30 de julho de 2017

DALLAGNOL DIZ QUE FALTA DE VERBAS DA PF COMPROMETE LAVA JATO

Deltan denuncia que a falta de recursos poderá emperrar a PF
O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, afirmou que a falta de dinheiro para a Polícia Federal (PF) já compromete as investigações da operação. De acordo com Dallagnol, novas etapas da Lava Jato já estão sendo impactadas pelo corte de verbas por parte do governo federal. “Há uma série de linhas de investigação que estão paradas ou andando de modo lento, quando elas poderiam já estar avançadas. Veja que das últimas sete operações pedidas e deflagradas na Justiça, da Lava-Jato, seis partiram do Ministério Público Federal (MPF), apenas uma da Polícia Federal. Se a PF estivesse com recursos humanos, tivesse com uma equipe adequada, nós teríamos, em vez de sete, 12 operações, seis da PF e seis do MPF”, disse Dallagnol. A TV Globo questionou o Ministério da Justiça quanto ao repasse mensal para a Operação e recebeu a informação de que R$ 70 milhões estão previstos mensalmente para a Polícia Federal até o final do ano e que a operação "tem total apoio do Ministério".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.