco Reis (PSDB) através da publicação no Diário Oficial do Legislativo. JOSÉ ADERVAN DE OLIVEIRA - O jornalista José Adervan de Oliveira (1942 – 2017), natural de Boquim/SE, atuou por quase 40 anos na imprensa de Itabuna, especialmente com o jornal Agora, fundado por Adervan em 1981 e em circulação até hoje. Além de trabalhar na mídia impressa e de rádio, Adervan teve passagem pela política ao presidir o PSDB e também candidatar-se a prefeito e vereador. Ele morreu em fevereiro deixando seis netos, três filhas e a viúva, dona Ivone Oliveira.

ESPIONAR O PARCEIRO NO CELULAR É CRIME

ESPIONAR O PARCEIRO NO CELULAR É CRIME
Histórias de ciúmes que têm como pano de fundo as redes sociais se alastram com a velocidade da própria internet. Namoradas que vão atrás de mensagens privadas do seu par e namorados que se aborrecem ao ver que a parceira foi marcada em alguma foto - o vice-versa também é válido - são algumas das situações cada vez mais comuns na rotina dos relacionamentos. O surgimento dos chamados “detetives virtuais” tem provocado uma onda crescente de invasão de privacidade. E o conhecido ditado “quem procura acha” encontra respaldo nos números. Muitos parceiros descobrem que estão sendo traídos “fuxicando” o aparelho celular do companheiro... Entre as formas mais comuns de se confirmar as suspeitas sobre “puladas de cerca” do companheiro é a busca em arquivos no próprio computador, notebook ou tablet do parceiro. O ciúme é um sentimento normal em qualquer relacionamento, mas, quando ele sai do plano dos pensamentos para ações concretas, torna-se um problema. Tanta indiscrição pode ser analisada sob dois aspectos: um deles é o prejuízo aos relacionamentos - e, nesse caso, quem espiona e quem é espionado podem colher resultados desastrosos - e o outro é o lucro de quem cria mecanismos para dar vazão ao instinto caçador de um ciumento incorrigível. Um exemplo da segunda situação é o aplicativo conhecido como Rastreador de Namorado, com funções que dão completo acesso ao celular do parceiro. Além de enviar para um celular cadastrado a localização exata do aparelho no qual está instalado, o aplicativo transmite uma cópia de todas as mensagens enviadas e recebidas pelo celular e revela listas de todas as ligações (realizadas, atendidas ou perdidas). O ciumento tem ainda a opção de mandar uma mensagem para a central do aplicativo e o celular espionado automaticamente realiza uma chamada para o aparelho do desconfiado, que passa a receber todo o áudio do ambiente onde outro celular está. A ideia de criar o rastreador veio da necessidade de preencher uma “lacuna social”. As pessoas são muito curiosas, muito desconfiadas. A tecnologia só auxilia as possibilidades, aprimora a ferramenta investigativa. Aos adeptos desse tipo de estratégia, convém um esclarecimento. Quando não há consentimento do outro para instalar esse tipo de mecanismo em celulares e/ou computadores ou quando a situação começa a se tornar incômoda, a espionagem virtual passa a ser considerada crime, previsto na chamada Lei Carolina Dieckmann, em referência à atriz que foi vítima de espionagem digital e teve fotos íntimas divulgadas na internet. “Celulares, computadores e contas de e-mail são privativos. Aproveitar-se de uma situação para instalar um aplicativo e invadir conversas privadas é abuso de confiança, fraude, que fere os direitos de privacidade. Mesmo que a senha do e-mail ou de redes sociais fiquem gravadas no computador do parceiro, ele não pode usar isso para obter informações privadas. Não importa qual o conteúdo, se tem valor monetário ou político. Se alguém está se aproveitando de uma situação do dia a dia para ter acesso a um computador ou a uma conta para obter informações sem consentimento do proprietário, configura-se crime.

ESPIONAGEM EM CELULAR É PREJUDICIAL AO AMOR

Espionar celular do parceiro faz muito mal à saúde
Além das implicações jurídicas, a espionagem virtual pode render problemas conjugais. Silvana (nome fictício), de 35 anos, descobriu que o marido mantinha uma relação extraconjugal acessando as mensagens do celular dele. “Eu estou sempre ligada, sempre fui assim. Tenho o hábito de ficar procurando alguma coisa errada. Em uma dessas vezes, peguei várias mensagens dele com uma mulher, bem explícitas mesmo”, admite Silvana. O casal chegou a terminar por alguns meses, mas reatou o relacionamento há um ano. Para ela, é normal bancar a detetive virtual. “Não dá pra dar mole nesse mundo cheio de gente sem-vergonha em que a gente vive. Eu confio nele, de verdade. Não confio e nunca vou confiar é nas outras mulheres”, justifica. O ciúme é um sentimento normal em qualquer relacionamento, mas, quando ele sai do plano dos pensamentos para ações concretas, torna-se um problema. É preciso ficar claro que um relacionamento não representa uma fusão das pessoas, portanto não dá direito à invasão de privacidade. Independentemente do nível de relação, um não está inserido dentro do outro. A relação é uma união, na qual as pessoas têm pontos em comum. O casal de namorados Oscar e Juliana (nomes fictícios) cansou de ter problemas devido a redes sociais. Tanto um quanto o outro já cometeram excessos motivados por ciúmes. Juliana alega que Oscar não costumava ser ciumento na vida real, mas no ambiente virtual, a coisa era diferente: “Bastava eu adicionar um homem no Facebook que ele já ficava todo desconfiado, me fazendo mil perguntas”, diz ela. Já Oscar diz que não podia entrar no banho que a companheira corria para suas mensagens privadas. A solução foi compartilhar um único perfil de Facebook. Com a página de casal, Oscar e Juliana se correspondem com os amigos de um e de outro, com as conversas sempre abertas. “Depois disso, não tivemos mais problema nenhum com ciúmes e redes sociais”, afirma a moça. “Não sei se é a melhor forma de se resolver o problema, mas está funcionando para nós”, concorda Oscar. As redes sociais podem ser gatilhos para desentendimentos, porque os ciumentos podem tratar situações imaginárias como reais. O fundamental é ter diálogo, sempre. Uma relação madura e saudável conduz os indivíduos a viver sua própria individualidade, mesmo dentro da relação. COMO EVITAR SER ESPIONADO EM SEU CELULAR? - Nunca registre o histórico de suas conversas, seja no Facebook, Gtalk, ou qualquer plataforma. Essa é a forma mais fácil de ter as informações íntimas facilmente expostas. Praticamente todos os programas e sites têm opções que desativam o registro de históricos de conversa. Celulares de última geração têm algum sistema de bloqueio por meio de senha. Mesmo assim, é preciso ficar atento: as senhas são de fácil visualização para quem está perto de você. Logo, é recomendável trocá-las periodicamente. O recurso que mostra a mensagem assim que ela é recebida na tela do celular pode ser muito prático, porém nada discreto. Os principais sistemas operacionais de celulares permitem a desativação desse recurso. Para conversas que exijam mais discrição, que tal usar um aplicativo diferente do usual WhatsApp? Kik Messenger ou Message Me são exemplos de programas com a mesma função, que podem ficar escondidos em uma pasta na quinta página do seu smartphone.

FERNANDO GOMES E SEU INÍCIO DE GESTÃO COM PERDAS PARA ITABUNA

Prefeito prejudicou milhares de pessoas, com o fechamento do Restaurante Popular
do bairro de Fátima, sob alegação de contenção de despesas, mas gasta com combustíveis
e limpeza pública, muito mais do que era gasto no governo ruim que o antecedeu!
É óbvio que não há como avaliar, pertinentemente, um governo em seus primeiros três meses. Mas dificuldades, desafios e negligências são percebidas e problemas revelados. Assim como podemos aplaudir o êxito do carnaval, também podemos manifestar nossa indignação e protesto, contra perdas injustificáveis da unidade do Restaurante Popular do bairro de Fátima, Programa Ei Mamãe e SinaBahia. Com o fechamento do Restaurante, milhares de pessoas foram prejudicadas; com a extinção do Ei Mamãe, centenas de mulheres grávidas carentes, deixaram de ser assistidas e o fechamento do SineBahia, não considerou o fato dos milhares de empregos que o referido programa viabilizou na gestão passada. Portanto, nada explica tantas perdas, em tão pouco tempo de gestão. Justificá-las por política de contenção de despesas, se perde na insignificância do ponderável, quando se sabe, que os gastos milionários com combustíveis e limpeza pública, estão muito acima dos valores praticados no período do governo de Claudevane Leite (estragado). 

29 de março de 2017

JOSÉ ADERVAN: "O QUE MAIS IMPORTA É SIMPLESMENTE VIVER"!

José Adervan combateu o bom combate, terminou a corrida e guardou a fé
Há bem pouco tempo eu ia ao cemitério para enterrar os avós dos meus amigos, velhinhos que haviam encerrado a sua caminhada tranquilamente, no desenlace natural de uma vida plenamente aproveitada. Depois comecei a ir para o sepultamento dos seus pais, pessoas com as quais eu tinha convivido de perto, homens e mulheres que eu tinha conhecido fortes e produtivos e que sem aviso prévio fecharam os olhos para sempre, quando tanto ainda tinham para nos ensinar. E chegou finalmente, mais de repente ainda, essa hora tristíssima de comparecer ao enterro dos amigos da minha boa relação de amizades. Fiz essa constatação no mês passado, no velório do meu querido amigo, José Adervan, parceiros de boas e longas conversas, infelizmente vitimado por um câncer no domingo do último dia 12 de fevereiro. É interessante como, a partir do outro, vamos tomando consciência do correr da nossa própria existência. Mesmo com a queda veloz dos cabelos, e o embranquecimento dos poucos que teimam em permanecer na nossa cabeça, quando olhamos no espelho parece que ainda vemos a criança de ontem, perdida em algum lugar das nossas retinas já cansadas. Em meio a rugas de expressão e à pele flácida do rosto, é como se ainda se revelasse – somente aos nossos olhos – o menino que um dia fomos, gritando para não deixarmos morrer os sonhos que ele acalentou em seus desejos mais profundos. Mas quando olhamos para os que caminham ao nosso lado, parentes e amigos, essa ilusão logo se desfaz, e a realidade impõe-nos a sua presença impiedosa: “Como fulano envelheceu”; pensamos com os nossos botões, “como sicrana está acabada”, lamentamos em nosso íntimo – e certamente causamos nos contemporâneos que nos veem essa mesma perplexidade, em maior ou menor grau. A pouco mais de meio ano dos meus 56 anos, tenho a consciência de que já possuo mais tempo vivido do que tempo a viver. No embornal fictício onde carrego o que amealhei até agora, há mais passado do que futuro; é o ritmo natural das coisas, e não há nisso nada de extraordinário. A vida não é uma equação matemática, um cálculo aritmético cujo resultado é sempre idêntico e previsível. Viver é impreciso, já nos dissera o saudoso jornalista José Adervan, e é nessa imprecisão que haveremos de navegar mar adentro, ora em meio à intemperes e tempestades, ora usufruindo da leve brisa das manhãs ensolaradas. E há uma frase de Adervan, que é verdadeiramente sábia e pertinente: “O que sei é que nasci e vou morrer. Nesse intervalo, o que mais importa é simplesmente viver”.

PINHEIRO NEGA QUE ESTEJA PRÓXIMO DO PSD DE OTTO

Otto Alencar tenta cooptar o ex-petista Walter Pinheiro
O Secretário de Educação da Bahia, Walter Pinheiro, negou que esteja próximo de fechar com o PSD de Otto Alencar. Pinheiro afirmou que no momento está focado no trabalho na secretaria de educação do estado. “Meu passe atualmente está ligado ao PE, Partido da Educação. Meu passe é do Partido da Educação. Quando eu resolver minha vida na educação eu vou discutir 2018, ainda está muito longe. Não tenho passe ligado a ninguém nem tô fazendo nenhum tipo de leilão. Minha preocupação agora chama-se educação. Estou apartado do Senado por enquanto”, disse. 

MAIS SUJOS QUE PAU DE GALINHEIRO

Só há político bandido, porque existem eleitores pelegos
Segundo o Estadão, Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Humberto Costa (PT-PE) devem desistir do Senado em 2018, optando por uma vaga na Câmara dos Deputados. Acredita-se que o PT será dizimado nas urnas, e eles não podem se arriscar a perder o foro privilegiado. Essas figuras medonhas são hostilizadas por onde passam, em aeroportos, restaurantes, livrarias etc. Cínicos, possivelmente vão se acostumar ao habitual “corrupto (a)!”. O PT perdeu boa parte de seus eleitores em 2016. E continua perdendo. Em 2018, assistiremos ao maior fiasco eleitoral petista. De acordo com analistas políticos, o partido elegerá raros senadores. Dos 58 deputados federais que possui, dizem que conseguirá eleger entre 8 a 10. No Nordeste, o doutrinamento “rouba, mas faz” vem sendo combatido. Encrencados e investigados, Gleisi, Lindbergh e Costa, como diz o provérbio popular, estão “mais sujos que pau de galinheiro”. A Lava Jato está de olho neles. Por Antonio Nahud.

OPERAÇÃO LAVA JATO INSPIRA MOTEL EM BRASÍLIA

Não há quem não suspeite, que celas onde estão presos alguns
corruptos do PT, sejam dignas de mil e uma noites de glamour 
A Operação Lava Jato tem desencadeado outras investigações em todo o país, mas a inspiração não para por aí. Um motel, em Brasília, resolveu se inspirar nas apurações do escândalo de corrupção para tematizar uma das suítes oferecidas. Na entrada do quarto, eles utilizaram ilustrações de presos comuns ao lado de engravatados, grades nas portas e ao redor da cama, além de recortes de jornais com notícias sobre a Lava Jato. Fotos de políticos citados pelas delações premiadas e investigados pela Polícia Federal e o Supremo Tribunal Federal (STF) também são expostas no local. Os ex-presidentes Dilma Rousseff e Lula, ambos do PT, e o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) fazem parte do painel. Além deles, o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força tarefa da Lava Jato no Paraná, também aparece nas fotos. Já dentro do quarto, o padrão vai além do que é visto nas celas de cadeia do país e oferece banheira de hidromassagem, sauna e vista panorâmica de Brasília. De acordo com uma reportagem da Folha de São Paulo, o investimento do motel Altana foi de R$ 15 mil. A arquiteta Cristina Bertozzi, que projetou a suíte, disse que a proposta "era fazer uma cela sofisticada para que o ato de amor fosse dentro de um ambiente especial". 

LUGAR NA FILA PARA SHOW DE JUSTIN BIEBER NO RIO CUSTA ATÉ R$ 1 MI

Justin dá soco na cara de um fã antes do show em Barcelona
Quanto custa um lugar na fila para ver um ídolo de perto? Segundo fãs de Justin Bieber acampados num dos portões do sambódromo do Rio, até R$ 1.000. As barracas começaram a ser montadas quatro meses atrás, e, na véspera da apresentação, a alegria e a ansiedade se misturam à apreensão quanto à chegada de "espertinhos". "É muita falta de noção e de consideração com quem está aqui esse tempo todo", lamentava nesta terça-feira, 28, a estudante de biologia Gabriele Soares, de 19 anos, que se alterna com amigos numa das primeiras barracas. Guardando lugar para a filha de 19 anos, a auxiliar administrativa Isabela Santana, de 41, também estava preocupada com a possibilidade de aparecer gente furando a fila entre esta segunda e terça e terça-feira, 28. "Aconteceu a mesma coisa nos shows de 2013 e de 2011. Antes do show tinha 60 pessoas na frente; no dia, 180. É muito frustrante", contou Isabela. "Eu fico aqui pela minha filha porque ela é uma ótima menina: o Justin Bieber é a única insensatez dela." Outra preocupação é quanto à passarela conectada ao palco por onde o cantor canadense passará cantando e dançando. Circula a informação na fila de que a estrutura não será montada - o que significa que os fãs ficarão mais distantes de Bieber do que imaginavam. "Se isso for verdade, meu sacrifício terá sido jogado fora. Estamos nervosos", contou a estudante Ana Oliveira, de 18 anos. Mais um temor é quanto ao momento da abertura dos portões: um cordão de isolamento formado por mães está sendo organizado para que a ordem da fila seja respeitada. O show será na quarta-feira, 29, às 21 horas, e só poderá se juntar ao pessoal das barracas quem chegar até as 9 horas, alertaram os seguranças aos presentes. A reportagem conversou com pessoas vindas de São Paulo, Minas Gerais, Alagoas e Rio Grande do Sul, incluindo adolescentes trazidos pelos pais. 

CUT DIZ QUE VAI PARAR O BRASIL EM 28 DE ABRIL

Só os generais vão poder por ordem nessa bagunça no país
Presidente da Central Única dos Trabalhadores na Bahia (CUT-BA), Cedro Silva afirmou que a greve geral convocada para o dia 28 de abril irá “parar o Brasil”. Na pauta, está o enfrentamento às reformas feitas pelo governo Michel Temer (PMDB). “Vamos parar o Brasil contra a reforma previdência, trabalhista e essa terceirização. Todas as categorias no Brasil vão parar para gritar o ‘Fora Temer’ e pedir eleições diretas”. O calendário de manifestações é extenso. Segundo Cedro, na quarta-feira (29), às 9h, tem manifestação na Piedade. “Vamos fazer uma comemoração para a cidade, mas uma comemoração pedindo mais emprego, mais cuidado com as pessoas”, apontou. No dia 30, os atos continuam. “No dia 30 temos um protesto das pessoas que não têm casa para morar em Salvador, vai ter uma manifestação ali na ACM, concentrando em frente ao Hiperbompreço”, sinalizou, ao acrescentar: “Dia 31 tem manifestação. É o dia do golpe militar, vamos fazer concentração às 7h da manhã em frente ao Iguatemi e vai ter outra concentração às 9h no Campo da Pólvora”, informou. 

RANKING APONTA DEPUTADOS BAIANOS QUE SÃO MAIS FALTOSOS E GASTAM MAIS

Lúcio Vieira é um deputado parasita, inútil e medíocre, para os
interesses dos itabunenses, que tanto o tem ajudado nas eleições
Em número de presença nas sessões da Câmara dos Deputados, Davidson Magalhães (PCdoB) aparece com a maior pontuação entre os deputados baianos. Félix Mendonça Júnior (PDT), Bacelar (PTN), Antonio Brito (PSD) e Mario Negromonte  Júnior (PP) completam o ranking. Já a lista dos faltosos é encabeçada por Arthur Maia (PPS), relator da Reforma da Previdência, seguido  por Lucio Vieira Lima, Afonso Florence, Sérgio Brito (PSD) e Waldenor Pereira. Dos que respondem processos judiciais, Bacelar acumula a nota mais negativa. Na sequência, estão Roberto Britto (PP), Mário Júnior, Arthur Maia e Erivelton Santana (PEN). O Ranking dos Políticos também avalia os deputados que mais gastaram a chamada cota para exercício da atividade parlamentar - repasse feito mensalmente pela Câmara para cobrir despesas com o mandato, tais como combustível, telefonia, passagens aéreas, alimentação, hospedagem, manutenção de escritório nos estados de origem, aluguel de carros e aeronaves, divulgação do trabalho, consultoria e segurança. Nos cinco primeiros lugares, estão Sérgio Brito, Roberto Britto, Paulo Magalhães (PSD), José Carlos Araújo (PR) e Márcio Marinho (PRB). Os deputados que menos utilizaram a verba foram: Nelson Pelegrino (PT), Davidson Magalhães, Alice Portugal (PCdoB), João Gualberto e Antonio Brito. (Coluna Satélite/Correio)

DIRCEU CRITICA MORO POR MANTER SUA PRISÃO DESDE 2015

José Dirceu (PT) durante interrogatório do juiz Sérgio Moro
Em carta publicada nesta segunda-feira (27) pelo blog Nocaute, do escritor Fernando Morais, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, preso desde agosto de 2015 por suposto envolvimento com o esquema de desvios na Petrobras revelado pela Lava Jato, condena os métodos do juiz da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba, Sérgio Moro, responsável pela operação, e diz que está há três anos sem renda própria e com os bens indisponíveis. Dirceu alega que Moro contraria o entendimento de tribunais superiores e age contra a Constituição ao prorrogar indefinidamente sua prisão preventiva, uma vez que o próprio juiz já condenou o ex-ministro a mais de 30 anos de cadeia em dois processos, e o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que os réus podem responder em liberdade até que sejam condenados em segunda instância. Segundo o petista, Moro ignora o princípio da presunção de inocência. "Ora, minha condenação no processo Engevix-Petrobras não transitou em julgado, logo tenho a presunção da inocência, não a culpabilidade. Ou Moro já a revogou? Mas Moro vai mais longe. Diz que 'o produto do crime não foi recuperado, há outras investigações em andamento e ainda não foi determinada a extensão de minhas atividades'!!! Então Moro já me condena sem sequer ter me investigado?", questiona Dirceu. O ex-ministro argumenta que ministros do STF têm dado votos favoráveis ao uso de tornozeleira eletrônica e defendido que a prisão cautelar se aplica "só em último caso". 

VEJA O RANKING DOS MELHORES E PIORES DEPUTADOS FEDERAIS DA BAHIA

João Gualberto com Augusto Castro, por Itabuna
com o ministro das Cidades, Bruno Araújo
Criado em 2012 por dois empresários brasileiros que integram movimentos de combate à corrupção, o Ranking dos Políticos atualizado com os dados dos três primeiros meses do ano traz a lista dos cinco deputados federais baianos mais bem posicionados no páreo. O primeiro lugar na classificação geral é ocupado por João Gualberto (PSDB), o único do estado na relação dos dez parlamentares da Câmara com a maior pontuação, onde aparece em sétimo. Na segunda, terceira, quarta e quinta colocações, respectivamente, estão Cláudio Cajado (DEM), Lúcio Vieira Lima (PMDB), Benito Gama (PTB) e Elmar Nascimento. Na ponta contrária, a que reúne nomes com baixa avaliação, a liderança ficou com Luiz Caetano (PT), último entre todos os 513 deputados. Abaixo dele, vêm Daniel Almeida (PCdoB) e João Carlos Bacelar (PR), 512º e 511º no ranking geral. Afonso Florence e Waldenor Pereira, ambos do PT, completam o time. Baseada em critérios como assiduidade, quantidade de processos judiciais a que respondem e o total gasto com a verba indenizatória, a ferramenta é alimentada por dados oficiais do Legislativo e do Judiciário disponíveis em portais de transparência. Não foi incluído quem pediu licença do mandato. 

28 de março de 2017

A BANALIZAÇÃO DA POLÍTICA, DE TRUMP A LULA

Trump e Lula são engodos forjados pelo populismo midiático
Um extravagante milionário, apresentador de shows noturnos da televisão norte-americana, Donald Trump, ganha as eleições com uma plataforma bizarra e populista, contra todas as estimativas dos cientistas políticos e governa tal qual propunha. No Brasil, Lula, igualmente populista e chefe do esquema criminoso que destruiu a economia brasileira e conseguiu enlamear ainda mais a corrupta política nacional, lidera as pesquisas para a campanha presidencial em 2018. Um esquema de burla na utilização de produtos vencidos e indevidos, envolvendo algumas fábricas de carnes e derivados, depois de uma longa investigação, é denunciado pela Polícia Federal de forma estrondosa, dando a impressão geral de que toda a carne que consumimos, do churrasquinho de gato da pracinha ao filé do restaurante mais requintado, é perigosa para a saúde. O governo e funcionários demitidos reclamam da maneira espetaculosa com a qual a questão foi explorada e contabilizam os prejuízos em milhões de dólares. É lamentavável que na nossa sociedade a mercadoria atinge tal importância na vida das pessoas que se sobrepõe a qualquer outro interesse de ordem cultural, intelectual ou política. A banalização de programa de televisão, partidos políticos, entidades organizadas e o triunfo da política sensacionalista, são sintomas de um mal maior que afeta a sociedade contemporânea: a ideia temerária de converter em heróis, bandidos do colarinho branco e a nossa natural propensão para nos divertirmos e sofrermos com eles. O momento nacional exige muito equilíbrio, persistência e correção para que ações como a Lava Jato possam ser conduzidas pelas autoridades e apoiadas pela sociedade no sentido de terem consequências consolidadas na Legislação, nos seus desdobramentos futuros e não somente pelo estrago imediato que possam causar aos políticos e empresários corruptos.

A PRESIDÊNCIA TEM QUE TER MELHORES PROVIDENCIAS PARA A PREVIDÊNCIA

A maioria do povo diz não à reforma da Previdência
Diante da repercussão negativa de boa parte da sociedade e já antevendo dificuldades de aprová-lo no Congresso da forma original, o presidente Michel Temer anunciou que a reforma da Previdência só atingiria servidores federais. Caberia aos estados e aos municípios definirem as regras de seus próprios servidores. Mas técnicos do governo e do Congresso estão quebrando a cabeça para adaptar o projeto à nova orientação, pois a mudança esbarra na Constituição. Por isso, já trabalha com outras ideias – deixar de fora apenas professores e policiais civis. Os recuos – que já se tornou uma das marcas do atual governo – mostram, mais uma vez, a fragilidade política do projeto, que precisa de 308 dos 513 votos para ser aprovado na Casa, já que se trata de uma emenda à Constituição. O governo já havia deixado de fora da reforma Forças Armadas, policiais militares e bombeiros, começando a jogar por terra a promessa de que as mudanças afetariam toda a população indistintamente. Para as centrais sindicais e outras entidades, a proposta de reforma da Previdência, apresentada pelo governo em momento de extrema instabilidade política, aponta para sério retrocesso nas conquistas dos direitos sociais. O ponto nevrálgico do projeto é a fixação da idade mínima para aposentadoria em 65 anos. Se aprovada do jeito que está, a proposta vai estabelecer também que o trabalhador precisará contribuir 49 anos para assegurar o recebimento benefício integral. O tempo mínimo de contribuição é 25 anos mas, com o cumprimento desse período, o trabalhador tem direito a apenas 76% da aposentadoria. São regras duras que reduzem substancialmente a chance de o trabalhador usufruir o benefício. Trará impacto maior para o trabalhador rural e as mulheres. O tema é sério demais e deve ser amplamente discutido. O futuro da Previdência diz respeito a todos os brasileiros. A solidariedade motivou o Estado a construir uma estrutura de direitos previdenciários. Por isso, a sociedade precisa se envolver nesse debate e ser ouvida pelo governo, que parece querer aprovar o projeto a todo custo. Não há dúvidas de que é preciso corrigir distorções e tornar o sistema mais eficiente e sustentável, mas não à custa do sacrifício daqueles compõem o elo mais fraco.

CASAL DE PASTORES GAY CELEBRA CULTO EM SALVADOR

Pastores gays afirmam que Igreja também é lugar de gays
Na última vez que Amanda*, de 26 anos, entrou em uma igreja ela saiu chorando depois que o padre disse que os gays não poderiam constituir uma família. Maurício*, 39, passou dez anos indo para cultos e chorava todas as vezes que o pastor dizia que os gays eram “aberrações”. Diante da pressão da família e do pastor da sua igreja, Murilo*, 28, camuflou sua orientação sexual e passou a professar uma fé que não era sua. Amanda, Maurício e Murilo se reuniram na noite deste sábado (26) com outras 100 pessoas – sua maioria homens gays e mulheres lésbicas – para tentar se reconectar com uma religião. O grupo esteve reunido no“Culto da Gratidão – Um ano da Intenção Bahia”, promovido pela Igreja Cristã Contemporânea em Salvador. A igreja, que é evangélica, segue a prática da teoria da inclusão, e é comandada por um casal de pastores gays: Marcos Gladstone e Fábio Inácio, que são casados há dez anos. Eles são pais de três filhos adotivos. “A igreja Contemporânea leva o amor de Deus a todos sem preconceitos. Se Jesus estivesse aqui ele faria parte da nossa igreja porque Jesus sempre andou do lado dos excluídos. E, durante muito tempo, nós fomos excluídos da igreja e da sociedade. A bíblia não condena a homossexualidade. Ela condena a promiscuidade”, explicou o pastor Fábio ao Me Salte minutos antes de iniciar o culto que aconteceu na Associação de Funcionários Públicos do Estado da Bahia, na Rua Carlos Gomes, no 2 de Julho. A Igreja Cristã Contemporânea  é a primeira do Brasil a aceitar LGBTs sem discriminação e ser comandada por homossexuais. Na Bahia, desde o ano passado, estão sendo feitos encontros com missionários. Ontem, foi o primeiro culto oficial e até junho deve ser inaugurada uma sede da igreja na capital baiana conforme o Me Salte antecipou . O local e a data de inauguração ainda não foram definidos. “A bíblia nunca condenou a homossexualidade. Nós fizemos uma leitura histórico-crítica e nos originais percebemos que muitos trechos da bíblia são usados de forma errada para condenar os homoafetivos por algumas traduções. Nas versões originais no grego e no hebraíco vemos que não há uma condenação”, explica o pastor Marcos que fundou a igreja depois de ter que esconder sua orientação sexual por muitos anos. Questionado sobre a convivência com outras religiões, especialmente as de matriz africana, que têm um acolhimento há mais tempo dos LGBTs, o pastor Marcos defende o respeito. “Na igreja contemporânea nós não criticamos nenhum tipo de religião. O que nós fazemos é pregar o amor a todos sem preconceito. É inegável que as religiões de matrizes africanas são mais acolhedoras há mais tempo. Mas a igreja contemporânea acolhe aquele homoafetivo que quer ser cristão”, defende o pastor. A igreja, que atualmente tem sede no Rio de Janeiro (onde foi fundada), Minas Gerais e São Paulo, tem cerca de 3 mil seguidores.

BAHIA TEM DÉFICIT DE QUASE MIL DEFENSORES

Bahia tem déficit de quase mil defensores
Faltando pouco menos de dois meses para o Dia do Defensor Público, celebrado em 19 de maio, os profissionais que atuam na Bahia não têm muito a comemorar e lutam pela maior valorização da atividade. Além de enfrentar um déficit de quase mil defensores, segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), eles reivindicam também melhores condições de trabalho. Com o quadro atual de 276 defensores públicos, a Bahia tem déficit de 963 profissionais, conforme o Ipea, que aponta a necessidade de pelo menos 1.239 defensores para atender à população que ganha até três salários mínimos, considerada o público-alvo da instituição. O quatro atual é inferior à metade do que estava previsto quando aprovada a Lei Orgânica da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE), em 2006, que determinava (há 11 anos) a necessidade de 583 profissionais. Além disso, a Emenda Constitucional 80, de 2014, prevê que, até 2022, todas as comarcas de todos os estados tenham a atuação da Defensoria Pública. Na Bahia, das 279 comarcas, apenas 29 (cerca de 10% delas) contam com pelo menos um defensor público, segundo a Associação dos Defensores Públicos do Estado (Adep), que pede maior "atenção" do governo para a DPE. Com a situação, os maiores prejudicados são justamente aqueles que precisam dos serviços da DPE – ou seja, as pessoas mais pobres ou em situação de vulnerabilidade social – para ter acesso à Justiça. O defensor-geral do estado, Clériston Cavalcante, ressaltou que a DPE tem se empenhado para cumprir a emenda 80 e destacou que a instituição teve aumento de orçamento nos últimos dois anos (leia mais abaixo). O estudo do Ipea que prevê o déficit de 963 defensores foi feito em 2013 e antevê que o estado deve ter um defensor para cada 10 mil pessoas que ganham até três salários mínimos. Pelo levantamento, a Bahia fica atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais em relação ao déficit de profissionais.

27 de março de 2017

LISTA FECHADA SÓ SERVE PARA PROTEGER FICHA SUJA

Lista fechada o fará votar em deputado contrário ao que você pensa e defende
Parlamentares de diferentes partidos e juristas vêm defendendo uma mudança no sistema eleitoral para que, nas eleições de 2018, os eleitores votem nas chamadas listas fechadas das legendas. Os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o relator da reforma política, deputado Vicente Cândido (PT-SP), têm discursado a favor do sistema nos últimos dias. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso também defendeu a medida. Por esse sistema, os partidos relacionam os candidatos em uma lista pré-ordenada e os eleitores votam na legenda e não diretamente no candidato. São eleitos os primeiros nomes da lista, de acordo com o número de cadeiras a que o partido tiver direito. Críticos da medida dizem que, com a proposta, dirigentes partidários que defendem esse modelo querem proteger parlamentares investigados na Operação Lava Jato e viabilizar suas reeleições, para que mantenham o foro privilegiado.

ALICE PORTUGAL TERÁ QUE PAGAR CALOTE QUE DEU EM GRÁFICA

Calote á gráfica depões contra ética de Alice
A deputada federal Alice Portugal, que saiu da última disputa eleitoral, quando foi candidata a prefeita de Salvador, com uma dívida de quase R$ 800 mil, perdeu em primeira instância um processo movido pela Impress Editora – empresa que prestou serviço à campanha da comunista. A juíza Itana Eça Menezes determinou que Alice pague R$ 96 mil à Impress, que produziu os adesivos da candidata. A decisão ainda cabe recurso. Em nota, a assessoria da deputada explica que houve proposta de acordo com o credor, ante a Justiça Eleitoral, mas a empresa negou.

DILMA PEDE QUE TSE ANULE DEPOIMENTOS DA ODEBRECHT

Dilma se esforça para livrar Lula das punições por liderá máfia
A defesa da ex-presidente Dilma Rousseff pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que anule os depoimentos de delatores da Odebrecht, prestados na ação que apura abuso de poder econômico e político na campanha de 2014. Os advogados da petista alegam que não houve amplo direito de defesa e que as acusações dos executivos, entre eles o herdeiro do grupo, Marcelo Odebrecht, extrapolam o objeto do processo, em curso há mais de dois anos. O pedido consta de documento de 212 páginas, no qual a defesa de Dilma apresenta as alegações finais no processo. O pedido para anular os depoimentos e, em consequência, as provas obtidas por meio deles, também foi feito pelos representantes do presidente Michel Temer, que foi vice da petista na chapa e assumiu o cargo efetivamente após o impeachment. A ação pode levar à cassação de Temer e tornar tanto ele quanto a antecessora inelegíveis. Os advogados de Dilma reclamam que as acusações dos executivos da Odebrecht não constam dos procedimentos que suscitaram a investigação no TSE, o que violaria o devido processo legal. Além disso, queixam-se de que o ministro Herman Benjamin, relator do caso, indeferiu depoimentos de testemunhas elencadas pela ex-presidente, entre elas presidentes de partidos que, segundo os delatores, venderam seu tempo de TV para a chapa presidencial. (Estadão)

UMA NOVA ORGANIZAÇÃO RELIGIOSA SURGE A CADA HORA NO BRASIL

Quem é de ir mais cedo na esperteza de se beneficiar das
isenções de tributos, acaba criando impérios econômicos
A expansão da fé no Brasil acontece em ritmo intenso: uma nova organização religiosa surge por hora no país. A facilidade para a abertura de novas igrejas — a burocracia é pequena, ao contrário do que acontece em outras atividades —, o fortalecimento do movimento neopentecostal e até mesmo os efeitos da situação econômica são apontados como motivos que podem explicar o fenômeno. De janeiro de 2010 a fevereiro deste ano, 67.951 entidades se registraram na Receita Federal sob a rubrica de “organizações religiosas ou filosóficas”, uma média de 25 por dia. Ao levar em conta apenas os grupos novos, que não são filiais daqueles já existentes, o número é de 20 por dia. O processo é simples: primeiro, obtém-se o registro em cartório, com a ata de fundação, o estatuto social e a composição da diretoria; depois, os dados são apresentados à Receita, para que o órgão conceda o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), item obrigatório para o funcionamento legal das instituições. Com o CNPJ em mãos, basta procurar a prefeitura e o governo estadual para solicitar, caso necessário, o alvará de funcionamento e garantir também a imunidade tributária — a Constituição proíbe a cobrança de impostos de “templos de qualquer culto”. Igrejas não pagam IPTU, Imposto de Renda (IR) sobre as doações recebidas, ISS, além de IPVA sobre os veículos adquiridos. Aplicações financeiras em nome das organizações também estão livres do IR. Em alguns estados, há ainda isenção sobre o recolhimento de tributos indiretos, como o ICMS.

TEMER LIBERA MAIS EMENDA À BASE ALIADA DO QUE DILMA

Tráfico de influência como legado de Lula e Dilma para Temer
O presidente Michel Temer liberou mais recursos para emendas parlamentares, em sete meses à frente do Palácio do Planalto, no ano passado, do que a presidente cassada Dilma Rousseff durante todo o ano de 2015. De 13 de maio a 31 de dezembro de 2016, o peemedebista destinou R$ 5,8 bilhões em verbas para deputados e senadores - montante mais de R$ 2 bilhões superior ao empenhado pela petista no ano anterior: R$ 3,4 bilhões. Consideradas uma das principais "moedas de troca" na relação entre o Poder Executivo e o Congresso Nacional, as emendas costumam ser usadas para pressionar os parlamentares a votar de acordo com os interesses do governo. O sucesso de Temer em aprovar medidas no Congresso pode ser creditado, em parte, a esse volume de recursos liberado. Presidente da Câmara por três vezes, o peemedebista sabe da importância de não descuidar dos interesses da base. Neste ano, com dificuldades em convencer os deputados aliados a votar a favor da reforma da Previdência, Temer decidiu antecipar o calendário e começou a liberar recursos de emendas na semana passada. A expectativa é de que cerca de R$ 800 milhões sejam destinados a obras e projetos dos parlamentares neste primeiro momento. Até o dia 20 de março, R$ 480 milhões já haviam sido liberados dos chamados restos a pagar, recursos que haviam sido empenhados em anos anteriores, mas ainda não haviam sido efetivamente repassados a deputados e senadores. (Estadão).

GOVERNO LULA INJETOU MAIS DE 14 BILHÕES DE REAIS EM COFRES DE FRIGORÍFICOS

Boatos apontam Lulinha, filho de Lula, como um dos
beneficiários da corrupção sistêmica nos governos petistas
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aplicou R$ 14,3 bilhões, entre 2005 e 2015, para consolidar o setor de processamento de carnes, abalado desde semana passada pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. O valor inclui empréstimos diretos e indiretos, aplicação em títulos de dívida e compra de participações acionárias para seis empresas. O BNDES, sobretudo na era Lula, atuou como articulador da consolidação dos frigoríficos na década passada, num processo que levou o Brasil ao posto de maior exportador de carnes do mundo. JBS, das marcas Friboi e Seara, e Marfrig (que não está na Operação Carne Fraca) são alguns dos expoentes do apoio do BNDES à consolidação internacional de empresas brasileiras, conhecida como política de "campeões nacionais" e alvo de críticas de muitos economistas. Quatro empresas abocanharam R$ 14 bilhões - não foram considerados empréstimos automáticos, a maioria para investir em máquinas e equipamentos. Além de JBS (R$ 5,4 bilhões) e Marfrig (R$ 3,8 bilhões), o Bertin recebeu R$ 2,7 bilhões. Em 2009, o JBS comprou o Bertin, formando o maior produtor de proteína animal do mundo. A BRF, criada em meio à crise de 2008, com a fusão entre Sadia e Perdigão, recebeu um total de R$ 2 bilhões. Minerva recebeu R$ 132 milhões em crédito e Independência, R$ 250 milhões em participação acionária. 

26 de março de 2017

UM CASO DE POLÍCIA QUE ATAZANA A VIDA DO POVO BRASILEIRO


Denuncia diz que carne é vencida e que causa enjoo e diarreia 
Ainda são imensuráveis os prejuízos causados ao país e as grandes perdas que estão por vir em função da espetaculosa Operação “Carne Fraca”, conduzida de forma atabalhoada pela Polícia Federal (PF), que, em vez de deixar bem claro que possíveis irregularidades eram praticadas por um grupo considerado pequeno de frigoríficos, com envolvimento de menos 40 fiscais do Ministério da Agricultura, generalizou as acusações e acabou colocando sob suspeita toda a pecuária brasileira. Com a enorme repercussão da ação em todo o mundo, sanções e vetos ao produto nacional foram imediatos. Alguns países suspenderam temporariamente a entrada da carne brasileira, como China, Hong Kong e Egito. Outros como Japão e África do Sul suspenderam parcialmente as compras. Os efeitos negativos preocupam todos os Estados brasileiros, sem exceção, uma vez que o setor é um dos que mais emprega e gera lucro ao país. Na Bahia, inclusive, alguns frigoríficos já estão sendo atingidos pela crise da carne. Portanto, o momento exige total união. É hora de juntar os cacos e todos se juntarem em defesa da carne baiana e brasileira!

JU ISEN PROCESSA REDE TV! APÓS TER ÂNUS EXPOSTO AO VIVO


Caso polêmico aconteceu ao vivo, durante o Carnaval 2017
Exposta após ter seu ânus mostrado ao vivo pela Rede TV! durante a transmissão do Carnaval 2017, a modelo Ju Isen vai processar a emissora. A musa do impeachment, como ficou conhecida, foi exposta durante o programa “Bastidores do Carnaval”. De acordo com a loira, o problema não é a sua nudez, já que ela está acostumada a ser vista assim, mas a extrapolada do canal, que gerou muita dor de cabeça para a moça. A repercussão foi tão grande, que Ju Isen julgou a situação como de “divulgação de sua intimidade” e de “danos à própria imagem”, o que motivou o processo.