6 de junho de 2017

A CRISE É MUITO MAIS GRAVE QUE SE SUPÕE

O drama do desemprego decorre da crise ética do governo
O Brasil enfrenta sua pior crise política e econômica da história. Entretanto, engana-se quem pensa que o problema brasileiro é econômico. Fato é que, o maior de todos os problemas atuais do Brasil, está na crise ética e moral que permeia a maioria dos setores nacionais. A cada dia, mais um político é denunciado por práticas de corrupção e o governo não consegue manter uma estabilidade para pensar caminhos de recuperação. A Operação Lava Jato, de longe a maior ação contra a corrupção nacional, iniciou seus trabalhos de uma forma pequena e ganhou apoio da população. Em três anos, foram julgados centenas recursos decorrentes das investigações. Aliado a isso, a população brasileira não é mais indiferente aos escândalos políticos e cobra, cada vez mais, punição aos envolvidos. Nos últimos trinta anos, o Brasil passou por crises econômicas, dois impeachments, mensalão e Lava Jato. Tantas incertezas quanto ao futuro político do Brasil trouxeram consequências econômicas violentas e somente após a resolução disso será possível saber a direção da economia no País. A maior dúvida é quanto a retomada de investimentos. As inseguranças políticas que afetam a economia também impactam de forma negativa a percepção de melhora nota emitida pelas agências de classificação de risco para o País –, já que a aprovação da reforma da Previdência, proposta pelo atual governo, era considerada uma das etapas para melhorar o grau de investimento do País. Sem eles, é quase impossível garantir a queda do desemprego e o cumprimento das metas de inflação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.