8 de junho de 2017

APÓS VAGA INÉDITA NA FINAL DO MUNDIAL SUB-20, TÉCNICO DA VENEZUELA PEDE PAZ A MADURO


Dudanel apelou a Maduro, para conter conflitos
País com pouca tradição no futebol, a Venezuela vive seu maior momento na história da modalidade. A equipe sub-20 chegou à final da Copa do Mundo da categoria, ao vencer o Uruguai nos pênaltis, nesta quinta-feira/8. Num momento tão importante, o técnico da equipe Rafael Dudanel, deixou o resultado esportivo de lado e mandou uma mensagem ao presidente Nicolás Maduro. “Presidente, paremos já com as armas. Esses meninos que saem às ruas querem apenas uma Venezuela melhor, que sorria e desfrute a vida”, disse à Directv Sports. O treinador se referiu ao momento social vivido pela Venezuela, imersa em protestos e confrontos entre manifestantes e militares. Na última, quarta-feira (7), por exemplo, um jovem de 17 anos morreu em Caracas, capital venezuelana, após ser atingido no peito por um tiro, durante protestos. “Hoje nos deu alegria um jovem de 17 anos, e ontem (quarta) morreu um de 17“, emocionou-se, relembrando o gol salvador de Sosa, aos 47 minutos do segundo tempo, que garantiu o empate por 1 a 1 no tempo regulamentar – a vinotinto venceu os uruguaios nos pênaltis, por 4 a 3. Nos conflitos na Venezuela, 66 pessoas morreram, desde abril, segundo autoridades locais. Os sul-americanos decidirão o título mundial de base neste domingo (11), ás 7h. A seleção inglesa será a adversária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.