12 de julho de 2017

OS GOVERNOS LAVAM AS MÃOS PARA O COMBATE AO TRÁFICO

Temer e Rui fazem pouco caso com o temor de segurança ruim para os itabunenses 
A ação da polícia, que recentemente apreendeu uma carga de cocaína pura que havia chegado na cidade, escondido em três caixas de ferro, semelhantes a cofres, em meio a uma carga de sucata, só vem a confirmar o que se vem alertando há tempos – de que o tráfico continua mais atuante do que nunca em Itabuna. Como se pode constatar pelas informações repassadas pelas policias Federal, Civil e Militar, não se trata mais de pequenos traficantes que agem individualmente, mas de quadrilhas compostas por empresários e bandidos de alta periculosidade, usando não mais as chamadas “mulas”, mas caminhões e ônibus, com meta de chegar a toneladas de cocaína comercializada na cidade. Ou seja, já não são mais amadores. As causas desse crescimento do tráfico de drogas são várias, mas a principal delas, sem dúvida, foi a omissão dos governos brasileiro e baiano, que teriam a obrigação constitucional de guarnecer as estradas e equipar e qualificar melhor suas corporações policiais e se mantiveram omissos, sem dar as mínimas condições para as policias combaterem o crime. Resultado dessa omissão é o que se está vendo em Itabuna: o aumento da criminalidade com o surgimento das facções criminosas que se retroalimentam do tráfico de drogas e muitas outras práticas criminosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.