20 de fevereiro de 2017

QUEIRAMOS QUE TODOS OS DIAS SEJAM COMO UM DIA DE DOMINGO PARA O IDOSO


É cada vez mais importante cuidarmos melhor dos nossos idosos
Vejo nos comentários da imprensa e das revistas médicas que a longevidade do idoso está se tornando bem evidente nos últimos dez anos. Agora mesmo assisti na televisão a história de um cidadão, que acaba de completar 96 anos de idade. Ele está sendo assistido pelo abrigo da Fundação Balduíno, mas diz que não vai mais trabalhar com plantações, entretanto, sempre que possível, irá frequentar sua rocinha que é a sua vida. A repórter, então, perguntou como ele chegou a essa idade tão bem disposto e tão dinâmico? Os pesquisadores da longevidade após anos de estudos concluem que 30% da longevidade devem aos fatores genéticos e 70% a outros fatores como a paciência, o bom humor, a boa alimentação, saber caminhar dentro dos seus limites, fazer exercícios físicos e tonificar sua mente com o silêncio, boa música e boas leituras. E, sobretudo, viver em plenitude no convívio com a família. Nosso envelhecimento começa no momento em que deixamos o útero materno. Cada década da nossa vida tem um significado e ao chegarmos aos 70, 80 e 90 anos devemos colher os frutos que plantamos. A longevidade só é vantajosa se for acompanhada de saúde. A doença está em ascensão porque nosso modo de vida está cada vez mais ameaçado por pressões cada vez maiores. A reportagem também ouviu especialistas, que afirmaram ser o estresse o principal fator que estimula a doença. Ele contrai os músculos afetando o fluxo sanguíneo e o funcionamento dos nervos, provocando uma sensação de fraqueza no indivíduo. Envelhecer não é morrer aos poucos como muita gente pensa. É viver cada vez mais. Os cientistas estão nas clínicas e laboratórios de pesquisas em várias partes do mundo, trabalhando para que você, meu caro leitor idoso, tenha uma vida mais longa. E graças a Deus, a média de vida do ser humano aumentou nos países desenvolvidos e em desenvolvimento. Quando eu nasci em 62, era de 64 anos, hoje é de 74 anos. Envelhecer com saúde é uma felicidade. A vida é como uma caminhada ao longo da estrada. No começo os passos são apressados, do meio para o fim já diminuímos a velocidade para economizar energia. Más é com passos lentos que melhor apreciamos a beleza da estrada. A felicidade é possível se formos capazes de vivermos bem o momento presente. A velhice é o domingo da vida. Viva esse dia. Deixe entrar o sol em sua existência, abra as janelas do seu coração e bendiga a Deus, meu caro eleitor idoso, a alegria do dia de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.