22 de junho de 2017

PREFEITO PERSEGUE FEIRANTES PARA BENEFICIAR EMPRESÁRIOS

Cuma pretere apoio ao pequeno comerciante, para favorecer empresários ricos
Comerciantes da Feira do bairro Conceição serão expulsos dos seus locais de trabalho pela prefeitura de Itabuna. A ordem partiu do prefeito Fernando Gomes (DEM), em reunião ocorrida na última terça-feira/20, com os comerciantes, que terão até a próxima segunda-feira/26, para deixarem o local onde algumas mães e pais de famílias estão há mais de 14 anos, trabalhando honestamente para garantir a Sustentabilidade Econômica de suas famílias. Foi o próprio prefeito Fernando Gomes, quem criou a feira-livre do bairro Conceição e hoje exige que o espaço seja desocupado pelas pessoas que trabalham, possuem seus negócios, geram emprego e renda e contribuem para a cidade se desenvolver. O local passará a servir para interesses apenas de empresários, que poderiam instalar suas empresas em outros espaços; sem prejudicarem ninguém, sem implicarem em atraso de vida para pequenos comerciantes e sem causarem transtornos a mais de 50 pessoas que tiram da feira do bairro Conceição, o pão de cada dia. Para compensar o súbito despejo, sarcasticamente, o prefeito Fernando Gomes, está oferecendo aos comerciantes desalojados dois empregos na empresa Tell telemarketing, de cerca de um salário mínimo. Comerciantes do ramo de restaurante, eletrônica, mercearia, bares, estofados e outros seguimentos comerciais, terão que se contentarem com mísero salário mínimo e muitos deles, atualmente, geram mais de cinco empregos no local. Como ficarão estas mães e pais de família, deixando de trabalhar em um momento de grave crise econômica no país? A Tell telemarketing, que em dois anos, ganhou de presente este espaço com área construída pela prefeitura e cujo valor de mercado é superior a 10 milhões de reais, e até hoje não colocou um só tijolo no local, uma placa, ou algo que informasse sua pretensão de início das obras, agora chega com esse ultimato de despejo, em que os pequenos comerciantes tem que sair do local onde trabalham, geram emprego e pagam impostos. A Tell telemarketing adquiriu de graça todo espaço e infra-estrutura da feira livre do Bairro Conceição, prometendo gerar emprego para mais de 3 mil pessoas e que só permaneceu possuindo a posse do local, porque a autorização foi prorrogada por mais um ano, em decorrência de não ter cumprido o acordo de já está atuando na cidade, acha pouco tudo o que já ganhou do suor do povo de Itabuna, e quer usar este patrimônio como garantia financeira, construído com o dinheiro público, para adquirir um empréstimo de 25 milhões de reais, no BNDS e CEF. É certo isto acontecer? É justo os feirantes perderem seus comércios, para o prefeito beneficiar empresários milionários? É certo um patrimônio do povo de Itabuna, de valor superior a 10 milhões de reais, ser doado para quem nunca fez nada por essa cidade? Como ficam estes trabalhadores? Serão acolhidos pelo governo municipal? Terão garantias da secretaria de Assistência Social, Sandra Neilma, que não ficarão desempregados? O que dizem os promotores públicos? E os vereadores cruzaram os braços? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.