15 de maio de 2017

DINEY É QUEM MANDA E DESMANDA NO GOVERNO DE CUMA

Esta foto mostra a quem se deve dirigir quem quer tratar de
assuntos importantes com autoridades na prefeitura de Itabuna
Tradicionalmente, os governos sempre tiveram suas eminências pardas e as administrações dos ex-prefeitos de Itabuna, Capitão Azevedo e Claudevane Leite, são referências irrefutáveis dessa realidade. O prefeito militar era soldado raso do sargento Gilson Nascimento e da secretária Joelma Reis. Já o prefeito crente se submeteu à condição de cordeiro subjugado, amarrado e amordaçado pelos comunistas. Ambos eram subalternos de quem deveriam comandar. Todavia. essa história parece não ter encerrado com a saída deles da prefeitura. O mito de que o prefeito Fernando Gomes (DEM), é quem tem o poder da palavra final, nas decisões importantes na prefeitura de Itabuna, não corresponde ao fato e seu "apito é surdo", diante da intrepidez, influência e ingerência do sobrinho, Diney Oliveira. Creio que seja pertinente salientar, que a eminência parda é uma expressão histórica da politicologia, para designar um conselheiro íntimo, influente e atuante nos bastidores, secreta e extra-oficialmente, através do monitoramento consciencial e da ingerência direta nas decisões críticas entre mandatários em maior evidência na pirâmide do poder. Assim está caracterizado o que significa Diney na prefeitura de Itabuna. Se isto é bom, ou ruim, somente o tempo dirá. Mas o fato é que Frenando Gomes não assina nenhum documento oficial, sem primeiro obedecer as orientações do sobrinho. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.