11 de julho de 2018

QUASE 80% DAS CIDADES BAIANAS NÃO DESCARTAM RESÍDUOS CORRETAMENTE

Votar em prefeito e vereadores parasitas e corruptos, é a
causa maior do lixo em que se transforma toda a cidade!
Do total de 417 municípios baianos, apenas 92 deles dispõem, atualmente, de um plano integrado para o manejo do lixo. O número corresponde a cerca de 22% do total de cidades do estado, colocando a Bahia em segundo lugar quando o assunto são os estados que não fazem descarte de resíduos de maneira correta. A Bahia fica atrás apenas do Piauí, onde apenas 17,4% das cidades foram contempladas com projetos desta natureza. O resultado integra o Perfil dos Municípios Brasileiros (Munic 2017), elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado na última quinta-feira (5). Na Bahia, as cidades de Alagoinhas, Caetité, Castro Alves, Guanambi, Itaparica, Senhor do Bonfim e Teofilândia estão entre as 92 contempladas por algum programa ambiental nesta área. Sem um plano integrado para o manejo do lixo, as prefeituras não podem se credenciar para receber recursos, financiamentos e incentivos da União para investimentos na área de descarte de resíduos sólidos. A falta de um projeto ambiental que contemple o manejo do lixo resulta, ainda, em impactos ambientais nos municípios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.