15 de maio de 2017

VEREADOR DO PDT VOTA CONTRA MOÇÃO AO JUIZ SÉRGIO MORO EM ITABUNA

Guinho perdeu uma ótima oportunidade de dignificar o PDT
Por apenas um voto, a Câmara Municipal de Itabuna, votou contra uma Moção de Congratulações ao Juiz Federal Sérgio Moro, que apura irregularidades na Operação Lava Jato. Para ser aprovada, seria necessário um terço dos votos, que equivale a 14 votos. A Moção apresentada nesta quarta-feira/15, pelo vereador Júnior do Trator (PHS) foi rejeitada porque entre os sete parlamentares que votaram contra, houve a surpresa do voto contrário do pedetista Enderson Guinho. O voto do vereador do PDT causou indignação entre as pessoas que acompanhavam a sessão, pois os pedetistas tem propagado interesse para que a Justiça seja engrandecida e reconhecida em suas instancias de celeridade, lisura, ética e honestidade. Foram favoráveis a Moção, Júnior do Trator (PHS), Antonio Cavalcante (PMDB), Babá Cearense (PHS), Robinho (PP), Pastor Francisco (PRB), Ricardo Xavier (PPS), Charliane Souza (PTB), Chico Reis (PSDB), Milton Gramacho (PRTB), Beto Dourado (PSDB), Ninho (PR), Manoel Júnior (PV) e Chicão (PTB). Ronaldão (PMN) não estava presente à sessão e os votos contra vieram de Alex da Oficina (PTC), Jairo Araújo (PCdoB), Aldenes Meira (PCdoB), Nel do Bar (PPS), Zico (PTC), Júnior Brandão (PT) e, pasmem, Enderson Guinho (PDT). O Vereador Júnior do Trator destacou que a Moção de Congratulações, para o Juiz Federal Sérgio Fernando Moro, se justificou por sua condição digna de protagonizar neste país, a Justiça célere, séria, ética e que nos orgulha a todos e ressaltou que o Juiz Sérgio Moro ganhou enorme notoriedade nacional e internacional por comandar desde março de 2014 o julgamento em primeira instância dos crimes identificados na Operação Lava Jato, que, segundo o Ministério Público Federal, é o maior caso de corrupção e lavagem de dinheiro já apurado no Brasil, envolvendo um grande número de políticos, empreiteiros e empresas, como a Petrobras, a Odebrecht, entre outras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.