21 de julho de 2018

A VIDA NÃO ACABA NUMA SEPULTURA

Muitas pessoas que morrem gostariam de doar seus
órgãos, mas seus familiares não dão autorização!
Nem sempre a morte significa o fim. Não, não se trata de nenhuma ‘pregação’ de qualquer denominação religiosa. O assunto é outro: doação de órgãos. É dessa forma que muitas vidas estão sendo salvas em Itabuna. Além do gesto de amor de uma família que perde um ente querido, isso tem sido possível graças ao excelente trabalho que tem sido desenvolvido pela Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, por meio da sua Central de Transplantes. No último domingo, 30, inclusive, o Hospital Carlixto Midlej realizou mais um transplante de fígado, o 22º contabilizado no Estado no período de dois anos. Desde que teve início a implantação desse programa, já chega a 300 a quantidade de transplantes realizados em Itabuna. São números animadores e que, sem sombra de dúvidas, colocam Itabuna na vanguarda desse delicado e importante procedimento na Bahia. É válido ressaltar que Itabuna é a única ente da federação no sul da Bahia que realiza transplantes de fígado regularmente. Além disso, a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna tem atuado para dar início aos transplantes de pâncreas em breve. Portanto, é essencial que mais pessoas se sensibilizem e também comecem a se tornar doadoras, proporcionando, assim, que vidas possam continuar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.