29 de junho de 2017

VEM RUI E NÃO NOS VIRE AS COSTAS


Itabuna não pode continuar como criança ludibriada por Rui
Nada a opor à vinda do governador do Estado da Bahia, Rui Costa, secretários e outros dirigentes de órgãos públicos estaduais. É de sua obrigação conhecer a realidade e os problemas locais, porém, que essas visitas não sejam apenas para atender a interesses políticos e eleitoreiros e participar de festa de aniversário do prefeito, Fernando Gomes (DEM), já de olhos espichados para as próximas eleições. Além disso, é de esperar que o governador e seus secretários, depois de conferir os problemas e as necessidades dos vários setores itabunenses, tratem de viabilizar os recursos para solucioná-los. Do contrário, estarão gastando mais dinheiro público e fazendo política pequena. Aliás, na atual conjuntura em que está submetida Itabuna, com a cidade apavorada com altos índices de violência e dramáticas circunstâncias em seus setores de Saúde, Educação e Infra-Estrutura, o que Rui Costa e seus secretários podem garantir de recursos ao cooptável prefeito e sua gente? Aliás, a mesma questão se coloca para os políticos que patrocinam suas vindas a cidade. A não ser promessas, pouco ou nada se pode esperar até que não se resolva essa grave crise, sem precedentes na história do país e do Estado, da qual eles também são responsáveis, enquanto compactuaram com os governantes brasilienses, que impuseram ao país uma realidade de roubo do dinheiro público nunca visto antes. Contudo, é importante que a sociedade anote essas promessas e as cobre no seu devido tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.