12 de junho de 2017

DENUNCIADA FALCATRUA NO GOVERNO VANE

Para Vane, não bastava apenas ser honesto
“À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta.” A estória é bastante conhecida. Decorria, em casa de Júlio César, uma festa reservada exclusivamente às mulheres. A celebração fora organizada por Pompeia Sula, segunda mulher de Júlio César, ao que consta, uma mulher jovem e muito bela. Acontece que Publius Clodius, jovem rico e atrevido, estava apaixonado por Pompeia, não resistiu: disfarçou-se de tocadora de lira e, clandestinamente, entrou na festa, na esperança de chegar junto de Pompeia. Porém, foi descoberto sem que tivesse conseguido os seus intentos. Nesse mesmo dia, César decretou o divórcio de Pompeia, sob pretexto de "À mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta.” Esta est&oacu te;ria ilustra o episódio de falcatrua, ocorrido no governo comunista do ex-prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer), quando foram adquiridas lixeiras em inox com valores superfaturados, segundo denuncia do ex-chefe da divisão de patrimônio Mark Wilson Teixeira. O ex-servidor declarou, que ao fazer o tombamento dos materiais e receber, um ano após a compra, constatou através das notas fiscais o absurdo: 18 lixeiras em inox, ao custo de R$ 7 mil cada, totalizando R$ 126 mil, compradas pela Secretaria de Assistência Social para o restaurante popular. Esta denuncia é muito grave e requer do evangélico ex-prefeito, Vane do Renascer e do também evangélico e ex-secretário de Assistência Social, Pastor Francisco, esclarecimentos convincentes e urgentes, pois para crente, não basta ser honesto, tem de parecer honesto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.