9 de julho de 2017

PALOCCI ACUSA MANTEGA DE REPASSAR DADOS PRIVILEGIADOS EM TROCA DE APOIO AO PT


Se depender de Palocci, Mantega não escapará da Justiça
O ex-ministro Antonio Palocci afirmou, nas negociações para firmar acordo de colaboração premiada, que seu sucessor na Fazenda, Guido Mantega, realizou uma espécie de central de venda de informações para o setor financeiro durante as gestões do PT. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o relato de Palocci aponta o prédio do ministério na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), como o local onde Mantega operava – ele despachava no edifício às sextas-feiras. De acordo com Palocci, Mantega repassava informações privilegiadas que eram de interesse de bancos, em troca de apoio ao partido. Ele antecipava dados, por exemplo,  referente a política de juros e edição de medidas provisórias. Tendo acesso de forma antecipada ou privilegiada, os agentes do sistema financeiro podiam se preparar ou se proteger de medidas que afetariam o setor. Por meio de seu advogado, Mantega declarou que vê a acusação com “estranheza”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.