12 de março de 2017

O AUTOCONHECIMENTO É PRESSUPOSTO PARA O SUCESSO

Ao conhecer a si mesmo, o indivíduo se habilita para vencer
Mesmo tão apegados ao desejo de viver, negligenciamos regrinhas básicas que permitem gerar mais qualidade no viver. Sem reclamações, estamos habituados a cumprir procedimentos, processos, ritos, em qualquer lugar, sobre qualquer ferramenta, como um smartphone, por exemplo, profissionalmente ou numa pelada com os amigos. Desatentos às coisas que a vida exige, por lógica e natureza humana ou por questões culturais, somos ainda muito insensíveis às necessidades para a sobrevivência social, pois somos preparados, desde a nossa infância, a saber executar equações matemáticas e produzir textos baseados em regras gramaticais. O debate acerca de investimentos na área de educação vem ganhando forma e ocupando mais espaço nas escolas. Tudo sob a perspectiva da interpretação que é necessária nas escolas. Mas, e o debate acerca do aprendizado que desenvolva a capacidade de saber viver? Insisto no assunto pela dimensão que ele precisa ocupar na vida de todas as pessoas. Muitos me perguntam sobre qual a diferença entre quem obtém sucesso e quem não o alcança, de imediato respondo: depende de como cada um entende seu sucesso! No momento político e econômico que o Brasil está vivendo, há pessoas entregues ao medo e a derrota. É o fim! Mas, para outras, é apenas o começo de uma nova realidade e, como num piscar de olhos, já estará envolvido de maneira ativa em novos projetos. A compreensão sobre resultado ou sucesso alcançado é um conceito relativo, o que para uns significa o fim, para outros pode ser apenas o caminho para chegar lá. Pode ser ainda, para outros, sinal de derrota. Por isso, insisto em, antes de qualquer coisa, olhar um pouco para si e compreender todos os elementos que te preenchem. É preciso se ver, ter capacidade de se julgar e atitude, acima de tudo. Você se conhece? Sabe utilizar corretamente suas fortalezas e fraquezas? Está segurando as rédeas de sua vida ou está sendo levado como uma folha ao vento por obsessão, imediatismo, ansiedade ou compulsividade? Já parou um minuto para perceber o quanto está com corpo, mente e coração desconectados? A vida é caminhar sobre trilhos, exige equilíbrio. O ato de equilibrar-se requer formas minuciosas de atitudes corporais que obedecem, sem resistência, às orientações da mente; é, antes de tudo, conhecer-se e controlar-se. É autoconhecimento. Nesse sentido, da complexidade que é viver, há uma grande diferença na vida de quem tem coragem, determinação e motivação para vencer, e de quem, de fato, se recolhe ao medo, baixa estima e insegurança. Eis a diferença entre vencedores e desejosos de vencer: autoconhecimento, foco, propósito, coragem, equilíbrio, felicidade, disciplina e fé. Não me refiro a um cursinho para o sucesso, mas de esforçar-se para saber viver, exercitando as competências necessárias para tal. Por isso cada pessoa reage tão diferentemente quando colocados sob uma mesma realidade. O importante é sempre ter em mente que a coragem mobiliza corpo e mente para agir diante dos fatos, e o caminho para isso é o autoconhecimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.