21 de junho de 2017

BRIGA DE FOICE E MARTELO ENTRE CURURUS

A disputa por espaço político entre cururus está de "engolir sapos e lagartas"
Os comunistas de Itabuna terão candidato a deputado estadual em 2018 e diferentemente do que ocorrera nas últimas eleições, dessa vez não será fácil definir o nome que concorrerá a vaga. Os atuais vereadores do PCdoB, Aldene Meira e Jairo Araújo, concorrem à indicação. Nenhum dos dois abre mão da disputa. E o fuzuê no PCdoB está criando um clima de acirramento dos ânimos, com contornos propícios a um ambiente similar a hospício. Há loucos de amores por Jairo, que rejeitam a candidatura de Aldenes e vice-versa. Os históricos e histéricos parecem optar por Jairo. Mas Aldenes possui o legado de 19.531 votos obtidos em 2014 e tem boas relações de amizade e compadrio com lideranças comunistas estaduais e nacionais. Aldenes obteve votação superior a Jairo em suas eleições e reeleições. Diferentemente de Aldenes, Jairo se submete à condição de boneco de ventríloquo de quem manda e desmanda no PCdoB de Itabuna e isto o favorece no âmbito local. Mas Aldenes possui maior estrutura de campanha e perspectiva de votação expressiva. Jairo Araújo não tem o temperamento parcimonioso e diplomático de Aldenes. Jairo é intransigente, raivoso e intelectualmente limitado. Aldenes é carismático, propositivo e aglutinador. Jairo retraído e Aldenes é extrovertido. Ambos são distintos em seus propósitos como candidatos. Jairo é artifício de Davidson Magalhães, Luis Sena e demais "capas pretas" do PCdoB, para barrar as pretensões de Aldenes, que por sua vez é tão comunista quanto são dóceis as terríveis e temidas serpentes cuspideiras da Coréia do Norte. Creio que Aldenes amplia bastante sua chance de vitória, caso saia do partido da foice e do martelo. Quanto a Jairo, apenas a derrota há em sua remota perspectiva de candidatura... com votação muito abaixo da metade do que haverá de obter Aldenes Meira, em outro partido. Quem viver, verá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.