15 de março de 2017

A DEGRADAÇÃO HUMANA SOB OLHOS NUS

É muita estupidez do indivíduo não ver o terror das drogas
É cada vez maior o número de dependentes químicos que vagueia pelas ruas e vielas das cidades. O movimento frenético desses doentes pode sim, ser comparado a um “espetáculo” real, porém triste e capaz de envergonhar as plateias do mundo. O problema está à frente de todos, mas ainda parece invisível nas planilhas das políticas de melhoria de qualidade da vida humana. E para quem apenas contempla as cenas grotescas que envolvem os dependentes químicos vale ressaltar – sem demagogia e sem a intenção de citar versos baratos – que poucas pessoas passam por tanta aflição, medo, solidão e sentimento de desamparo quanto os indivíduos que perderam o controle sobre suas próprias vidas. Que mergulharam no vício do álcool e de outras drogas. Todos sabem que a situação é perfeitamente visível aos olhos dos que gritam que se importam, mas que trancam suas portas quando as cortinas se fecham e o público que aplaude vai embora. Vale ressaltar que as “bocas de fumo” continuam instaladas nos mesmos lugares e os traficantes permanecem nas portas das escolas, afrontando o poder público e as famílias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.