28 de março de 2018

HÁ EMPREGO COM SALÁRIO DE 15 MIL REAIS EM ITABUNA E NINGUÉM QUER

Não são muitas as opções para quem quer se submeter à
condição de subserviente de político asqueroso e insano!
Parece brincadeira, mas é verdade. A crise financeira e o desemprego estão fazendo mais de 12 milhões de brasileiros, buscarem desesperadamente, uma ocupação que os possam assegurar um salário menor que um mil reais mensais. Esse drama submete desempregados desesperados, a aceitarem vagas em qualquer cidade do Brasil, ou até de outros países. Neste contingente existem médicos, advogados, engenheiros e inúmeras pessoas com diversas profissões, excelente nível de educação e vasta experiência técnica. Mas não há vagas disponíveis. Poucos conseguirão vencer essa dificuldade a curto prazo. As cidades estão sem ofertas de emprego. Mas, em Itabuna muita gente está rejeitando o convite do prefeito, Fernando Gomes (Cuma), para assumir a secretaria de saúde do município. Quem tem qualificação para exercer a função, está fugindo do cargo, como o cão foge da cruz. E por que isto está acontecendo? O que faz dezenas de pessoas recusarem um emprego com salário de mais de 15 mil reais por mês? Por que pessoas dignas, honestas, sérias, éticas e com interesse de contribuir para Itabuna sair do drama, dos serviços públicos de saúde que estão em estágio de falência, sucateamento e condições deploráveis de antendimento e funcionamento? Desde o dia 13 de março, quando a então secretária de Saúde, Lisias Miranda São Mateus foi exonerada, que o prefeito procura e não encontra quem queira a substituir no cargo. Talvez isto esteja acontecendo, porque as pessoas queiram permanecer com suas virtudes de dignidade, honestidade, seriedade, éticas e saberem, que o "operador de Cuma", Diney Oliveira; a candidatura de Sérgio Gomes, a ingerência e o cabide de emprego para parasitas na estrutura da secretaria, sejam obstáculos intransponíveis, para que Itabuna saia do drama, dos serviços públicos de saúde que estão moribundos. Estes fatos fazem Cuma anunciar a chegada nesta quarta-feira na cidade, de um ex-assessor de Nilton Baiano, irmão de Cuma, cujo nome ainda está sendo mantido sob sigilo e que virá de Vitória, capital do Espirito Santo para ser nomeado o novo secretário de saúde de Itabuna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.