9 de agosto de 2017

É COVARDIA COMPARAR CUMA AOS SEUS ANTECESSORES

Cuma usou o erário em 30 anos, para deixar de ser vaqueiro
e se tornar próspero empresário de vacas e rico fazendeiro!
Um dos argumentos dos "fernandistas", para endeusar Fernando Gomes Cuma, como um excelente prefeito, é ele ser o gestor que mais fez obras públicas na cidade. E este não é um argumento equivocado. Realmente, Cuma foi o prefeito que mais construiu escolas, postos médicos e policiais, praças públicas e pavimentações de ruas. Nenhum dos seus antecessores fez tanto em Itabuna. Este fato é fácil constatar quando se compara o que fez Cuma, em relação a tudo o que também fez Ubaldo, Oduque, Geraldo, Azevedo e Vane. Ocorre que Cuma está em seu quinto mandato, enquanto os demais tiveram apenas um, com exceção de Geraldo S. de Oliveira, que, infelizmente, teve dois mandatos. Portanto, o atual prefeito teve muito mais tempo e recursos, para está com este título de campeão de obras na maior cidade sulbaiana. Neste contexto, é pertinente que se compare os 30 anos em que Cuma governou Itabuna, com os 30 anos de governos em cidades, que ultrapassaram Itabuna, neste mesmo período. Há 30 anos Itabuna era muito maior que Juazeiro, Vitória da Conquista, Lauro de Freitas e Camaçari. Perdia apenas para Salvador e feira de Santana. Atualmente essas cidades estão maiores que Itabuna. Para aumentar este vexame, cidades como Porto Seguro, Ilhéus, Eunápolis e Teixeira de Freitas, se desenvolvem muito mais que Itabuna e com perspectivas de superá-la a curto prazo. Ilhéus, por exemplo, poderá estar maior que Itabuna já em 2020. Portanto, os 30 anos de Cuma, mandando e desmandando em Itabuna, foram para "fernandistas" e a maioria dos itabunenses, de vertiginoso aumento do desemprego, empobrecimento, epidemias, violência, sucateamento e extinção de serviços públicos e poluição do rio cachoeira. Neste mesmo período, Cuma deixou de ser vaqueiro, para se tornar próspero empresário de vacas e fazendeiro milionário. Já todos os outros vaqueiros deste período, se tornaram vaqueiros aposentados com misero salário mínimo. Embora tenha vaqueiro que nem teve oportunidade de se aposentar, por ter sido assassinado por criminoso que nunca passou um dia apenas na cadeia!  Isto também é covardia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.