15 de março de 2017

LULA, DILMA, MINISTROS E SENADORES JÁ APARECEM NA LISTA DE JANOT

Janot está sendo implacável contra corruptos e corrompidos
A Procuradoria-Geral da República protocolou nesta terça-feira 83 pedidos de abertura de inquéritos envolvendo políticos com foro privilegiado a partir da delação premiada dos 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht,  a chamada nova lista de Janot. Figuram nos pedidos da PGR, os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e o das Cidades, Bruno Araujo. Os procuradores querem apurações sobre implicações feitas aos presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), além dos senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Romero Jucá (PMDB-RR), José Serra (PSDB-SP), Edson Lobão (PMDB-MA). Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci também figuram na lista e serão investigados na justiça comum. A menção feita por delator da Odebrecht ao presidente Michel Temer consta no pedido de abertura de inquérito feito pela PGR ao STF envolvendo o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, mas sem juízo de valor ou de mérito em relação ao chefe do Executivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.