6 de abril de 2017

JEAN WYLLYS DIZ QUE CUSPIRIA DE NOVO EM BOLSONARO: 'A ADVERTÊNCIA É UM TROFÉU'

Deputado Federal do PSOL agiu como moleque e irresponsável 
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) afirmou nesta quarta-feira (5) que cuspiria novamente no deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). O Conselho de Ética da Câmara aprovou uma advertência ao parlamentar do PSOL na tarde desta quarta (5). A advertência é uma "censura por escrito". Jean Wyllys cuspiu no Bolsonaro durante a análise do processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff. “Naquela circunstância, eu cuspiria de novo. Se você me perguntasse isso antes daquele dia, eu diria que eu jamais cuspiria na cara de uma pessoa, porque meus valores não permitem isso. Mas, depois de seis anos sendo insultado, sendo difamado (...), eu cheguei no meu limite. E aí eu cuspi por esse motivo e cuspiria de novo”, afirmou. O parlamentar ainda chegou a afirmar que não irá recorrer à Comissão porque a advertência é um "troféu" para ele. “Essa advertência eu guardo inclusive como um troféu. O que redimiu aquela noite pavorosa, que o país assistiu o impeachment da Dilma, foi justamente o cuspe na cara do fascista”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.