12 de março de 2017

DE TANTO LUTAR PELA VIDA, MUITA GENTE TEM ESQUECIDO DE VIVER

A vida agitada e corrida nos impede de viver melhores momentos
Estou com 55 anos e confesso que sinto uma saudade imensa da tranquilidade dos tempos passados. Quando nasci em 1961, Itabuna tinha pouco mais de 70 mil habitantes. Não havia pressa em, nada; nos hospitais, no trânsito, nas estradas, nas comunicações, etc. Como os tempos mudaram! Estamos vivendo atualmente momentos trágicos em que a velocidade nos domina, nos arrastando como a correnteza nos dias de chuva forte que deixa para trás com muita rapidez toda sua fúria e, sem percebermos, somos levados e envolvidos nessa velocidade angustiante sem dó e sem piedade. Tempos modernos! Século XXI marcado pela velocidade sem sentido: velocidade no trabalho, velocidade no trânsito acarretando mortes e traumatizados crônicos, velocidade ao nos alimentarmos pois já estamos atrasados e temos muito o que fazer, velocidade nos relacionamentos – estamos na onda do “ficar,” o próprio da juventude; velocidade na oração – ficamos horas defronte à televisão, porém gastamos pouco tempo para agradecer a Deus os benefícios recebidos. Vivemos num mundo angustiado, agitado, sem afetividade, em que a insatisfação das pessoas consigo mesmas e com sua própria vida é enorme. É impressionante o número de pessoas nos dias atuais portadores de depressão e talvez aí esteja a causa de tantos suicídios nos últimos tempos em Itabuna. Ontem mesmo, sábado/11, soube que Helio José de Oliveira, 59 anos, foi encontrado morto em sua residência na Rua Castro Alves, bairro Califórnia, em Itabuna. A vítima se suicidou enforcando-se com um lençol. A luta pela vida tem sido árdua. O indivíduo corre demais para sobreviver saindo dos seus limites e muitas vezes encontra obstáculos terríveis e então adoece. O estresse, seja de natureza física, psicológica ou social caracteriza-se por um conjunto de reações fisiológicas que, se exageradas em intensidade de duração, podem levar a um desequilíbrio do organismo. Portanto, meu caro leitor, sua vida está em suas mãos. Cabe a você escolher o que fazer com ela. Para você viver bem procure descobrir com calma a razão pela que você está vivo sintonizando sua vida com a finalidade de viver. A vida é um eterno dar e receber, plantar e comer. Vai passando e cada dia é menos um dia. A maioria das pessoas esquece isso. Apesar do corre-corre da vida moderna precisamos de fé, de perseverança, de tranquilidade para vivermos em plenitude. Certa vez li num para-choque de um caminhão: “De tanto lutar pela vida esqueci de viver”. Infelizmente, nos dias atuais isso tem acontecido muito. Ame a vida, meu caro amigo. Não fique afogado em tarefas, escravo do relógio, impaciente e sem dar um sorriso. Não deixe escapar pelos dedos o maior tesouro que Deus lhe presenteou – a sua vida. E seja sempre feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.