22 de julho de 2018

O PROBLEMA ESTÁ NA FALÊNCIA DAS POLÍTICAS PÚBLICAS

Somente mudanças profundas farão o país ter ordem e progresso
Na atualidade, argumentar-se sobre Direitos Humanos virou motivo de chacota e banalidade. Entretanto, não se pode argumentar sobre Direitos Humanos e Segurança Pública, sem se dissociar sobre Políticas Públicas. Sendo que de forma tradicional, o Brasil tem larga vivência em Políticas Públicas de Segurança, focada na repressão. Políticas essas não muito, ou quase nada eficientes, possuindo um sistema quase que falido e sujeito aos mais variados questionamentos. Diante do exposto, e para melhor entendermos as motivações dessa ineficácia, temos que entender os Valores Éticos e Sociais que compõem uma sociedade, tendo em vista que estamos falando de Políticas Públicas, a qual a destinação final é a própria sociedade. O maior problema na atualidade, é que vivemos em uma sociedade a qual prima mais o “ter”, do que o “ser”, e que por conta deste antagonismo ético, surge uma pseudo hipocrisia entre o que se prega e o que se pratica, a sociedade, sobre esses fatores éticos. Onde uma das principais causas deste antagonismo, é própria ausência do Estado, dado o seu papel constitucional, dando margem assim, ao aparecimento do estado paralelo. Por tais motivos, os Valores Sociais acabam por ser negativados, apresentando-se como Indutores de Violência, à saber: o Consumismo Exacerbado (globalização), o Inchaço das Cidades, a Ocupação Desordenada, a Exclusão Social e a Desigualdade Social. Por concluso, percebe-se então que várias outras Políticas Públicas estão falidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.