24 de março de 2017

GREVE GERAL NACIONAL PODE ACONTECER NA PRIMEIRA QUINZENA DE ABRIL

Parasitas do PT e PC do B vão tentar atazanar o país novamente
Setores sindicais organizam uma greve geral nacional em protesto às reformas do governo Michel Temer, como a da Previdência, alvo da manifestação realizada nesta sexta-feira (24) no Itaigara (veja aqui). Segundo o vereador Hilton Coelho, a greve geral deve ocorrer na primeira quinzena de abril. “É uma reação imediata a um verdadeiro golpe, e uma reação muito vigorosa, além de uma ação que prepara outras iniciativas maiores no dia 31. Ela se alonga com o entendimento da população, que a todo momento, quando vai tendo manifestação, se informando”, aponta Hilton, que acrescentou que a greve geral poderá vir a ser a maior já vista na história do Brasil. A perspectiva de paralisação de diversas categorias também foi sinalizada por Cedro Silva, presidente da CUT Bahia. A ampliação da terceirização para atividades fim, aprovada nesta quarta-feira (22) pela Câmara dos Deputados, também é um dos pontos contestados pelos participantes do ato e é classificada pelo edil como “uma escravidão contemporânea”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.