9 de julho de 2017

JOGADOR DEMITIDO APÓS SEXO GRUPAL NO VESTIÁRIO DIZ QUE FOI PERDOADO PELA NOIVA


Traição deve ser configurado como crime hediondo
Após ser demitido do Sport Clube Gaúcho, time da terceira divisão do Rio Grande do Sul, depois que um vídeo vazou nas redes sociais, em que aparece um atleta masturbando dois colegas no vestiário da equipe, um dos jogadores envolvidos na polêmica afirmou, em entrevista à Rádio Gaúcha, se pronunciou afirmando que já foi perdoado pela noiva e que já acertou com um novo clube para o restante da temporada. As informações são de O Dia. "Vou me tratar porque estou machucado no púbis. Mas me apresento em agosto em outro clube", contou o jogador, que não quis dizer o nome do novo clube. Apesar de ter ficado irritada, a noiva, segundo o atleta, entendeu que tudo não passou de uma brincadeira e a situação foi resolvida. O atleta afirmou, ainda, que o vídeo era para ser compartilhado com um pequeno grupo de amigos. "Mandamos o vídeo em grupo de amigos nossos. Como era zoeira, era para dar risada, ver a resenha [...]. Como foi mais além chegou a mensagem de outros clubes perguntando o que havia acontecido e aí percebi a proporção maior", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.